*

*
Clique na logo para ouvir

*

*

quinta-feira, 28 de agosto de 2008

Filme de Zé do Caixão é um fracasso de público

Em exibição até esta quinta-feira, 28, no Orient Cineplace, sessões às 15h10, 17h15 e 21h20, o filme de terror "Encarnação do Demônio", de José Mojica Marins, que já afirmamos neste blog ser mais um lixo perpetrado pelo cinema brasileiro.
Mas, o filme foi o maior vencedor do Festival Paulínia de Cinema, como José Mojica Marins, o Zé do Caixão, recebendo consagração absoluta com a premiação do Júri Oficial e da crítica de Melhor Filme. Recebeu ainda prêmios de Fotografia, Montagem, Edição de Som, Direção de Arte e Trilha Sonora.
José Mojica Marins é considerado de gênio, seus filmes são cult, mas nada desse lobby de certa parte da crítica e da "inteligência" brasileira faz o público querer assistir ao exemplar. No Box Office do site "E-Pipoca", "Encarnação do Demônio" não aparece no ranking dos 20 filmes mais vistos no Brasil desde a estréia.
No lançamento do filme no país, nos primeiros três dias, de sexta-feira, 8, a domingo, 10, foi visto por 6.267 espectadores, em 37 salas, arrecadando no período R$ 62.333,00. O público não é besta de perder tempo assistindo porcaria. O "gênio" acusou a classificação do filme de 18 anos como a causa do fracasso. Mas justamente por isso que adolescentes não estão podendo assistir barbaridades e cenas de sexo.
Lastimável que dinheiro do contribuinte brasileiro patrocinou este filme muito ruim, assim como tantos outros que são feitos no país.

5 comentários:

Anônimo disse...

Mas não tinha como ser diferente, né? Trash total. Porcaria mesmo.
Uma pena termos pago tal lixo.

Anônimo disse...

O filme foi benefiado pela Lei Rouanet e a nova lei de incetivo à cultura ( que deve assistir a todos os estilos, a lei deve está ao alcance de todos ) e sua intenção era focar justamente num público direcionado os conhecidos ''amantes do Trash'' e concerteza não era a intenção ficar entre os 20 mais assistidos, entretanto canais fechados da Itália e dos EUA ainda prestigiam muito esta figura tupiniquim que é Zé do Caixão aqui no Brasil a BAND por muito tempo trasmitia seus conteúdos com uma audiência média de 3 pontos.

Thomas disse...

Ai meus impostos, financiando essas porcarias invés de ir pra educação e os anônimos aprenderem a escrever...

Anônimo disse...

O filme enterra o caixão do cinema brasileiro.

Anônimo disse...

Ainda tem gente, anônima, que defende esse tipo de lixo, o pior que existe na curtura nacional.