*

*

terça-feira, 25 de julho de 2017

"Para derrubar Temer, só há 171 de 342 votos"



O Palácio do Planalto está cada vez mais confiante na rejeição da denúncia da Procuradoria Geral da República (PGR) contra o presidente Michel Temer. Pelas contas do governo, 261 deputados federais já estão comprometidos em votar contra a denúncia a PGR, enquanto a oposição só consegue reunir, até agora, 171 votos. Oitenta parlamentares "querem reza", apresentando-se como indecisos. A contagem não inclui o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ).
Jogo profissional
Dois especialistas monitoram a tendência de votos: o deputado Beto Mansur (PRB-SP) e o ministro Eliseu Padilha (Casa Civil).
Denúncia fraca
Para Beto Mansur, a denúncia será rejeitada porque "é inepta, muito fraca". E acha que as denúncias seguintes serão ainda mais fracas.
Monitoramento
Mansur e Padilha utilizam um mesmo computador, na Casa Civil, na checagem dos votos dos deputados, praticamente minuto a minuto.
Tem de tudo
Tem de tudo entre os indecisos, no caso da denúncia da PGR: tucanos em cima do muro, deputados querendo mais cargos ou liberação de emendas, e até aqueles que estudam o processo seriamente.
Confissão de derrota
É confissão de derrota a articulação oposicionista para esvaziar a sessão de votação da denúncia contra Michel Temer na Câmara. Rodrigo Maia, o presidente, já marcou a data: quarta, 2 de agosto.
Pensando bem...
...a oposição parece mais preocupada com a perda de espaço nos telejornais "Fora Temer" que com a derrota da denúncia da PGR.
Fonte: Cláudio Humberto

Nenhum comentário: