*

*
Clique na logo para ouvir

*

*

quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

Senado aprova empréstimo para construção de viadutos

Senado Federal aprovou na tarde de terça-feira, 18, a autorização para contratação de operação de crédito externo, entre o Município de Feira de Santana e a Cooperação Andina de Fomento [CAF], no valor de 11.737.000 dólares. Os recursos serão destinados ao Projeto de Integração Urbana, visando a construção de cinco viadutos, dos quais dois deles já foram iniciados com recursos próprios do Município. Com a iniciativa, fica mais uma etapa vencida na busca do aval para que a Prefeitura de Feira de Santana possa contratar o empréstimo com a CAF visando à execução das obras. O próximo passo será a assinatura do contrato entre o gestor do Município, o prefeito José Ronaldo de Carvalho, e a Cooperação Andina de Fomento. Ainda na manhã de terça-feira, durante a 40ª reunião da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado Federal, foi aprovada a mensagem de número 264, propondo ao Senado Federal a autorização da contratação de operação. O parecer, que teve como relator o senador Pedro Simon e contou com a participação decisiva do senador baiano César Borges no processo, foi aprovado com requerimento de urgência, resultando na aprovação pelo Senado já no período da tarde. Os viadutos contemplam a rotatória da Cidade Nova e os cruzamentos entre as avenidas Getúlio Vargas e João Durval Carneiro, e do Anel de Contorno e as avenidas Getúlio Vargas, Maria Quitéria e João Durval Carneiro. Os dois primeiros viadutos já tiveram as obras iniciadas. A notícia da aprovação do empréstimo pelo Senado Federal foi comunicada ao prefeito José Ronaldo de Carvalho pelo senador César Borges, imediatamente após a votação. Agora caberá ao prefeito e à CAF a assinatura do contrato de empréstimo visando à execução das obras. O secretário de Planejamento, Carlos Brito, observou que a aprovação pelo Senado fortalece o curso para liberação dos recursos o mais breve possível. A expectativa é de que o contrato seja assinado ainda este ano.

Nenhum comentário: