*

*

terça-feira, 19 de abril de 2016

"Lula voltará aos cuidados de Moro"

Por Ricardo Noblat
O Supremo Tribunal Federal (STF) julgará, amanhã, a posse de Lula como ministro-chefe da Casa Civil da presidência da República. Ela foi suspensa por liminar concedida pelo ministro Gilmar Mendes.
Parecer de Rodrigo Janot, Procurador Geral da República, recomenda a anulação da posse por considerá-la "um desvio de finalidade" praticado pela presidente Dilma.
À época, Lula temia ser preso pela Lava-Jato, que investigava a compra de um tríplex na praia do Guarujá e a história suspeita do sítio de Atibaia reformado de graça por empreiteiras.
Como Ministro de Estado, ele escaparia da Lava-Jato e do especial rigor do juiz Sérgio Moro. Doravante, só poderia ser investigado e julgado pelo STF.
A essa altura, não fará mais diferença para Lula ser ministro ou não. O governo de Dilma está a menos de 30 dias do seu fim. E no governo de Michel Temer, não haverá lugar para ele.
Uma vez que o Senado aceite julgar Dilma, ela será obrigada a afastar-se do cargo. O Senado terá então um prazo de 180 para decidir a sorte dela em definitivo.
Lula não precisou de cargo para ajudar Dilma a salvar-se do impeachment na Câmara dos Deputados. Ajudou e ela foi derrotada. Em breve, ele voltará aos cuidados do juiz Moro.
Fonte: http://noblat.oglobo.globo.com/

Nenhum comentário: