*

*
Clique na logo para ouvir

*

*

domingo, 26 de abril de 2009

Morre Jack Cardiff

Na "Veja " que está nas bancas, em "Datas", a morte de Jack Cardiff (18.09.1914-22.04.2009), que a revista destaca como diretor de fotografia para o cinema, que trabalhou em produções premiadas como "Narciso Negro" (Black Narcissus), de Michael Powell e Emeric Pressburger, pela qual ganhou um Oscar em 1947, "Sob o Signo de Capricórnio" (Under Capricorn), de Alfred Hitchcock, 1949, "Guerra e Paz" (War and Peace), de King Vidor, 1956.
Jack Cardiff também foi diretor de cinema, a exemplo dos filmes "Algemas Partidas" (Beyond This Place), 1959; "Filhos e Amantes" (Sons and Lovers), 1960; "Minha Doce Gueixa" (My Gueixa), 1962, com Shirley MacLaine e Yves Montand; "O Leão" (The Lion), 1962, com William Holden e Capucine; "Os Legendários Vikings" (The Long Ships), 1964, com Richard Widmark e Sidney Poitier; "O Rebelde Sonhador" (Young Cassidy), co-dirigido por John Ford, 1964, com Rod Taylor e Julie Christie; "Assassino de Encomenda" (The Liquidator), 1965, com Rod Taylor; "A Garota da Motocicleta" (The Girl on the Motorcycle), 1968, com Alain Delon e Marianne Faithfull.
Ainda fotografou os filmes: "Sapatinhos Vermelhos" (The Red Shoes), de Michael Powell e Emeric Pressburger, 1958; "Uma Aventura na África" (The African Queen), de John Huston, 1951; "A Condessa Descalça" (The Barefoot Contessa), de Joseph L. Manckiewicz, 1954; "Funny" (Funny), de Joshua Logan, 1961; "Morte Sobre o Nilo" (Death on the Nyle), de John Guillermin, 1978; "Conan o Destruidor", de Richard Fleischer, 1984.
Em 2001 Jack Cardiff recebeu um Oscar honorário pela sua carreira no cinema.

2 comentários:

Alberto Bispo disse...

Infomação sobre cinema só mesmo com Dimas Oliveira em Feira de Santana.

Anônimo disse...

É, voce sabe das coisas de cinema pelo visto, melhor que qualquer outra pessoa que conheço.Mas Dimas, tomara não morra mais ninguém seu conhecido hoje, ou voce terá um obtuário por aqui, sem maldade,juro!rs, Mariana