Clique na imagem

*

*
Clique na logo para ouvir

*

*

quinta-feira, 27 de março de 2014

"Sem Censura!'


Por Rachel Sheherazade
Para aprovar o Marco Civil, o Governo foi obrigado a recuar e ceder às mudanças no texto original propostas pelo "blocão" de Eduardo Cunha. 
Nem, tanto ao céu, nem tanto à terra, o projeto acabou encontrando o caminho do equilíbrio. 
Felizmente, ficou fora do texto a temida remoção de conteúdo pelo provedor. 
A pretexto de proteger usuários de abusos, o provedor poderia retirar vídeos, áudios, imagens ou textos supostamente ofensivos, bastando uma simples notificação de usuário. 
Pano de fundo perfeito pra censura na web. 
Dessa forma, um político insatisfeito com críticas, uma empresa inconformada com reclamações poderiam facilmente patrulhar a nternet e cercear a liberdade de expressão dos internautas. 
O texto do Marco Civil aprovado ontem só permite remoção de conteúdo por decisão do juiz. Menos mal!
A web nasceu livre e o Brasil não pode permitir aprovação de leis que limitem essa liberdade. Censura nunca mais!
Assista ao comentário em:

Nenhum comentário: