Dê este livro - R$ 30,00 - de presente

Dê este livro - R$ 30,00 - de presente
Adquira no Boulevard Shopping (na Cappa Clara Tabacaria), Restaurante Flor do Maracujá (na Kalilândia), bancas Avenida, Cidreira e Status (na avenida Getúlio Vargas), no Espaço Cultural e O Folheteiro (no Mercado de Arte Popular)

Venda antecipada no Orient Cineplace Boulevard

Venda antecipada no Orient Cineplace Boulevard

Venda antecipada no Orient Cineplace Boulevard
Lançamento em 15 de agosto no Orient Cineplace Boulevard - 11 - 13h20 - 15h40 - 18 - 20h20

sexta-feira, 18 de maio de 2018

"Deadpool 2" é politicamente incorreto


Irreverente e politicamente incorreto - o que torna o filme muito bom. Como o primeiro filme do anti-herói da Marvel, lançado em 2016. Um filme de ação, aventura, ficção científica e comédia. É legítima cultura pop. Mesmo com toda violência, que é criativa e exagerada, com muita sanguinolência, "Deadpool 2" é um filme que trata sobre família. O Mercenário Tagarela continua debochado, violento, vulgar e zoeiro.
O personagem apareceu pela primeira vez - e é lembrado neste filme, em cena com Wolverine (Hugh Jackman) - em "X-Men: Origens" (2009).
Em relação ao filme inicial, "Deadpool", além de Ryan Reynolds como Wade Wilson/Deadpool, estão no elenco Morena Baccarin (Vanessa), T. J. Miller (Weasel), Brianna Hildebrand (Míssil Atômico Adolescente), Karan Soni (Dopinder) e Randal Reeder (Buck). Stan Lee não aparece. No primeiro, era um dj de strip club. Mas neste aparece sua imagem em um outdoor.
Tem final surpresa e cenas após os créditos finais. E a maioria da plateia espera para ver.
São muitas referências e citações a filmes. A abertura é uma homenagem aos filmes de James Bond, o agente 007. São exemplos: "Entrevista com um Vampiro", "A Centopeia Humana", "Exterminador do Futuro", "Flashdance", "Frozen", "The Goonies", "Harry Potter", "Jamaica Abaixo de Zero", "Liga da Justiça", "Os Miseráveis", "Star Wars", e "Vingadores: Guerra Infinita". Também referências a artistas e personagens. Casos de Barbra Streisand, Cher, David Bowie, Dolly Parton, George Michael, Kirsten Dunst, Patrick Stewart, Scarlett Johansson, Tom Cruise, o próprio ator Ryan Reynolds em auto referência, mais Batman, Charles Xavier, Hawkeye, Karl Marx, Lanterna Verde, Robocop, Soldado Invernal, Superman, Wolverine, X-Men, o urso Teddy. Até os brasileiros Augusto Cury e Roberto Justus são citados na cópia dublada.
O filme faz gozação e brinca com a DC Comics e a Warner Bros.
Na trilha sonora, músicas de A-Ha, Air Supply, Céline Dion, Cher, Dolly Parton e Peter Gabriel.

Nenhum comentário: