*

*
Clique na logo para ouvir

*

*

sexta-feira, 31 de janeiro de 2020

Comunicação e tecnologia para igrejas têm Conferência Cristã


Evento sobre inovação, estratégia, gestão,
comunicação e tecnologia,
que ocorre no Rio de Janeiro entre os dias 3 e 4 de abril,  
promete ser o maior encontro de líderes e
  profissionais do segmento do Brasil
                           

Entre os dias 3 e 4 de abril ocorre, na Barra da Tijuca no Rio de Janeiro a inChurch Conference, primeira conferência cristã focada nos temas inovação, estratégia, gestão, comunicação e tecnologia para igrejas. O evento reunirá pastores e especialistas nos temas com o objetivo de capacitar o público cristão para explorar todas essas áreas dentro da igreja.
"A forma das pessoas interagirem e se comunicar, mudou. Basta olhar para os lados e também perceber como jovens se expressam e também consomem conteúdos. A Igreja está preparada para se comunicar e interagir daqui pra frente? Queremos debater isso no evento e também trabalhar maneiras da igreja sair das quatro paredes e atender os anseios da comunidade, das pessoas e do mundo", comenta Sydney de Menezes, co-fundador e um dos responsáveis pelo evento.
Sem fins lucrativos, o maior intuito do evento é despertar o público cristão e a Igreja para a mudança que o mundo está vivendo na forma de se comunicar através da tecnologia. Oferecendo uma programação que fomente ao máximo a utilização das ferramentas digitais para aplicação do "Ide".
A conferência receberá Jay Argaèt, líder mundial de Comunicação da Hillsong United, Douglas Gonçalves, fundador e líder do movimento Jesuscopy e Dennis Coelho, diretor executivo do Dunamis Movement. Além deles, estão confirmadas as participações dos pastores Silas Malafaia (ADVEC), Márcio Valadão (Lagoinha), Carlito Paes (Igreja da Cidade), Josué Valandro Jr. (Igreja Batista Atitude) e Cario Batista (Igreja Presbiteriana Independente).
A inChurch Conference ainda contará com a presença de Elis Amancio, Ryan Scott Adams, Yan Lima, Miguel Nagle, Lucas Bezalel, Rodrigo Motta, Rodolfo Lázaro, Evandro Vieira, Raquel Lima, Patrícia Nakashima e Rodrigo Nakashima.
Inscrições
As inscrições estão disponível a partir de 15 de janeiro no site
inchurch.com.br/conference
Programação
Palestras e workshops com temas de tecnologia, comunicação, gestão administrativa e financeira para igrejas
Fórum de debate de pastores com tema: "O Futuro da Igreja"
Fórum: "Business as Mission"
Arena de Drone
Jogos de realidade virtual
Hackathon de criatividade
Start do Evangelismo Digital 2020
Serviço
Local: Arena Carioca 3 (Parque Olímpico - Barra da Tijuca)
Data: 3 e 4 de abril
Inscrições e informações: inchurchcom.com.br/conference
Valor: 1º lote = R$158,00
(Com informações de Agatha Riccioppo, assistente de Comunicação e Eventose)

Volume 15 de Filme Noir


A Versátil apresenta Filme Noir Vol. 15, caixa em luva reforçada com três DVDs que reúnem seis clássicos do gênero, incluindo as inéditas versões restauradas de duas obras-primas com o astro Burt Lancaster: "Brutalidade" e "Baixeza". São mais de duas horas de extras, incluindo "O Estrangulador Misterioso" (“Follow me Quietly”, 1949), raro filme noir do grande Richard Fleischer. DISCO 1

BRUTALIDADE (Brute Force), 97 minutos, de Jules Dassin, 1947. Com Burt Lancaster, Hume Cronyn, Charles Bickford. Na penitenciária de Westgate, onde reina a violência e a repressão, o preso Joe Collins planeja organizar uma rebelião contra o brutal Capitão Munsey. Com roteiro de Richard Brooks, Dassin realizou uma obra-prima do filme noir de prisão. Inédita versão restaurada com excelentes extras, incluindo documentário sobre os filmes noir de Burt Lancaster. 
BAIXEZA (Criss Cross), 88 minutos, de Robert Siodmak, 1949. Com Burt Lancaster, Yvonne De Carlo, Dan Duryea.  Um motorista de carro-forte planeja com sua sedutora ex-exposa, por quem é obcecado, um assalto ao próprio veículo no qual trabalha. Yvonne De Carlo vive uma femme fatale inesquecível nesse icônico filme noir do mestre Siodmak. Inédita versão restaurada um extra muito especial.
DISCO 2


EMBOSCADA (Lured), 103 minutos, d
e Douglas Sirk, 1947. Com George Sanders, Lucille Ball, Boris Karloff. O serial killer "poeta assassino" mata belas jovens em Londres. A amiga de uma das vítimas decide ajudar a polícia, servindo de isca para prendê-lo. Filme noir de mistério com direção elegante do mestre Douglas Sirk. 
ENTRE O AMOR E A MORTE (Woman in Hiding), 92 minutos, de Michael Gordon, 1950. Com Ida Lupino, Stephen McNally, Howard Duff. Após seu pai, um rico industrial, morrer num acidente, sua herdeira se casa com o gerente da empresa da família, sem desconfiar de suas reais intenções. Ida Lupino brilha mais uma vez nesse noir que aborda o tema da "mulher em perigo".
DISCO 3


FÚRIA ASSASSINA (Naked Alibi), 86 minutos, de Jerry Hopper, 1954. Com Sterling Hayden, Gloria Grahame, Gene Barry. Um policial afastado por sua brutalidade tenta conseguir provas contra um homem violento suspeito de matar três policiais. Explosivo filme noir que reúne dois astros do gênero: a sensual Gloria Grahame e o durão Sterling Hayden.
TESTEMUNHA DO CRIME (Witness To Murder),  82 minutos, de Roy Rowland, 1954. Com Barbara Stanwyck, George Sanders, Gary Merrill. A sanidade de uma mulher é colocada em dúvida após ela afirmar que testemunhou um assassinato da janela do seu apartamento. Considerado o "Janela Indiscreta" feminino, esse noir foi realizado no mesmo ano do clássico de Hitchcock. 
Fonte:Versátil Video

Bahia tem melhor universidade privada do Norte/Nordeste


Após a divulgação dos resultados do Índice Geral de Cursos (IGC), do Ministério da Educação, no final de 2019, a Unifacs confirmou sua qualidade acadêmicacom a melhor nota entre as universidades privadas do Norte/Nordeste. O índice avalia a qualidade das instituições de ensino do Brasil numa escala que vai de 1 a 5, onde 1 e 2 são considerados insuficientes e 5 corresponde à nota máxima.
A Unifacs obteve nota 4 e tal pontuação a qualifica como uma das 20 melhores do país, juntamente com instituições como a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Esse resultado reconhece os investimentos da universidade em ensino, pesquisa e extensão com excelência acadêmica, corpo docente e conteúdo pedagógico qualificados.
A reitora da universidade, professora Marcia Barros, comemora  a conquista. "Somos uma instituição com 47 anos marcados pela inovação constante. A busca pela excelência e qualidade é algo contínuo e que faz parte do dia a dia da universidade. O resultado não poderia ser outro e estamos felizes com mais esse reconhecimento", afirma. "O mérito da conquista é de todos os nossos professores, alunos e colaboradores que fazem da Unifacs um espaço para difundir conhecimento, transformar vidas e promover o desenvolvimento", completa.
A Unifacs começou a operar em 1972 e, em 2010, se filiou à rede internacional de universidades Laureate, líder global no segmento de educação superior. Oferece cursos de graduação (bacharelado e tecnológica), nas modalidades presencial, semipresencial e a distância, e de pós-graduação lato (especializações e MBA's) e stricto sensu (mestrados e doutorados). Atualmente, conta com seis campi em Salvador, dois em Feira de Santana e polos EAD espalhados por diversos municípios baianos.
(Com informações de Julia Raquel, de ComunicAtiva Associados)

Honda é do Fogão, Seja Sócio!


Balanço de filmes exibidos em janeiro


"1917": O melhor filme exibido em janeiro
Foto: IMDb

Oito filmes foram exibidos - sete deles estão ainda em exibição - neste primeiro mês do ano em Feira de Santana, no Orient CinePlace Boulevard. Dos sete filmes ainda em cartaz, um foi lançado no dia 25 de dezembro de 2019: "Minha Mãe É uma Peça 3".
Os demais filmes em exibição são: "Frozen 2", lançado no dia 2; "Jumanji: Próxima Fase", lançado no dia 16; "Um Espião Animal" e "1917" - o melhor filme exibido até agora -, que entraram no dia 23; e "Bad Boys Para Sempre" e "Os Órfãos", que foram lançados na quinta-feira, 30.
"Star Wars Episódio IX: A Ascensão Skywalker" permaneceu até o dia 15, tendo sido lançado em 19 de dezembro.
FORA DO CIRCUITO
Neste primeiro mês do ano, também foram lançados vários filmes no Brasil, mas que não foram programados em Feira de Santana. Exemplos de "O Farol" e "O Caso Richard Jewell", lançados no dia 2; "Adoráveis Mulheres", "Ameaça Profunda" e "Kursk: A Última Missão", que entraram no país no dia 9; "O Escândalo", que foi lançado no dia 16; "A Divisão", "Um Lindo Dia na Vizinhança", "O Melhor Verão de Nossas Vidas" e "A Possessão de Mary", que entraram no dia 23.
Na quinta-feira, 30, três novos filmes entraram em cartaz no país. São: "Bad Boys Parta Sempre", "Os Órfãos" e "Judy: Muito Além do Arco-Íris". Somente o primeiro foi programado.

Balaio Político


Números
Nas eleições de 2016, José Ronaldo e Colbert Martins como vice foram eleitos com 212.408 votos (71,12%,04%). 
Números II
Seu concorrente Zé Neto (PT) obteve 46.912 votos (15,71%).  Colbert e Zé Neto devem se enfrentar novamente em 2020 e o petista já anda alardeando que vai ganhar as eleições.  
Números III
Fica a questão: como o candidato vai conseguir cooptar cerca de 150 mil votos - a diferença - do atual prefeito?
O melhor
"Temos que manter a unidade com José Ronaldo e esse ritmo de crescimento e vitórias em Feira, que vem desde 2000. Eu e ele somos o que há de melhor para Feira de Santana em termos de trabalho", disse o prefeito Colbert Martins em entrevista ao "Bahia Notícias"
O melhor II
Colbert assumiu a administração após José Ronaldo renunciar à prefeitura em 17 de abril de 2018, para disputar a eleição de governador.
Hora H
Há cinco anos, em janeiro de 2015, eram dez pretendentes à disputa para prefeito do ano seguinte: Ângelo Almeida, Carlos Geilson, Dilton Coutinho, Fernando Torres, Irmão Lázaro, Jhonatas Monteiro, Nivaldo Vieira, Sérgio Carneiro, Targino Machado e Zé Neto.
Hora H II
Na hora da onça beber água, tão somente Ângelo Almeida, Jhonatas Monteiro e Zé Neto disputaram e perderam as eleições de 2016.
Novo
Carlos Medeiros foi lançado pré-candidato a prefeito de Feira de Santana pelo Partido Novo, na quarta-feira, 22. A escolha de seus nome se deu através de processo seletivo. 
Janela
A chamada janela eleitoral, período em que vereadores podem mudar de partido para concorrer à eleição - majoritária ou proporcional -  de 4 de outubro sem incorrer em infidelidade partidária, ficou fixada de 5 de março a 3 de abril.
Coluna publicada no jornal "NoiteDia", edição desta sexta-feira, 31