*

*
Clique na logo para ouvir

*

*

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Professor

Corre na Internet
O material escolar mais barato que existe na praça é o professor!
Se é jovem, não tem experiência.
Se é velho, está superado.
Se não tem automóvel, é um pobre coitado.
Se tem automóvel, chora de "barriga cheia".
Se fala em voz alta, vive gritando.
Se fala em tom normal, ninguém escuta.
Se não falta ao colégio, é um "caxias".
Se precisa faltar, é um "turista".
Se conversa com os outros professores, está "malhando" os alunos.
Se não conversa, é um desligado.
Se dá muita matéria, não tem dó do aluno.
Se dá pouca matéria, não prepara os alunos.
Se brinca com a turma, é metido a engraçado.
Se não brinca com a turma, é um chato.
Se chama a atenção, é um grosso.
Se não chama a atenção, não sabe se impor.
Se a prova é longa, não dá tempo.
Se a prova é curta, tira as chances do aluno.
Se escreve muito, não explica.
Se explica muito, o caderno não tem nada.
Se fala corretamente, ninguém entende.
Se fala a "língua" do aluno, não tem vocabulário.
Se exige, é rude.
Se elogia, é debochado.
Se o aluno é reprovado, é perseguição.
Se o aluno é aprovado, deu "mole".
É, o professor está sempre errado, mas, se conseguiu ler até aqui, agradeça a ele!

2 comentários:

Mariana disse...

Não é por nada que ninguém mais quer ser professor, hoje em dia.

Maria do Carmo Vieira disse...

Mariana, parece q eu quero. rs rs Tou pensando seriamente no assunto, sabia?

O texto é muito bom, mas traz uma lamentável verdade.