*

*

*

*

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

"Sortudo, Temer se livra de Cunha, Geddel e Renan"



Sujeito de sorte, Michel Temer: ao contrário dos antecessores Lula e Dilma, só para citar estes dois, é o primeiro presidente a se livrar das principais razões de dores de cabeça de todos os ocupantes do cargo, no Planalto: o ex-deputado Eduardo Cunha e o senador Renan Calheiros, ambos do PMDB. De quebra, ainda se livrou do ex-ministro Geddel. Melhor: Temer nada precisou fazer para que isso acontecesse.
Garimpeiros
Cunha, Geddel e Renan, principais "garimpeiros" do PMDB, são os maiores especialistas em atormentar os presidentes que apoiam.
Dupla sertaneja
Incorrigível contador de vantagens, Geddel constrangia Temer. Mas problema mesmo, no "toma lá, dá cá", era a dupla Cunha-Renan
Jogo de paciência
Após a posse, Temer viu Cunha tentando subjugar o seu governo. Só precisou de paciência para aguardar o fim dramático do ex-deputado.
Jogadores
Dilmista, Renan vendeu caro o apoio a Temer, após ajudar a violentar a Constituição inventando cassação sem perda de direitos políticos.
Fonte: Cláudio Humberto

Nenhum comentário: