Clique na imagem

*

*
Clique na logo para ouvir

*

*

quarta-feira, 28 de março de 2012

Demóstenes renuncia à liderança do Democratas no Senado

Em carta para seu colega José Agripino Maia, também, senador e presidente do Democratas, Demóstenes Torres renunciou ao cargo de líder do partido o Senado.
A carta tem três linhas. Nela Demóstenes anuncia que se dedicará daqui para frente a se defender das acusações que o ligam ao empresário Carlinhos Cachoeira.
A Polícia Federal gravou quase 300 telefonemas trocados entre Cachoeira e Demóstenes. E prendeu Cachoeira, acusando de explorar jogos ilegais em Goiás.
Em uma das ligações gravadas, Demóstenes pede a Cachoeira que pague R$ 3 mil por um jatinho que ele usou. Em outra, pede um jatinho emprestado.
O primeiro relatório da Polícia Federal sobre a parceiria Cachoeira-Demóstenes data de setembro de 2009. Foi entregue a Roberto Gurgel, procurador geral da República.
Cabia a Gurgel arquivar o relatório se o julgasse sem fundamentos ou pedir ao Supremo Tribunal Federal que investigasse Demóstenes. Não fez uma coisa nem outra.
"Continuamos à espera de que o Procurador tome uma atitude", disse a este blog o senador José Agripino Maia.
A carta:
"A fim de que eu possa acompanhar a evolução dos fatos noticiados nos últimos dias, comunico a Vossa Excelência o meu afastamento da liderança do Democratas no Senado Federal".
Fonte: "Blog do Noblat"

2 comentários:

Anônimo disse...

Senador Demóstenesdo DEM racista usou todos os meios para não permitir a evolução educacionar e social dos negros afros-decendentes brasileiros. QUEM? bancava ele a elite,Globo,Folha Abril o grupo dos 113 assinaturas contrario as cotas raciais....? Mariana Benedita dos Santos,Negra Bene. mariana.jornalista@bol.com.br

Mariana disse...

Não concordo com nada dito pela comentarista acima, mas ela tem o direito de pensar o que quiser e euu também, até porque, o Blog Demais tem sido sempre super democrático, permitindo todos os comentários respeitosos.
Ainda não foi provado nennhum envolvimento do senador em qualquer ilícito. Mereceria, talvez, uma punição pela falta de ética, por manter relacionamento com um contraventor, sendo êle um senador da república.
No mais, amizades todos nós temos, desde crianças, desde a faculdade e nunca podemos prever o futuro de algumas dessas amizades. MASSS...quando muitos políticos petistas e outros, fazem até churrasco com bandidos de verdade como os petralhas já velhos conhecidos, que roubam do erário, que praticam os "mensalões" prá se manterem no poder...AÍ, êsses não são punidos e nem vão prá comissão de ética. O primeiro dêles que eu mandaria prá lá, quando tinha mandato, era o próprio Lula. E foi?? Seus amigos, inclusive a atual presidente, enquanto era ministra da casa civil, aprontou todas, sabemos e nunca foi punida. Êste país, a nove anos, nunca mais foi um país onde a justiça funciona prá TODOS! Só para os adversários políticos.