*

*

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

BRT dispensado de outorga pelo Inema; mais um factoide da oposição derrubado



Mais um factoide, um argumento falacioso da oposição foi derrubado pelo Governo. Mais uma derrota fragorosa para a oposição e seus militontos, ops, militantes. 
O Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) concluiu que as construções das trincheiras - nos cruzamentos entre a avenida Maria Quitéria e avenida Getúlio Vargas, em fase de conclusão, e entre a avenida Presidente Dutra e a avenida João Durval Carneiro, em fase inicial - para a implantação do BRT em Feira de Santana não dependem de outorga de direito de uso dos recursos hídricos. 
O documento, datado de 5 de agosto, foi assinado pela coordenadora do Núcleo de Outorga do órgão estadual, Robélia Gabriela Firmino de Paula, e pelo diretor de Regulação, Leonardo Carneiro Oliveira Cruz.
Os técnicos da Inema analisaram a documentação encaminhada pela Prefeitura de Feira de Santana, e por eles pedida, que mostrou a interceptação que foi e será realizada no lençol freático para a construção dos equipamentos. 
Depois do estardalhaço e do muito barulho por nada da "devastação" da avenida Getúlio Vargas e do "dilúvio" na trincheira da avenida Maria Quitéria, a oposição vai aparecer com que factoide?
A proximidade da derrota anunciada deixa a oposição atordoada e atabalhoada.

Nenhum comentário: