*

*

*

*

terça-feira, 28 de junho de 2016

Depois do MAP, Jorge Magalhães lança "A República do Mangue" na 14ª Festa Literária Internacional de Paraty

Também presente na 24ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo

Jorge Magalhães com a esposa Selma e os  filhos Jorge Mahatma e Clara Morena: Rumo à 14ª Flip
Foto: Arivaldo Públio 

O jornalista e escritor feirense Jorge Magalhães embarcou, na madrugada desta terça-feira, 28,  para o Rio de Janeiro, onde vai participar da 14ª Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), que transcorrerá entre esta quarta-feira, 29, e domingo, 3 de julho, dando continuidade ao lançamento de "A República do Mangue", seu  romance de estreia, editado em Lisboa, pela Chiado Editora, lançado no dia 17 passado,  numa noite cultural memorável, no Mercado de Arte Popular de Feira de Santana.
Este ano a homenageada da Flip será  a poeta Ana Cristina Cesar (1952-1983), expoente da geração Poesia Marginal, que também se dedicou à crítica literária, tendo traduzido Emily Dickinson, Sylvia Plath e Katherine Mansfield.
A exemplo das edições anteriores, a expectativa da curadoria da Flip é de que, para a histórica e bucólica cidade litorânea da Linha Verde fluminense, milhares de visitantes brasileiros e estrangeiros, entre autores e literatas, editores e editoras se façam presentes na mostra.  
Além do aporte logístico da Chiado Editora, Jorge Magalhães está sendo assessorado pelos  filhos Jorge Mahatma e Clara Morena, além da sua esposa, a pedagoga Selma Magalhães.
Único autor feirense a marcar presença na Flip, Jorge Magalhães  pretende participar do maior número possível de exposições, oficinas e palestras, interagindo com os principais atores e protagonistas que circulam neste importante evento da cultura nacional,  evidenciando o nome de Feira de Santana e da Bahia.
24ª Bienal de São Paulo
A convite da Chiado Editora,  ele também estará presente na 24ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, mostra que ocorrerá entre os dias 26 de agosto a 4 de setembro, no Pavilhão  Anhembi. A  sessão de autógrafo de "A República do Mangue", tem  previsão de uma hora de duração, e ocorrerá no dia 3 de setembro, no pavilhão 10,  a partir das 11 horas.  

Nenhum comentário: