*

*
Clique na logo para ouvir

*

*

segunda-feira, 23 de setembro de 2019

Ipac assume preservação do Morro de São Paulo


Fortaleza de São Paulo, Praça Aureliano Lima, Igreja Nossa Senhora da Luz, Portaló e Farol foram tombadas como patrimônio do Estado

Prefeito de Cairu  Fernando Brito com  secretário de Turismo Fausto Franco e diretor do Ipac João Carlos de Oliveira, na solenidade no Morro de São Paulo
Foto: Tatiana Azeviche - Setur

A Fortaleza de Morro de São Paulo, no município-arquipélago de Cairu, datada do século XVII, foi uma das importantes construções na defesa do litoral durante o período Brasil Colônia. 
Nesta segunda-feira, 23, o prefeito Fernando Brito esteve presente na transferência da administração do local, que estava sob responsabilidade de Secretaria de Turismo do Estado, representada pelo secretário Fausto Franco, para o Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac), representado pelo diretor João Carlos de Oliveira, na presença da chefe de gabinete da Secretaria de Cultura da Bahia, Cristiane Taquari. 
A Fortaleza recebeu tombamento provisório, assim como todo o entorno, que compõe a paisagem histórica do distrito: a Praça Aureliano Lima, a Igreja de Nossa Senhora da Luz, o Portaló e o Farol.
Na ocasião, Brito destacou a importância que terá o trabalho do Ipac na região, que realiza o gerenciamento do patrimônio na Bahia. "Além do Ministério e Secretaria de Turismo, que já atuam na preservação, iremos contar com o Ipac, que irá realizar a restauração das áreas e levantar todo o nosso acervo dentro deste perímetro", destacou o prefeito.
Para o Ipac, foi fundamental a preservação da área como um todo. "Nós chamamos de tombamento poligonal, pois trata-se da proteção do contexto da paisagem de Morro de São Paulo, que tem um grande valor histórico e cultural para o Estado da Bahia" comenta João Carlos.
A solenidade teve a participação de autoridades municipais e estaduais, com destaque para as áreas de Turismo e Cultura. "O Instituto tem a expertise e maestria para fazer este trabalho. E turismo precisa de cultura, que precisa de história, que precisa de povo, então nossa relação com Cairu só cresce" pontua o secretário de Turismo do Estado, Fausto Franco.
As secretárias municipais de Turismo e Cultura, respectivamente, Diana Farias e Graça Peleteiro, reforçaram o município de Cairu como um destino turístico não apenas de sol e praia, mas rico em cultura e história representativas da Bahia e do Brasil. O grupo visitou também a sede de Cairu e o Convento de Santo Antônio.  
(Com informações de LK Comunicação)


Nenhum comentário: