#vaiterBRT

*

*

quinta-feira, 30 de junho de 2016

Turma de "A Era do Gelo: O Big Bang" invade o McDonald's

Personagens da animação estrelam
a nova campanha do McLanche Feliz

A nova campanha do McLanche Feliz tem como inspiração os divertidos personagens do filme "A Era do Gelo: O Big Bang". A quinta trama da franquia gira em torno da épica perseguição de Scrat a uma noz. Doze brinquedos inspirados nos personagens dessa aventura estão disponíveis, desde quarta-feira, dia 29, em todos os restaurantes McDonald's.
"Esta campanha do McLanche Feliz tem tudo para agradar as diversas gerações de fãs da série 'A Era do Gelo', com brinquedos que vão trazer mais diversão para as famílias e para todos aqueles que adoram Sid, Manny, Scrat e companhia", comenta João Branco, diretor de Marketing do McDonald's no Brasil. 
Conheça as funcionalidades 
de cada um desses brinquedos:                                                       
Scrat: ao encaixá-lo em seu dedo e pressioná-lo para baixo, você verá uma luz azul surgir no peito desse esquilo travesso.
Manny: ele suga e borrifa água quando o botão nas costas do brinquedo é pressionado.
Diego: esse tigre é sorridente! Acione o botão no peito dele e pressione o dente-de-sabre para baixo para ele gargalhar.
Sid: faça picolés no formato desse divertido bicho-preguiça!
Buck: ao encaixá-lo em seu dedo e pressioná-lo para baixo, Buck acende uma luz que troca de cor.
Eddie e Crash: ao apertar o botão, os dois gambás irmãos fazem um incrível arremesso!
Llhama: ela aspira água pela boca e a borrifa quando o botão nas costas do brinquedo é pressionado.
Manny formato picolé: crie saborosos picolés no formato do líder do grupo, o mamute Manny.
Scrat Nave Espacial: em uma superfície lisa, puxe a nave do esquilo para trás e ao soltá-la, ela sairá rapidamente em ziguezague.
Diego Saltador: flexione a parte traseira do tigre dente-de-sabre e ele irá saltar para frente.
Buck Lançador: encaixe uma vareta na base do suricato e ao puxá-la, uma hélice sai girando para cima.
Sid e Brooke: faça esse romântico casal de bichos-preguiça dançar junto!
BAIXE AS IMAGENS AQUI!:
Sobre o filme
"A Era do Gelo: O Big Bang" conta a história de uma catástrofe cósmica, ocorrida por uma trapalhada de Scrat e que ameaça a vida na Terra, de modo a obrigar Manny, Diego, Sid e outros a deixarem seus lares. Título original: "Ice Age: Collision Course", da Fox. O filme estreia dia 7 de julho nos cinemas.
Sobre a Arcos Dorados
A Arcos Dorados é a maior franquia McDonald's do mundo, tanto em vendas totais do sistema como em número de restaurantes. A companhia é a maior rede de serviço rápido de alimentação da América Latina e Caribe, com direitos exclusivos de possuir, operar e conceder franquias de restaurantes McDonald's em 20 países e territórios, incluindo Argentina, Aruba, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Curaçao, Equador, Guiana Francesa, Guadalupe, Martinica, México, Panamá, Peru, Porto Rico, St. Croix, St. Thomas, Trinidad e Tobago, Uruguai e Venezuela. A companhia opera ou franqueia mais de 2.100 restaurantes McDonald's com mais de 90 mil funcionários e é reconhecida como uma das melhores empresas para se trabalhar no América Latina. A Arcos Dorados está listada na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE: ARCO).  Para saber mais sobre a Companhia visite a seção de Investidores no site:www.arcosdorados.com/ir
(Com informações da ComunicAtiva Associados)

"Uma Noite de Pura Cultura"



Assista


Carlos Brito vê o filme na ilha de edição com Dimas Oliveira


"Uma Noite de Pura Cultura" é o nome do filmete - a duração é de quase minutos - realizado no Mercado de Arte Popular (MAP) na noite cultural de 17 de junho deste ano.
Trata-se de um pequeno registro do que foi o evento, que reuniu artes plásticas, audiovisual, literatura e música. 
Tem imagens e edição de Arivaldo Públio, texto de Dimas Oliveira, narração de Tanúrio Brito e direção de Arivaldo Públio e Dimas Oliveira.

Charge de Sponholz



Aberta inscrição para 16º Concurso Feirense de Fotografia

A inscrição para o 16º Concurso Feirense de Fotografias foi aberta no dia 15 deste mês e vai até o dia 10 de agosto. O evento é promovido pelo Sindicato dos Fotógrafos Profissionais de Feira de Santana (Sindfofs). O concurso tem por objetivo comemorar o Dia Mundial da Fotografia - 19 de Agosto.
Os participantes são divididos em duas categorias: uma voltada para profissionais que podem participar com três fotos cada, e outra para e amadores, que podem inscrever duas fotos cada.
A inscrição pode ser realizada no Foto Magalhães -  Box 6 do Mercado de Arte Popular (MAP), local onde pode ser encontrada a ficha de inscrição.
O resultado do concurso está previsto para ser divulgado em 19 de agosto. As placas de premiação deste ano vão homenagear a cidade de Feira de Santana.
Segundo o fotógrafo Antonio Carlos Magalhães, presidente do Sindfofs, "a novidade deste ano é na categoria profissional, em que podem ser inscritos trabalhos realizados que tenham sofrido manipulação digital (tratamento de imagens)".

Casarão dos Olhos d'Água abriga Museu do Vaqueiro

Museu do Vaqueiro vai ser instalado no Casarão dos Olhos d'Água (Foto) a partir do convênio que a Prefeitura de Feira de Santana celebrou com a Fundação Alfredo da Costa e Almeida Pedra.
Com o convênio, a promoção cultural e artística, com ênfase na história do vaqueiro. Também como meta, o fomento de projetos culturais e correlatos de forma a contribuir para a formação cultural, sempre com ênfase nas expressões culturais das atividades do vaqueiro.
A vigência do convênio é no prazo de 15 anos e o Município vai se responsabilizar pela organização, execução e coordenação do projeto e das atividades de promoção cultural, além de arcar com a utilização de água, energia elétrica, acesso à Internet e pessoal para realizar o atendimento ao público, bem como pela vigilância e manutenção do imóvel, na rua Araújo Pinho.
A  cessão do imóvel pela Fundação Alfredo da Costa e Almeida Pedra é sem ônus e livre de qualquer embaraço.


Encontro de Amigos da Rua da Aurora


Moradores da rua da Aurora (rua Desembargador Filinto Bastos), praças 2 de Julho e Fróes da Motta e Barroquinha (rua Juvêncio Erudilho) vão participar de encontro neste sábado, dia 2 de julho.
O encontro, que promete ser memorável, está sendo organizado por Alcineide, Cássia e Marta Simões. Tudo vai começar na chamada "pracinha". Por volta das 11 horas uma bandinha de sopro vai arrastar a turma para a Euterpe Feirense, onde haverá apresentação da banda Caras e Coroas. Na sequência, almoço de adesão no Kilogrill. A camisa da festa custa R$ 60,00 e muitas inscrições já foram efetivadas.

Apresentadores de rádio que disputarão as eleições devem se afastar das funções nesta quinta-feira

Quem descumprir a regra terá o registro de candidatura cancelado, caso escolhido em convenção partidária; estes profissionais podem atuar em outras funções no veículo de comunicação

Cidadãos que pretendem disputar as eleições 2016 e atuam no momento como apresentador ou comentador de programa de rádio ou televisão devem ficar atentos a um prazo importante para o pleito. A partir desta quinta-feira, 30, será vedado às emissoras transmitirem programas apresentados ou comentados por esses pré-candidatos. Tais postulantes têm, portanto, que se afastar destas funções nas emissoras em que trabalham sob o risco de terem o seu registro de candidatura cancelado pela Justiça Eleitoral, no caso de virem a ser escolhidos como candidato em convenção partidária.
A medida é uma das principais mudanças trazidas para a disputa eleitoral deste ano entre as promovidas pela lei 13.165/2015, a chamada reforma eleitoral, que introduziu novidades nas leis 9.504/1997 (a Lei das Eleições), 9.096/1995 (Lei dos Partidos Políticos) e 4.737/1965 (Código Eleitoral).
Até as últimas eleições, apenas a emissora seria punida no caso de descumprimento da proibição de apresentação de programas por pré-candidatos. Agora, além do veículo, que terá que pagar multa caso desrespeite a regra - conforme previsto no parágrafo 2º do artigo 45 da Lei das Eleições -, sofrerá sanção também o futuro candidato, que terá a candidatura cancelada, como determinado no artigo 45, parágrafo 1º da mesma lei.
Vale enfatizar, no entanto, que o afastamento dos profissionais de mídia da posição de apresentador ou comentador é temporário, podendo ele, inclusive, ser transferido para outras funções no veículo em que trabalha.
Nada impede também que o futuro candidato conceda entrevista. Todavia, o que não poderá ocorrer na programação é o pedido explícito de voto, a menção à sua pretensa candidatura ou a exaltação das qualidades pessoais do entrevistado, o que configuraria propaganda eleitoral antecipada, vedada pela Resolução 23.457/2015, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Na prática, significa dizer que nas eleições deste ano os políticos poderão se apresentar como pré-candidatos sem que isso configure propaganda eleitoral antecipada, desde que não haja pedido explícito de voto.
Outras mudanças
Outra mudança importante trazida pela reforma eleitoral é a alteração do período de realização das convenções partidárias e deliberação sobre coligações, que antes era de 10 a 30 de junho do ano da eleição e, neste ano, passa a ser de 20 de julho a 5 de agosto.
Mais uma alteração diz respeito ao prazo para registro de candidatos pelos partidos políticos e coligações nos cartórios, o que deve ocorrer até às 19 horas do dia 15 de agosto. A regra anterior estipulava que esse prazo terminava às 19 horas do dia 5 de julho.
Com informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE)

quarta-feira, 29 de junho de 2016

Filmes em Exibição no Orient Cinemas Boulevard

Período até 7 de julho
LANÇAMENTOS NACIONAIS
PROCURANDO DORY (Finding Dory), de Andrew Stanton, 2016. Animação de aventura e comédia. Um ano após ajudar Marlin a reencontrar seu filho Nemo, o peixinho azul tang Dory tem um insight e lembra de sua amada família. Com saudades, ela decide fazer de tudo para reencontrá-los e na desenfreada busca esbarra com amigos do passado e vai parar nas perigosas mãos de humanos. Cópia dublada. Classificação: Livre. Duração: 102 minutos. Horários: 13h40, 16, 18h10 e 20h30. Sala 4 (261 lugares).
PORTA DOS FUNDOS: CONTRATO VITALÍCIO, de Ian SBF, 2016. Comédia. Com Gregório Duvivier, Fábio Porchat e Thati Lopes. O diretor Miguel e o ator Rodrigo recebem premiação em m festival internacional de cinema. Depois de beberem muito, Rodrigo assina um contrato para participar do próximo filme. Mas o diretor desaparece e ressurge dez anos depois com a proposta de fazer um outro filme. Rodrigo já é famoso e desconfia da sanidade do diretor. Para piorar, percebe que para honrar o contrato será obrigado a fazer um filme que pode destruir não apenas sua carreira. Não recomendado para menores de 14 anos. Duração: 106 minutos. Horários: 14 horas, 16h20, 18h40 e 21 horas. Sala 1 (240 lugares). 
CONTINUAÇÕES
AS TARTARUGAS NINJA: FORA DAS SOMBRAS (Teenage Mutant Ninja Turtles: Out of the Shadows) de David Green, 2016. Com Noel Fisher, Jeremy Howard, Pete Ploszek, Megan Fox e Laura Linley. Ação e ficção científica. As Tartarugas Ninja e sua amiga humana April chamam a atenção de vários vilões. Elas enfrentam o Destruidor, o cientista Stockman e o grupo conhecido como o Clã do Pé. Além disso, ainda enfrentam uma ameaça alienígena chamada Krang, um ser da Dimensão X que deseja dominar a cidade de Nova York. Em terceira semana. Cópia dublada. Não recomendado para menores de 10 anos. Duração: 112 minutos. Horários: 14h10 e 16h30. Sala 2 (158 lugares).
COMO EU ERA ANTES DE VOCÊ (Me Before You) de Thea Sharrock, 2016. Com Sam Claflin e Emilia Clarke. Drama romântico. A vida sombria de Will Traynor, que vive em uma cadeira de rodas depois que é atropelado ganha esperança quando Louisa Clark é contratada como cuidadora dele e surge um grande afeto entre os dois. Em terceira semana. Cópia dublada. Não recomendado para menores de 10 anos. Duração: 109 minutos. Horários: 18h50 e 21h10. Sala 2.
INDEPENDENCE DAY: O RESSURGIMENTO (Independence Day: Resurgence) de Roland Emmerich, 2016. Com Liam Hemsworth, Jeff Goldblum e Bill Pullman. Ação, aventura e ficção-científica. Usando a tecnologia alienígena recuperada, as nações da Terra têm colaborado em um programa de defesa imenso para proteger o planeta. Mas nada pode nos preparar para a força avançada e sem precedentes dos alienígenas. Somente a ingenuidade de alguns valentes homens e mulheres pode trazer nosso mundo de volta da beira da extinção. Em segunda semana. Não recomendado para menores de 12 anos. Duração: 119 minutos. Horários: 13h20, 15h50 e 18h20, com cópia dublada, e às 20h50, com cópia legendada. Sala 3 (165 lugares).
     ENDEREÇO E TELEFONES
Orient Cinemas Boulevard - Multiplex do Boulevard Shopping, telefax 3225-3185 e telefone 3610-1515 para saber informações sobre programas e horários.
(Com informações do Departamento de Marketing de Orient Cinemas)


#vaiterBRT: Tribunal nega provimento a recurso contra obra


"Acordam os desembargadores integrantes da Segunda Câmara Cível do Egrégio Tribunal de Justiça do Estado da Bahia, à unanimidade, em conhecer e negar provimento ao recurso, mantendo incólume a decisão agravada que, aplicando o Artigo 471 do CPC de 1973 à época vigente, destacou que pedido liminar idêntico já foi anteriormente analisado, e indeferido, por este Tribunal, razão pela qual não caberia sua reanálise, nos termos do voto da relatora". 
Esta a decisão do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia, que manteve decisão da Vara da Fazenda Pública de Feira de Santana relativa a processo movido pelo Ministério Público Estadual, em 2015, com o objetivo de impedir o andamento das obras de implantação do projeto do Bus Rapid Transit (BRT).
Este era o último recurso que tramitava no Tribunal sobre o BRT.
A desembargadora relatora do Agravo de Instrumento impetrado pela Promotoria Pública foi Regina Helena Ramos Reis.

Descrição: Descrição: http://www.bahianapolitica.com.br/imagens/line.gif




#vaiterBRT: Avenida tem reabertura



Avenida Getúlio Vargas praticamente pronta para ser reaberta nesta quinta-feira, 30.
Fotos: Jorge Magalhães

Grupo Meddi conquista importante prêmio na área de saúde


O Grupo Meddi foi vencedor em duas categorias no prêmio Benchmarking Saúde Bahia 2016: "Serviços de Diagnóstico Por Imagem", com a Multimagem; e "Laboratório de Análises Clínicas - Interior do Estado" com o Ihef. É a primeira vez em muitos anos de Benchmarking que a Multimagem conquista o primeiro lugar na categoria "Serviços de Diagnóstico Por Imagem", ficando à frente de tradicionais serviços da Bahia. O resultado é um reflexo do trabalho de excelência e a preocupação com qualidade da estrutura e equipamentos que o grupo possui, sobretudo pela representatividade em todo o Estado, encontrado na capital e mais em 14 cidades da Bahia.
"Esse é um importante prêmio, pois reflete a opinião de pessoas estratégicas do setor de saúde, como gestores e médicos. É uma conquista de cada um de nós que se dedica ao Grupo Meddi", comemora José Antônio Barbosa, sócio do grupo. Ele aproveita para ressaltar a importância do reconhecimento dos 33 anos de trabalho em todas as cidades nas quais o Meddi atua. "Estamos sempre buscando qualidade no atendimento aos parceiros e clientes", completa.
A premiação, uma das mais expressivas da área no Estado, avalia critérios como Inovação, Novos Investimentos, Credibilidade e Visibilidade de Mercado. Em 2015, o Grupo Meddi já havia sido premiado em duas categorias: conquistou o primeiro lugar como melhor Laboratório no Interior do Estado, com o Ihef, em Feira de Santana; e o segundo lugar para a Multimagem Salvador, na categoria "Serviços de Diagnóstico Por Imagem".
(Com informações da Comunicativa Associados)

Trailer de "Procurando Dory"


Assista

Trailer da animação "Procurando Dory", da Disney/Pixar, que tem lançamento nacional nesta quinta-feira, 30, no Orient Cinemas Boulevard.

Trailer de "Porta dos Fundos: Contrato Vitalício"


Assista

Trailer da comédia "Porta dos Fundos: Contrato Vitalício", que tem lançamento nacional nesta quinta-feira, 30, no Orient Cinemas Boulevard.

Animação e comédia nas telas

A animação "Procurando Dory", que tem lançamento nacional nesta quinta-feira, 30, no Orient Cinemas Boulevard, é continuação de "Procurando Nemo", de 2003, que é um dos filmes mais queridos dentre os produzidos pela Disney/Pixar. Como o primeiro filme, tem ingredientes de aventura e comédia. Um filme para a criançada neste período de férias escolares.
Na trama, o esquecido peixinho tang azul Dori, com seus amigos Nemo e Marlin, parte em uma busca por respostas sobre o seu passado. O que consegue se lembrar? Quem são seus pais? E onde aprendeu a falar baleiês? 
Outro lançamento nacional é a comédia "Porta dos Fundos: Contrato Vitalício", o primeiro filme do grupo humorístico que se tornou um fenômeno da Internet - em canal do YouTube - e que, antes, havia migrado para a TV (no canal Fox).
A comédia começa em Cannes com a vitória do Brasil no maior festival de cinema do mundo. Com a Palma de Ouro sendo entregue ao diretor e ao ator (Gregório Duvivier e Fábio Porchat, na segunda foto) de uma produção nacional sobre a qual o espectador não sabe nada. Bêbados, os dois assinam o contrato vitalício do título segundo o qual trabalharão juntos para sempre.O filme faz piada em cima de referências reais da indústria do entretenimento brasileiro. A imprensa também é achincalhada.
Enquanto isso, continua o filme de ação, aventura e ficção científica "Independence Day: O Ressurgimento" (Independence Day: Resurgence), em segunda semana.
O drama romântico "Como Eu Era Antes de Você", baseado em best-seller da escritora britânica Jojo Moyes continua em terceira semana agradando o público feminino. 
O filme de ação e ficção-científica "As Tartarugas Ninja: Fora das Sombras", também continua em terceira semana.

Junho: mês das vendas e de super prêmios

Campanha de Super Prêmios impulsiona 
as vendas no período das festas juninas

Troca de presentes no dia dos namorados, pedidos ao santo casamenteiro e muita alegria para comemorar o São João e o São Pedro fazem do mês de junho um mês de comemoração e de boas vendas para o comércio de Feira de Santana.
Como se não bastasse isso, o consumidor ganhou um incentivo a mais para comprar no período das festas juninas: cupons que garantem a participação do sorteio de dois carros Nissan March e três motos Honda. Essas premiações fazem parte da campanha de Super Prêmios, realizada pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Associação Comercial (Acefs), e Sindicato do Comércio (Sincomfs).
A primeira etapa da campanha, iniciada em 6 de junho, foi considerada pela maioria das lojas participantes como positiva. Confira o depoimento de algumas lojas!
"Junho já é um mês natural de vendas, mas a campanha é um atrativo a mais para o consumidor que além de fazer suas compras, ainda concorrem a premiações. A expectativa é que essa segunda etapa da campanha seja ainda melhor" - Francisco Junior - Lorena Confecções.
"A campanha ajudou bastante, pois embora o mês de junho seja um mês em que o volume aumenta, estamos passando por um período de crise. Então um atrativo a mais para o consumidor é sempre bem vindo" -  Débora de Brito - Lupalina.
"Os consumidores mostraram satisfação ao comprar na loja e saber que, além disso, ainda estava concorrendo a cinco prêmios. A campanha foi um estímulo a mais para as vendas" -  Jacilene Lima - Mersan da Marechal.
"As vendas nessa etapa foram muito boas. Os clientes estavam cientes da campanha, a prova disso é que já estamos solicitando uma nova remessa de cupons. A campanha é o incentivo que faltava para os consumidores num período em que o país respira a crise" -  Lara Roberta de Araújo - Mundo Real.
Além de aquecer as vendas a campanha solidifica a união das entidades representativas do varejo em prol do fortalecimento do comércio feirense, envolvendo o empresariado local, bem como o consumidor de toda microrregião de Feira de Santana.
(Com informações de Silvana Ferraz, da Assessoria de Comunicação da CDL)

Pedro Roberto completaria 66 anos se estivesse vivo

Se estivesse vivo, o artista plástico Pedro Roberto (Auto-Retrato) faria 66 anos nesta quarta-feira, 29. Pedro Roberto Boaventura de Oliveira nasceu em 29 de junho de 1950, em Angico, distrito de Mairi, na Bahia. Filho da professora Hilda Pereira Boaventura de Oliveira e do comerciante Carlos Simões de Oliveira, ambos falecidos, sendo o oitavo filho do casal. Aos dois anos de idade veio morar em Feira de Santana e, desde criança mostrou muito interesse por trabalhos manuais, desenhos e um conhecimento especial sobre cinema, na época, o grande divertimento da garotada.
Aos 16 anos, com incentivo de sua mãe, foi trabalhar com o arquiteto Amélio Amorim, então, o mais renomado da cidade, onde aprendeu desenho técnico, tornando-se logo, um dos mais requisitados nessa área. Com a dupla de arquitetos José Monteiro Filho e Juraci Dórea continuou desenhista até o início dos anos 70, quando prestou vestibular em Salvador, cursando Artes Plásticas na Universidade Federal da Bahia (Ufba), até 1976. Em 1973, realizou sua primeira exposição individual, no Clube de Campo Cajueiro, em Feira de Santana, denominada “Realismo Fantástico”, que obteve repercussão imediata, tanto na parte comercial como na mídia especializada, recebendo citação em matéria da conceituada crítica Matilde Matos, do “Jornal da Bahia”. Paralelamente, em Salvador, trabalhou com vários arquitetos, entre eles Itamar Batista, Geraldo Gordilho, Luiz Humberto Carvalho e Neilton Dórea.   
Até o final dos anos 80, realizou dezenas de exposições individuais, participou de salões e coletivas, criou cartazes (duas vezes para a Micareta de Feira de Santana) e figurinos para teatro, decoração para eventos, murais, além de cenários para desfiles de moda e peças teatrais.   
Aos 30 anos de idade foi morar no Rio de Janeiro e, em 1982, mudou-se para São Paulo, onde abriu o atelier "Garagem 957" juntamente com a designer de joias Jeanette Pires. 
Em 1988, foi convidado pelo estilista Ney Galvão para mostrar seus quadros no programa "Veja o Gordo" e indicado pelo mesmo para ser cenógrafo no Sistema Brasileiro de Televisão (SBT).
Ele trabalhou dezesseis anos na emissora, até 2004, exercendo os cargos de assistente de Cenografia, cenógrafo, chefe de Cenografia, gerente de Contra-Regra, gerente de Cenografia & Contra-regra, gerente de Cenografia & Figurino e como coordenador de Cenografia & Figurino. 
Vitimado por um câncer, ele voltou para Feira de Santana em dezembro de 2004, depois de ter se submetido a uma delicada cirurgia. Nesta cidade, fez tratamento de quimioterapia e radioterapia. Realizou a que seria sua última exposição, "Faces", de desenhos, na Galeria de Arte Carlo Barbosa. Em setembro de 2005, com o recrudescimento da doença, ele voltou para São Paulo, onde faleceu em 1º de janeiro de 2006. Seu corpo veio para Feira de Santana, onde foi sepultado no dia seguinte, 2 de janeiro, no Cemitério Piedade.
A Fundação Carlo Barbosa lançou em 13 de dezembro de 2012 um álbum sobre o artista, assim como sobre Marcus Moraes, dando continuidade ao projeto "Memórias - Pintores de Feira de Santana", que já contemplou os artistas plásticos Carlo Barbosa (in memoriam), Gil Mário, Cesar Romero, Leonice Barbosa e Juraci Dórea.

"Câmara suspende atividades, não suas despesas"

A suspensão das atividades da Câmara, decidida pelo presidente interino Waldir Maranhão (PP-MA), não foi seguida da suspensão das despesas rotineiras dos parlamentares e seu staff. Ganhando R$ 33,7 mil por mês, mais R$ 92 mil de verba de gabinete e R$ 45,6 mil de "cota para o exercício parlamentar", cada deputado custa R$ 171,4 mil por mês (R$ 5,7 mil por dia) à Câmara, apareça ou não para trabalhar.
Tudo como antes
Também não foram suspensos os gastos dos deputados com celulares, passagens aéreas, restaurante, selos, combustíveis, que pagamos.
Proteção amiga
Maranhão suspendeu as atividades dos deputados, como antecipou esta coluna, para não ter de votar a cassação de Eduardo Cunha.
Deboche
Miro Teixeira (Rede-RJ) está indignado com a suspensão de atividades à revelia dos deputados, que serão cobrados. "É um deboche", ataca.
Faltou respeito
"Ele não tem respeito por ninguém", diz Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ) sobre Maranhão, alguém sem condição de presidir a Câmara.
Fonte: Claudio Humberto


terça-feira, 28 de junho de 2016

Marialvo Barreto trata de duas questões conectadas



Por Marialvo Barreto

1. Salvador, uma metrópole com praticamente 
uma única via de entrada e saída, a BR 324
A Região Metropolitana de Salvador, no censo de 2010, apresentou uma população de 3.573.973, sendo que apenas a cidade de Salvador contabilizava 2.675.656 habitantes, com uma taxa de crescimento anual de 1,7% a.a, empatando com Recife neste quesito.
Hoje, em 2016, fala-se em mais de 4 milhões na Região Metropolitana e Salvador se aproxima dos 3 milhões de habitantes.
Esta Região Metropolitana, densamente povoada, tem poucas vias de entrada e saída, tais como a Estrada do Coco, a Via Parafuso, a travessia da Bahia de Todos os Santos para a Ilha de Itaparica – via Nazaré, e a BR 324. Esta última é indiscutivelmente a principal.
Vou relatar aqui apenas a situação de tráfego na BR 324, Leste e Oeste. A pista leste é a de chagada na Região Metropolitana, a oeste é a via de saída da Capital, para o acesso a quase todo o interior da Bahia e outros Estados da Federação.
Pois bem, com toda esta importância da BR 324, as pistas Leste e Oeste dispõem apenas de duas faixas cada, para o rolamento do tráfego, transformando a vida de quem precisa entrar ou sair de Salvador em um teste de paciência sem limites, devido aos constantes engarrafamentos nos horários de pico (todos os dias), nas sextas-feiras em qualquer horário, nas vésperas dos feriados e no retorno destes.
Apenas para ilustrar: No dia 22 de junho de 2015, pré-véspera do São João, eu sai de Salvador às 18h30 e cheguei em Feira de Santana, onde resido, no dia seguinte, na madrugada do dia 23, quando os relógios marcavam 1h30. SETE HORAS DE VIAGEM PARA PERCORRER 108 KM.
 Tem sido assim em todos os feriados, gastando-se de 4 a 7 horas de viagem entre as duas maiores cidades do Estado.
A solução é bastante conhecida, mas colocada em silêncio pelas autoridades, reaparecendo o assunto apenas em épocas eleitorais. Trata-se da sua duplicação da BR 324, para que tenhamos QUATRO PISTAS DE ROLAMENTO DE TRÁFEGO no sentido Leste e QUATRO no sentido Leste.
2. A privatização errada da BR 324, 
um presente o Estado brasileiro para a Via Bahia
O Estado Brasileiro entregou à Via Bahia uma pista duplicada com problemas de buracos, com acostamento precário, e mato em suas margens.
A Via Bahia até agora tem feito remendos na pista, operações tapa-buracos, roçagem do mato no canteiro central e laterais, dando um aspecto melhor à pista. São coisas importantes, mas de menor volume de investimentos. No entanto, os seus equipamentos mais modernos nesta via são as duas praças de pedágio, para arrecadar.
Estas duas praças foram feitas em tempo recorde, com a pista cheia de buracos e desníveis. Mesmo sem concluir as melhorias ela passou a arrecadar.
A PRIVATIZAÇÃO FOI ERRADA PORQUE NÃO FOI OBJETO DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARA O TRANSPORTE NO ESTADO. Se já tínhamos uma pista duplicada, que precisava de manutenção, e tínhamos conhecimentos da saturação do tráfego da BR 324, devido ao número excessivo de veículos que ali transita, A PRIVATIZAÇÃO SÓ SE JUSTIFICARIA SE FOSSE PARA DUPLICAR ESTA BR, começando imediatamente a obra após o certame licitatório, para construção de quatro pistas de rolamentos no sentido Leste e quatro do sentido Oeste, para dar solução aos problemas dos engarrafamentos.
Como isto não foi licitado desta forma, a Via Bahia recebeu um presente do Estado Brasileiro, pronto para instalar as máquinas arrecadadoras, e o foi o que ela fez imediatamente com as duas praças de pedágio.
Resultado: Os baianos estão pagando o preço deste erro proposital, sofrendo e perdendo tempo na BR 324. Está mais fácil sair do interior da Bahia e ir à Brasília do que ir à sua capital, Salvador.
Marialvo Barreto é geógrafo e professor

Épico de amor e traição: "Sansão e Dalila"



Assista ao trailer


Victor Mature e Hedy Lammar 
Reprodução

"Sansão e Dalila" (Samson and Delilah), de Cecil B. De Mille, 1949, o quarto filme que assisti. Foi em 1955, com sete anos de idade, no Cine Íris - ou no Plaza. Depois, foi revisto no Cine Timbira, em meados dos anos 70. De quando em vez faço revisão, em DVD da minha coleção, com a constatação de que realmente é um filme que pode ser considerado clássico, um épico que conta uma história de amor e traição, baseada em texto bíblico do Velho Testamento, no livro de Juízes.
Os cenários são magníficos e impressionam pela suntuosidade, 67 anos depois de realizado. São desses filmes que valem a pena ver de novo.
O filme ganhou dois Oscar, nas categorias de Melhor Direção de Arte (Hans Dreier e Walter H. Tyler) e Melhor Figurino (Edith Head, Dorothy Jeakins, Elois Jenssen, Gile Steele e Gwen Wakeling). Foi também indicado em três outras categorias: Melhor Fotografia (George Barnes), Melhor Trilha Sonora (Victor Young, que inclui a maravilhosa "For To Win a Bride", o tema de Dalila) e Melhores Efeitos Especiais.
Victor Mature faz o papel de Sansão e a belíssima Hedy Lammar o de Dalila. Ainda no elenco: George Sanders, Henry Wilcoxon, Ângela Lansbury, Olive Deering, Russ Tamblyn, Julia Faye e Fay Holden.

Depois do MAP, Jorge Magalhães lança "A República do Mangue" na 14ª Festa Literária Internacional de Paraty

Também presente na 24ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo

Jorge Magalhães com a esposa Selma e os  filhos Jorge Mahatma e Clara Morena: Rumo à 14ª Flip
Foto: Arivaldo Públio 

O jornalista e escritor feirense Jorge Magalhães embarcou, na madrugada desta terça-feira, 28,  para o Rio de Janeiro, onde vai participar da 14ª Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), que transcorrerá entre esta quarta-feira, 29, e domingo, 3 de julho, dando continuidade ao lançamento de "A República do Mangue", seu  romance de estreia, editado em Lisboa, pela Chiado Editora, lançado no dia 17 passado,  numa noite cultural memorável, no Mercado de Arte Popular de Feira de Santana.
Este ano a homenageada da Flip será  a poeta Ana Cristina Cesar (1952-1983), expoente da geração Poesia Marginal, que também se dedicou à crítica literária, tendo traduzido Emily Dickinson, Sylvia Plath e Katherine Mansfield.
A exemplo das edições anteriores, a expectativa da curadoria da Flip é de que, para a histórica e bucólica cidade litorânea da Linha Verde fluminense, milhares de visitantes brasileiros e estrangeiros, entre autores e literatas, editores e editoras se façam presentes na mostra.  
Além do aporte logístico da Chiado Editora, Jorge Magalhães está sendo assessorado pelos  filhos Jorge Mahatma e Clara Morena, além da sua esposa, a pedagoga Selma Magalhães.
Único autor feirense a marcar presença na Flip, Jorge Magalhães  pretende participar do maior número possível de exposições, oficinas e palestras, interagindo com os principais atores e protagonistas que circulam neste importante evento da cultura nacional,  evidenciando o nome de Feira de Santana e da Bahia.
24ª Bienal de São Paulo
A convite da Chiado Editora,  ele também estará presente na 24ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, mostra que ocorrerá entre os dias 26 de agosto a 4 de setembro, no Pavilhão  Anhembi. A  sessão de autógrafo de "A República do Mangue", tem  previsão de uma hora de duração, e ocorrerá no dia 3 de setembro, no pavilhão 10,  a partir das 11 horas.  

"Entenda porque você, não, deve adquirir uma franquia"



"Entenda porque você, não, deve adquirir uma franquia" é o evento gratuito ministrado por Ito Siqueira (Foto: Divulgação), com uma hora de duração, no dia 13 de julho, entre 20 e 21 horas.
Muitos pensam que adquirir uma franquia é sinônimo de aposentadoria. É como se o negócio fosse funcionar sozinho por pertencer a um negócio que já é sucesso. Mas a prática é bem diferente dessa realidade. O sistema de franquia é muito bom e está em franco crescimento, mas é importante entender o seu funcionamento para poder aproveitar ao máximo tudo o que tem a oferecer.
Programa:
- Entendendo o sistema de franquia
- Aprenda com experiências vividas por ex-franqueado
- Passos para adquirir uma franquia
- Como ter sucesso como franqueado
Quem é o palestrante
Professor Ito Siqueira é administrador de empresas, especialista em Marketing, mestre em Administração, consultor de varejo e negócios. Atuou como gestor em empresas de varejo. Foi diretor de treinamento da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL). É credenciado pela Ryerson University/CDL BH para ministrar o curso “Conquiste a Fidelidade do Cliente” do Retail Smarts. Professor universitário na área de marketing e vendas. Palestrante e instrutor de cursos. Diretor e consultor da DSC Gestão.


Charge de Sponholz



segunda-feira, 27 de junho de 2016

Morre ator Bud Spencer




O ator italiano Bud Spencer (Foto) morreu aos 86 anos, nesta segunda-feira. Ele se tornou muito popular ao fazer dupla com Terence Hill (Mario Girotti) nos westerns spaghettis da série Trinity dos anos 60 e 70 e em comédias de aventuras. Estreou com uma guarda imperial no épico "Quo Vadis", em 1951, com seu verdadeiro nome, Carlo Pendersoli.
Filmografia

"Dirceu, Vargas e Vaccari: no Brasil de 2016, o PT não tem futuro; só um passado que leva à cadeia"



Por Reinaldo Azevedo
O Diretório Nacional do PT vai se reunir nos dias 18 e 19 de julho. Sobre a mesa, estará uma proposta: o partido assume a responsabilidade por desvios praticados pelos ex-altos dirigentes que estão presos. O que estes ganhariam com isso? Ainda é incerto. As condenações, por ora, são de primeira instância. Nas etapas seguintes, pode-se tentar um abrandamento da pena. Uma coisa é certa: João Vaccari Neto, José Dirceu e André Vargas acham que o PT não pode continuar repetindo o mesmo discurso. A ser assim, eles vão apodrecer na cadeia, condenados, respectivamente, a 24 anos, 23 anos e 14 ano. Por enquanto. Ainda há processos que não foram concluídos, inquéritos que serão abertos, denúncias que vão ser oferecidas… A coisa vai longe.
É claro que o fantasma é a delação premiada, que qualquer um deles pode fazer a qualquer tempo, segundo define a lei. Ainda que não haja exatamente uma ameaça, a possibilidade existe. E, à diferença do que se diz por aí, não é José Dirceu o mais indignado, mas justamente Vaccari. Ele tem sobre si mesmo uma avaliação que coincide com a da cúpula do PT: fez o que fez em benefício do partido, nunca para obter vantagens pessoais. Dirceu e Vargas são vistos com certa suspeição. Os Altos Companheiros acham que eles misturaram as coisas e também atuaram em seu próprio benefício.
Vocês sabem como é a ética companheira, né? Assaltar o povo brasileiro em benefício pessoal é coisa de ladrões; fazê-lo em nome da causa compõe a têmpera dos heróis…
Outros tempos
Delúbio Soares, o tesoureiro flagrado no mensalão, matou todas as bolas no peito e nunca apontou o dedo para ninguém. Eram outros tempos. Não se sabia ao certo que encaminhamento a coisa teria no Supremo - hoje, já está claro que a corte máxima do país manda, sim, figurão para a cadeia. Mais: não houve delações premiadas naquele caso. O procedimento assumiu a atual configuração com a Lei 12.850, de 2013. Aliás, vejam a ironia, Dilma já atacou a lei que ela própria sancionou.
Por que isso é importante? É evidente que há o efeito psicológico, não é? Bandidos confessos, como é o caso de Sérgio Machado, que admitem desvios de mais de R$ 100 milhões, terão uma velhice tranquila. O cara vai ficar três anos em prisão domiciliar, numa mansão, cercado de conforto. E o mesmo vai se dar com outros que decidiram colaborar. Dirceu e Vaccari correm o risco de morrer na cadeia. Em nome do quê?
Essa é outra pergunta importante. Em 2005 e nos anos seguintes, o PT ainda parecia um partido com futuro - e tinha mesmo, como demonstra a história. E hoje? Vaccari, Vargas e Dirceu vão posar de mártires de uma causa que já não existe nem na crença do militante mais fanático? O petismo, para amplos setores da sociedade brasileira, e por justas razões, virou sinônimo de banditismo. Vale a pena amargar uma velhice solitária e desmoralizada por isso?
PT dividido
O PT está dividido a respeito da possibilidade de assumir a responsabilidade. Há gente como Rui Falcão, por exemplo, que vive o que a psicanálise poderia definir como fase de negação. Não admite falar em culpa porque, ora vejam, ele não consegue saber onde está o crime - sinal de que achava normal toda a safadeza que veio a público. Outros ponderam que um homem como Vaccari não pode ficar na mão - e é, diga-se, o que sua família também acha.
Lula e seus entorno também não querem nem ouvir falar nas culpas do partido. Acham que é o caminho mais curto para que ele próprio vá parar na cadeia. Afinal, se a estrutura partidária admitir os crimes, admite-se também o que para muita gente já é óbvio hoje: não havia como Lula não saber. O problema é que assumir as falcatruas abrirá caminho para novas investigações.
Quem sou eu para dar conselho a petistas, não é? Uma coisa é certa: ou Vaccari, Dirceu e Vargas fecham acordos de delação premiada ou vão mofar na cadeia. O Brasil de 2016 não é mais o de 2005, aquele no qual o PT conseguiu recuperar a sua reputação e se eleger para a Presidência da República mais três vezes.
No Brasil de 2016, o PT não tem mais futuro. Tem apenas um passado que leva à cadeia.
Fonte: "Blog Reinaldo Azevedo"