*

*
Clique na logo para ouvir

*

*

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

"Mensalão: BB ainda não cobrou dinheiro desviado"



O Banco do Brasil ainda não sabe se vai à Justiça para reaver os R$ 73,8 milhões surrupiados desde 2005, pela gangue do mensalão, do fundo de verbas publicitárias do Visanet, que o BB administrava. É a principal prova do uso de dinheiro público na trama. Parte do dinheiro foi para o PT e parte pagou dívidas da campanha de Lula, em 2002. O operador foi Henrique Pizzolato, ex-diretor de Marketing do BB.
Nossa conta
O BB entregou R$ 58,3 milhões do Visanet à DNA, agência de Marcos Valério, credor de duas dívidas da campanha de Lula no mesmo valor.
Que Visanet?
O STF condenou os autores do roubo à prisão, mas o BB informa que ainda "analisa o acórdão do STF", de abril, para tomar uma decisão.
De ombros
Se o desfalque não preocupa tanto, a fuga de Pizzolato tampouco: "Não muda nada, ele não é mais funcionário", diz a assessoria do BB.
Reserva imoral
Pizzolato foi condenado a 12 anos e 7 meses de cadeia, em decisão unânime, por corrupção passiva, peculato e lavagem de dinheiro.
Fonte: Cláudio Humberto

Nenhum comentário: