Clique na imagem

*

*
Clique na logo para ouvir

*

*

sábado, 28 de julho de 2012

"Mensalão: acusa-acusa entre mensaleiros vai acabar ajudando a que se faça justiça"

José Dirceu: O acusa-acusa entre os próprios acusados pode trazer verdades indesejadas pelos envolvidos (Foto: Epitácio Pessoa / AE)
Por Ricardfo Setti
Esse julgamento do mensalão, por todos os títulos, promete.
O alto comando do PT, sob as bênçãos da suprema divindade do lulalato, resolveu que a melhor solução para livrar a cara dos mensaleiros seria que o ex-tesoureiro Delúbio Soares assumisse toda a responsabilidade pela circulação do dinheiro sujo - alegando, porém, que não houve recursos públicos envolvidos e que o dinheiro não se destinava a comprar apoio de partidos e de políticos para o governo Lula, e sim para cobrir "despesas de campanha".
Um caixa 2 eleitoral, um deslize menor do que os pesados crimes que são imputados aos mensaleiros pelo Ministério Público Federal junto ao Supremo Tribunal.
Aí o advogado de Delúbio, Arnaldo Malheiro Filho, concede entrevista ao jornal O Globo e sentencia: Delúbio não fez nada por conta própria, só seguiu ordens da Executiva Nacional do PT.
Logo em seguida, em memorial dirigido ao Supremo por seus advogados, o "chefe da quadrilha" mensaleira, nas palavras do procurador-geral da República - o ex-ministro e deputado cassado José Dirceu -, porém, contraria frontalmente o advogado de Delúbio e alega que, sim, o culpado foi Delúbio, por arrecadar "recursos não contabilizados" para os cofres do PT.
O acusa-acusa entre os próprios acusados, além de colocar em risco o esquema engendrado pelo lulalato para obter a absolvição dos réus, pode, também, e paradoxalmente, contribuir para que venha à tona o que todos os homens de bem desejam: a verdade dos fatos.
Fonte: "Blog do Ricardo Setti"

Um comentário:

Mariana disse...

Se Delúbio vai voltar atrás, não sei, mas o certo é que ninguém acreditou nem acreditará que Delúbio tinha condições de agir em um negócio tão grande, sòzinho. Vão tentar mantê-lo no corredor da morte mais uma vez, mas acho que ele já teve uma idéia do que pode lhe acontecer, caso continue assumindo a culpa sòzinho. Tem mais é que abrir a boca e dar nome aos bois.