*

*

Rede Orient - A partir de quinta-feira, 14

Rede Orient - A partir de quinta-feira, 14
Orient Cineplace Boulevard - 15 - 18 (Dub) - 21 (Leg)

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Lembrando "O Belo Antônio"

"O Belo Antonio" (Il Bell'Antonio), de Mauro Bolognini, 1960, com Marcello Mastroianni, é um clássico do cinema italiano, em preto & branco, que tenho em minha coleção de DVD. 
Adaptação de Pier Paolo Pasolini do romance homônimo de Vitaliano Brancati, o filme conta a história de Antonio, que se casa com a mulher que ama (Claudia Cardinale) e, à custa de muita idealização da figura feminina, não consegue concretizar a união conjugal. Ele é impotente e só consegue concretizar uma relação quando dissocia o amor e o sexo.
Tanto o romance como o filme são considerados como um forte ataque ao autoritarismo pela combinação machista e religiosa que regia a sociedade siciliana da época. Não deixa de ser também uma crítica à burguesia italiana.
Desde o lançamento do filme - em Feira de Santana foi exibido no então Cine Madrid - há mais de meio século, a expressão "belo Antônio" definia homens de virilidade duvidosa. Outra curiosidade é que o Simca Chambord, carro lançado em 1958 no Brasil, era tido como "o Belo Antônio, pois bonito, mas que não funciona".


Nenhum comentário: