Terceira semana

Terceira semana
No Orient Cineplace Boulevard - 18h50

*

*

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Filmes em Exibição no Orient Cineplace Boulevard

Semana até 27 de setembro de 2017

LANÇAMENTOS NACIONAIS
DIVÓRCIO de Pedro Amorim, 2017. Com Murilo Benício, Camila Morgado e Sabrina Sato. Comédia. Julio e Noeli enriquecem quando o molho de tomate Juno, criado pelo casal, torna-se um sucesso. Mas a rotina distancia o casal e eles se separam. Para defender o patrimônio, cada um tenta achar o melhor advogado para si, o que gera um processo de divórcio cheio de confusões. Não recomendado para menores de 12 anos. Duração: 104 minutos. Horários: 15 horas, 17h10, 19h20 e 21h30. Sala 4 (261 lugares).
O ASSASSINO: O PRIMEIRO ALVO (American Assassin), de Michael Cuesta, 2017. Com Dylan O’Brien, Michael Keaton, Sanaa Lathan e Shiva Negar. Thriller. Stan Hurley, veterano da Guerra Fria, recebe sua tarefa mais complexa enquanto agente de treinamento da CIA quando o seu superior ordena que treine um ex-soldado das forças especiais, Mitch Rapp, cujo estado psicológico está devastado após a morte de sua noiva. Não recomendado para menores de 16 anos. Duração: 113 minutos. Horários: 13h50 e 18h20, com cópia dublada, e 20h50, com cópia legendada. Sala 3 (165 lugares)
CONTINUAÇÕES
AMITYVILLE: O DESPERTAR (Amityville: The Awakening), de Franck Khalfoun, 2017. Taylor Spreitler, Cameron Monaghan e Jennifer Jason Leigh. Terror. Uma jovem jornalista decide fazer uma reportagem para revelar todos os acontecimentos de Amityville, desde 1976. Ela chega ao local acompanhada de padres, outros jornalistas e investigadores de atividades paranormais. Ela não contava que os fenômenos de antes voltariam a ocorrer. Em segunda semana. Cópia dublada. Não recomendado para menores de 14 anos. Duração: 88 minutos. Horários: 14 horas, na Sala 1 (240 lugares), 15h20 e 19h40, na Sala 2 (158 lugares).
POLÍCIA FEDERAL: A LEI É PARA TODOS, de Marcelo Antunez, 2017. Com Antonio Calloni, Marcelo Serrado, Flavia Alessandra e Ary Fontoura. Thriller. A história da Lava Jato a partir da ótica do delegado Ivan e de sua equipe da Polícia Federal, em conjunto com a força-tarefa do Ministério Público Federal, do seu início até março de 2016. Os bastidores da investigação que abalou empreiteiras e o primeiro escalão da política brasileira. A maior e mais bem-sucedida ação de combate à corrupção da história do país. Mostra ainda o papel decisivo da Justiça para que a investigação não fosse destruída pelas forças políticas envolvidas. Em terceira semana. Não recomendável para menores de 12 anos. Duração: 107 minutos. Horário: 18h50. Sala 1.
IT A COISA (It), de Andy Muschietti, 2017. Com Bill Skarsgard. Terror. Quando as crianças começam a desaparecer na cidade de Derry, no Maine, elas se unem para atacar Pennywise, um palhaço malvado, cuja história de assassinato e violência remonta há séculos. Em terceira semana. Cópia dublada. Não recomendado para menores de 16 anos. Duração: 134 minutos. Horários: 16 horas e 21h10. Sala 1.
FEITO NA AMÉRICA (Made in America), de Doug Liman, 2017. Com Tom Cruise, Domhnall Gleeson e Sarah Knight. Thriller de ação. Barry Seal é um piloto de avião que trafica drogas e armas para o cartel de Medellín. Ele é recrutado pela CIA e torna-se agente duplo. Em segunda semana. Cópia dublada. Não recomendável para menores de 16 anos. Duração: 115 minutos. Horários: 13 horas, 17h20 e 21h40. Sala 2 (261 lugares).
EMOJI - O FILME (The Emoji Movie), de Tony Leondis, 2017. Animação. Textopolis é a cidade onde os emojis favoritos dos usuários de smartphones vivem e trabalham. Lá, todos eles vivem em função de um sonho: serem usados nos textos dos humanos. Estão acostumados a ter somente uma expressão facial - com exceção de Gene, que nasceu com um bug em seu sistema, que o permite trocar de rosto através de um filtro especial. Determinado à se tornar um emoji normal como os outros, ele vai encarar uma jornada fantástica através dos aplicativos de celular mais populares desta geração. Em quarta semana. Classificação: Livre. Cópia dublada. Duração: 92 minutos. Horário : 16h20, na Sala 3.
LINO, de Rafael Ribas, 2017. Animação. Um jovem ganha a vida como animador de festas infantis. Cansado da rotina maçante e cheia de acidentes, ele busca ajuda mística para mudar de vida. Em terceira semana. Classificação: Livre. Duração: 93 minutos. Horário: 13 horas. Sala 4.
ENDEREÇO E TELEFONES
Orient Cineplace Boulevard - Multiplex do Boulevard Shopping, telefax 3225-3185 e telefone 3610-1515 para saber informações sobre programas e horários.
(Com informações do Departamento de Marketing de Orient Cinemas)

Nos cinemas: as impactantes conclusões da pesquisa de Lee Strobel sobre a vida de Jesus Cristo



Jornalista investiga ressurreição de Cristo em filme imperdível para cristãos e ateus
Por Rodney Eloy
Para salvar seu casamento, um ateu tenta provar se Cristo realmente era o filho de Deus na adaptação cinematográfica do bestseller "Em Defesa de Cristo". O drama cristão está enviando ondas de choque religiosas em toda parte. Mas qual é a verdadeira história por trás do filme "Em Defesa de Cristo", que teve estreia em 14 de setembro, no Brasil? Vamos investigar.
O filme
Vale citar o parecer do arcebispo de Washington, Donald William Wuerl: "'Em Defesa de Cristo' nos convida e nos envolve através de uma experiência intelectual e uma jornada de fé. Começa com a esperança de refutar a história de Jesus, a Cruz e a Ressurreição, e termina apenas por encontrar o poder redentor do amor de Deus".
Lee Patrick Strobel, formado em jornalismo pela Universidade de Missouri e mestre em Direito pela Universidade de Yale, foi  jornalista investigativo premiado e editor do 'Chicago Tribune'. Ateu militante, Strobel aplica suas habilidades jornalísticas e jurídicas para tentar refutar a nova fé cristã de sua esposa, Leslie, causa de problemas em seu casamento, à medida que Leslie se move cada vez mais para uma vida cristã. O relacionamento dos dois, outrora forte, enfrenta grandes obstáculos devido ao ressentimento de Lee diante da fé de Leslie. Ele passa a ver Jesus Cristo como "o outro homem" da relação, e com isso descreve o momento tumultuado que enfrenta. No entanto, perseguindo a maior história da sua carreira, ele se defronta com resultados inesperados que podem mudar o que ele acreditava ser a verdade. E a jornada investigativa de Strobel termina por alterar os rumos da sua vida. Depois de completar uma pesquisa minuciosa após quase dois anos, ele encontra as evidências históricas de Jesus, e então encontra a fé em Cristo.
"Passei toda a minha carreira como jornalista, descobrindo a verdade, até o dia em que minha esposa me apresentou a maior história da minha vida", explicou Strobel, que também é o produtor do filme.
"Em Defesa de Cristo" (The Case For Christ), 2017, é dirigido por Jon Gunn. Mike Vogel ("Under the Dome") interpreta Strobel e Erika Christensen ("Parenthood") como Leslie. Faye Dunaway, vencedora do Oscar, interpreta uma psicóloga que Strobel visita durante sua investigação.
Conhecendo um pouco da obra que deu origem ao filme
"Lee Strobel faz perguntas que um cético ferrenho faria e oferece respostas convincentes a todas elas. Todo pesquisador deve ter e estudar este livro." Phillip E. Johnson (Escritor e Professor de Direito da Universidade da Califórnia)
O autor rejeita respostas forjadas ou simplistas e apresenta apresenta o testemunho de dezenas de especialistas dentre os mais conceituados do mundo, onde analisa as seguintes evidências:
- Históricas: Temos documentos confiáveis sobre a vida, os ensinos e a ressurreição de Cristo?
- Científicas: Existe fundamentação arqueológica para os relatos sobre Cristo? Ele operou milagres?
- Psiquiátricas: Cristo realmente afirmou ser Deus? Qual a prova de que ele se enquadra no perfil de Deus?
- Digitais: O que a profecia bíblica tem a dizer a respeito de Cristo?
- E outras: A morte de Cristo, o corpo não encontrado, os relatos de testemunhas oculares sobre encontros com ele.
Sumário:
Introdução: Reabrindo a investigação de toda uma vida
Parte 1: Analisando os dados
1. As provas das testemunhas oculares. Pode-se confiar nas biografias de Jesus? com o Dr. Craig Blomberg
2. Avaliando o testemunho ocular: As biografias de Jesus resistem à investigação minuciosa? com o Dr. Craig Blomberg
3. A prova documental: as biografias de Jesus foram preservadas de modo confiável? com o Dr. Bruce Metzger
4. A prova corroborativa: Existem evidências confiáveis a favor de Jesus além de suas biografias? com o Dr. Edwin Yamauchi
5. A prova científica: a arqueologia confirma ou contradiz as biografias de Jesus? com o Dr. John McRay
6. A prova da contestação: O Jesus da História é o mesmo Jesus da fé? com o Dr. Gregory Boyd
Parte 2: Analisando Jesus
7. A prova de Identidade: Jesus estava realmente convicto de que era o Filho de Deus? com o Dr. Ben Witherington
8. A prova psicológica: Jesus estava louco quando afirmou ser o Filho de Deus? com o Dr. Gary Collins
9. A prova do perfil: Jesus apresentou os atributos de Deus? com o Dr. D. A. Carson
10. Prova das impressões digitais: Jesus - e só ele - enquadra-se no perfil de Messias? com Louis Lapides, Th.M.
Parte 3: Pesquisando a ressurreição
11. A prova médica: A morte de Jesus foi uma fraude e sua ressurreição, um logro? com o Dr. Alexander Metherell
12. A prova do corpo desaparecido: o corpo de Jesus realmente desapareceu do túmulo? com o Dr. William Lane Craig
13. A prova das aparições: Jesus foi visto vivo depois de sua morte na cruz? com o Dr. Gary Habermas
14. A prova circunstancial: existem fatos secundários que apontam para a ressurreição? com o Dr. J. P. Moreland
Conclusão: O veredicto da História : O que as provas indicam - e o que elas significam hoje?
Referência:
Strobel, Lee. Em Defesa de Cristo: um jornalista ex-ateu investiga as provas da existência de Cristo. São Paulo: Vida, 2017.
Rodney Eloy, bibliotecário, é aluno do Seminário de Filosofia de Olavo de Carvalho e colaborador do Mídia Sem Máscara na redes sociais.


Marketing do Futuro abre Semana de Inovação



Programação oferecida pelo Sebrae
é gratuita e segue até esta quinta-feira

Como encantar clientes através do marketing foi o tema de abertura da Semana de Inovação, ação do Sebrae que segue até a quinta-feira, 21, em Feira de Santana. Ministrada por Fernando Kimura, um dos principais especialistas em neuromarketing no Brasil, a palestra "Marketing do Futuro, Como Entrar na Cabeça do Consumidor" apresentou estratégias para o empresário chamar a atenção para a sua marca utilizando novas dinâmicas de comunicação.
Segundo Kimura, nosso cérebro segue padrões inconscientes, movido por emoções, sensações e memórias. Logo, as empresas devem atuar no inconsciente do consumidor, que é responsável pelas decisões de compra, e, a partir disso, criar uma conexão com o cliente. Linguagem, sons, imagem e cores são pontos-chave dessa relação. "Construindo o que chamamos de engajamento emocional", disse Kimura, ao explicar a relação entre marca e consumidor.
Rejane Garcia, dona de uma loja de moda feminina, ficou sabendo da Semana de Inovação ao acessar a Loja Virtual do Sebrae Bahia. Interessada em participar, levou as amigas Neide Rocha e Gislane Suzart, que atuam em salão de beleza da cidade, para a programação. Animadas, todas pretendem aplicar o conhecimento adquirido em seus empreendimentos. "Estas oportunidades são muito enriquecedoras. Fizemos anotações relevantes para cada perfil de negócio e vimos que dá pra aplicar as dicas que ele deu", disseram.
Participando de um evento do Sebrae pela primeira vez, o empreendedor Miguel Júnior, que possui uma confeitaria e oferece serviços online, também promete utilizar as dicas que aprendeu. "Como o meu negócio é virtual, vim em busca de conhecimentos para inovar, e foi fantástico. É interessante ver que estímulos ao cérebro podem ser aplicados através do marketing para alavancar nosso produto", pontuou.
Nesta quarta-feira, 20, a Semana traz ainda o tema "Boas Práticas na Manipulação de Alimentos", em capacitação voltada para o microempreendedor individual (MEI); um painel sobre "Soluções e Ferramentas de Inovação do Sebrae e Sistema Fieb"; a palestra "Startup, da Ideia à Inovação", e uma clínica tecnológica abordando "Inovação na Contagem de Estoques". 
Estande no Boulevard Shopping 
Um estande no Boulevard Shopping fica montado até a quinta-feira para orientar e oferecer soluções de inovação aos empreendedores locais. "É uma ideia pioneira. Trouxemos Agentes Locais de Inovação (ALI), que foram escalados para apresentar as soluções Sebrae, como o Sebraetec", pontuou o gestor do Sebrae Bahia, Eduardo Simas. Além disso, está sendo oferecido atendimento especial em parceria com as instituições que compõem o sistema S (Sebrae, Sesi, Senai e IEL), que apresentam os seus projetos de inovação.
Para o gestor, a abertura do evento superou as expectativas. "Tínhamos disponibilizado 130 vagas, mas abrimos vagas extras para atender ao público, chegando a cerca de 200 pessoas aqui, sendo muitas empresas. A cada ano consolidamos mais a Semana de Inovação de Feira de Santana", destacou Eduardo.
Também estiveram presentes na abertura da Semana de Inovação o gerente regional do Sebrae em Feira de Santana Isailton Reis; gerente do IEL Unidade Norte Nordeste Tatiane Caribé; coordenador do Programa Feira Empreende João Baptista Ferreira; gerente do Sesi Luiz Figueiredo Pinto Filho; e Liliane Gusmão, representando o gerente da uniodade do Senai Antonyony de Jesus Santana. Este ano, o evento conta com a parceria do Sistema Fieb e também do Programa Feira Empreende. 
Confira a programação para a quinta-feira, 21: 
Hotel Ibis 
Palestra: "Design Thinking na Prática: Venha Desenvolver Soluções Inovadoras"
Metodologia IEL
Horário: 16 às 19 horas 
Palestra: "Marketing Pessoal nas Redes Sociais"
Com Luane di Paulo
Horário: 19h30 às 20 horas 
Palestra: "Como Criar Negócios Altamente Lucrativos Através do Marketing Digital"
Horário: 20h30 às 21h30
(Com informações de Vivian Rodrigues, da Agência Sebrae de Notícias Bahia)

José Ronaldo apto para votar



O prefeito José Ronaldo esteve nesta quarta-feira, 20, no Fórum Eleitoral de Feira de Santana, onde foi atendido e fez seu recadastramento biométrico, após o devido agendamento, no Cartório da 154ª Zona Eleitoral.
"O recadastramento biométrico é obrigatório e lembro ao eleitor que não deixe de realizar o procedimento", recomendou em sua página no Facebook. 

Lula vira réu pela sétima vez

O juiz federal Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal do Distrito Federal (MPF), aceitou na terça-feira, 19, denúncia do Ministério Público Federal  e colocou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pela sétima vez no banco dos réus. O petista vai responder pelo crime de corrupção passiva por, supostamente, ter participado da "venda" da Medida Provisória (MP) 471, de 2009, que prorrogou os incentivos fiscais para montadoras instalavas nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. O caso é investigado na Operação Zelotes.
A denúncia recebida por Vallisney é assinada pelos procuradores Frederico Paiva e Hebert Mesquita e, além de Lula, acusa o ex-ministro Gilberto Carvalho, os lobistas Mauro Marcondes e Alexandre Paes dos Santos, o APS, o ex-conselheiro do Carf José Ricardo da Silva e os executivos Carlos Alberto de Oliveira Andrade e Paulo Arantes Ferraz em suposta corrupção na aprovação da medida provisória, editada no segundo mandato do ex-presidente e transformada em lei em 2010
Segundo o MPF, a empresa Marcondes e Mautoni Empreendimentos, de Mauro Marcondes, representava os interesses da Caoa (Hyundai) e da MMC Automotores (Mitsubishi do Brasil) e teria oferecido 6 milhões de reais a Lula e Carvalho. O dinheiro seria destinado ao financiamento de campanhas do PT. Como prova dos repasses indevidos, o MPF elencou uma série de troca de mensagens e anotações apreendidas com os alvos da Operação Zelotes. 
Fonte: http://veja.abril.com.br

Campanha



Enquete no site 'Diário do Poder', já com mais de 3.500 votantes, sobre quem será eleito presidente em 2018, Jair Bolsonaro lidera com 24%, seguido de João Dória (19%) e Álvaro Dias (16%). Em 4º, Alckmin (12%) e Lula em 5º, com (11%). Marina tem 8% e Ciro 7%.
Fonte: Cláudio Humberto

Distinção

Entre os contemplados pela Ordem Municipal do Mérito de Feira de Santana, está Simone Savegnago responsável pela publicação dos atos oficiais no "Diário Oficial Eletrônico do Município de Feira de Santana". Ela recebeu a distinção no grau de Oficial das mãos do prefeito José Ronaldo, grão-mestre da Ordem (Foto: Washington Nery).

Feirense eleito presidente da CNA

O pecuarista feirense João Martins da Silva Junior (Foto: Reprodução) - com fortes laços com Feira de Santana - foi eleito na terça-feira, 19, como presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), recebendo apoio de todas as 27 federações do país. Ele ficará à frente da CNA pelos próximos quatro anos. 
João Martins - seu pai denomina o Parque de Exposição João Martins da Silva - tem mais de 50 anos de atividade ligada à área pecuária. Ele também é presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia (Faeb) e é acionista e presidente da Agropecuária João Martins S/A.

terça-feira, 19 de setembro de 2017

4.000.000 de visualizações



Desta terça-feira, 19, para a quarta-feira, 20, o Blog Demais chega a quatro milhões de visualizações, segundo estatística do Blogger. Nenhum outro blog revela dado como esse.

Trailer de "O Assassino: O Primeiro Alvo"


Assista

Trailer de "O Assassino: O Primeiro Alvo", que tem lançamento nacional nesta quinta-feira, 21, no Orient Cineplace Boulevard.

Trailer de "Divórcio"


Assista
Trailer da comédia "Divórcio", que tem lançamento nacional nesta quinta-feira, 21, no Orient Cineplace Boulevard.

Thriller e comédia nas telas




1. Dylan O'Brien e Michael Keaton  em "O Assassino: O Primeiro Alvo"
2. Murilo Benício e Camila Morgado em "Divórcio"
Fotos: Divulgação

No thriller "O Assassino: O Primeiro Alvo", Stan Hurley, veterano da Guerra Fria, recebe a tarefa de treinar um ex-soldado das forças especiais abalado psicologicamente em decorrência da morte de sua noiva. O filme de ação, não recomendado para menores de 16 anos, é uma das novidades desta 39ª semana, no Orient Cineplace Boulevard, a partir desta quinta-feira, 21.
A outra novidade é a comédia "Divórcio", de Pedro Amorim, com Murilo Benício e Camila Morgado mais Sabrina Sato. Julio e Noeli enriquecem quando o molho de tomate Juno, criado pelo casal, torna-se um sucesso. Mas a rotina distancia o casal e eles se separam. Para defender o patrimônio, cada um tenta achar o melhor advogado para si, o que gera um processo de divórcio cheio de confusões. 
O drama brasileiro "Polícia Federal: A Lei É Para Todos", de Marcelo Antunez, entra em terceira semana, mas somente em um horários, às 18h50. Conta a história da Operação Lava Jato a partir da ótica de um delegado e de sua equipe da Polícia Federal, em conjunto com a força-tarefa do Ministério Público Federal. Mostra ainda o papel decisivo da Justiça para que a investigação não fosse destruída pelas forças políticas envolvidas.
Mais continuações: o drama de ação "Feito na América", com Tom Cruise; o filme de terror "Amityville: O Despertar", ambos em segunda semana; Também continuam as animações "Emoji - O Filme", em quarta semana, e "Lino", em terceira semana, bem como o filme de terror "It A Coisa", em terceira semana.

"A esquerda fazendo arte"

Por Rodrigo Constantino
Na semana que passou, estive preocupado em me proteger do devastador furacão Irma, enquanto o Brasil falava da mostra "cultural" do Banco Santander. São imagens devastadoras também, ao menos para o cérebro das crianças (e elas estiveram na exposição, sem limite de idade). Tinha até pedofilia racista e zoofilia, um espetáculo de baixaria promovido com recursos públicos da Lei Rouanet.
A arte sempre teve um tom subversivo, e muitas vezes chegou a chocar. Mas eis a mudança na era pós-moderna: hoje tudo que choca é considerado arte. O intuito é só chocar, quebrar tabus, os poucos que restam. E se tudo é arte, nada é arte. Os "artistas" passaram a chamar lixo de arte, e isso é a morte da verdadeira arte.
Inúmeros brasileiros se revoltaram nas redes sociais, e milhares de correntistas do banco ameaçaram cancelar suas contas. O MBL assumiu a liderança de uma campanha contra a mostra, e o próprio Santander achou melhor encerrar a coisa, para desespero do curador, um sujeito ligado ao Psol, que defende a ditadura venezuelana.
Após a decisão do banco, teve começo uma campanha de difamação da esquerda organizada. O MBL passou a ser acusado de "nazista", uma ofensa aos judeus vítimas de Hitler. Boicote voluntário não é censura, e quem acabou com a mostra foi o próprio banco, percebendo que o tiro saíra pela culatra em termos de marketing de imagem.
A seletividade hipócrita da esquerda ficou exposta uma vez mais. O argumento de liberdade de expressão artística é claramente falso. Basta algumas comparações para deixar isso claro.
Enfiar uma cruz no ânus em praça pública é demonstração artística, mas desenhar uma charge de Maomé com bomba no turbante é uma ofensa gravíssima que justifica um atentado terrorista como resposta. Proibir com o uso do estado livros de Monteiro Lobato por racismo é reparação às injustiças passadas dos brancos malvados, mas boicotar voluntariamente uma mostra pornográfica com pedofilia e zoofilia bancada com verba pública é censura nazista de reacionário obscurantista.
Como não perceber a hipocrisia? O duplo padrão da esquerda salta aos olhos, e o destaque está no denominador comum de toda essa marcha das minorias oprimidas: demonizar o homem branco ocidental e o cristianismo. Alguém consegue imaginar a mesma turma de "intelectuais" falando em liberdade de expressão diante de um quadro com um Maomé gay sendo sodomizado por Trump?
Quando eu era moleque e fazia alguma besteira, minha avó falava que eu estava "fazendo arte", ou seja, aprontando. É a "arte" que a esquerda faz hoje: só porcaria! E para atacar os valores morais burgueses estão dispostos até a defender um banco internacional. Vale tudo para destruir o Ocidente "patriarcal".
Fonte: http://istoe.com.br/esquerda-fazendo-arte/

Designer feirense na Casa Cor Bahia


1. Designer Interiores Silvana Rosemberg
2. Quarto da Malu
Fotos: Divulgação

Na sua 22ª edição baiana, a Casa Cor 2017 recebeu nesta segunda-feira, 18, imprensa e convidados para apresentar a mostra.

Entre os destaques, o quarto do bebê, chamado "Quarto da Malu", extremamente funcional, para estimular a  criatividade da criança. Uma mini cama dossel, um Moisés, arandela em cristal rosa, objetos artesanais, fazem do quarto um encanto. 
A designer de interiores Silvana Rosemberg pensou nos mínimos detalhes para criar o quarto. "Tive a preocupação de fazer um ambiente que a criança brinque, se divirta junto aos pais num quarto aconchegante e funcional", afirma a única profissional de Feira de Santana que participa da Casa Cor 2017.
A abertura da Casa Cor Bahia será nesta quarta-feira, 20, e vai até dia 29 de outubro, de terça-feira a sábado, das 16 horas às 21h30 e aos domingos até às 21 horas, na avenida Marques de Leão, 317, Barra. O ingresso custa R$ 40,00.
(
Com informações de Lilia Campos)

"Prisão, nada"



As delações de uma centena de executivos da Odebrecht e OAS ainda não renderam a prisão do ex-presidente Lula. Já a delação de Joesley e seus cúmplices quase derrubaram o presidente Michel Temer.
Lula = seis Geddéis
Na sua delação, Marcelo Odebrecht confirmou que Antonio Palocci fez pedidos de dinheiro vivo à Odebrecht, que era retirado da conta "Amigo", de Lula. Os R$ 300 milhões correspondem a seis Geddéis.
Cadeia inevitável
As regras de asilo, em voga em todo o mundo, não beneficiam foragidos. Se Lula pedir asilo em embaixada "amiga", como defendem petistas, essas regras impedem salvo-conduto para ele deixar o Brasil.
Fonte: Cláudio Humberto

"Segunda denúncia terá menos votos que a primeira"



Líderes na Câmara avaliam que a segunda denúncia de Rodrigo Janot contra o presidente Michel Temer, bem mais fraca, será rejeitada com margem maior de votos. É o caso do secretário-geral do PSDB, deputado Silvio Torres (SP), experiente vice-líder do partido, e já no sexto mandato parlamentar. Para Torres, que falou na primeira pessoa, a impressão geral é a que a denuncia foi feita de maneira açodada.
Conexão
Parlamentares apontam como maior problema a tentativa de Janot de misturar supostos fatos do passado com a presidência Temer.
Blindagem
A 2ª denúncia, dizem os deputados, parece ignorar que a Constituição protege o presidente de processos sobre fatos pretéritos ao mandato.
Racha menor
Na primeira denúncia, o PSDB rachou ao meio. Desta vez, deverá se unir mais. E a tendência dos tucanos é rejeitar a nova acusação.
No muro
Os tucanos poderão definir uma posição partidária após o julgamento de recurso da defesa de Temer, nesta quarta-feira.
Fonte: Cláudio Humberto

Bombando nas bilheterias

O filme "Polícia Federal: A Lei É Para Todos", de Marcelo Antunez, continua bombando nas bilheterias no país. Está em sua segunda semana em exibição, inclusive em Feira de Santana, no Orient Cineplace Boulevard - às 15 horas, 19h15 e 21h30. Até domingo, 17, o filme foi visto por 840 mil espectadores e arrecadou R$ 13,5 milhões.

Editorial da "IstoÉ": "Lula, o recordista de processos"


4.7K
Por Carlos José Marques
Ele agora mudou de patamar. Coleciona novas peças acusatórias em ritmo quase semanal. É denúncia para todo lado. Neste início de mês já foram três consecutivas contra ele. Mesmo quem acompanha perdeu a conta. Como réu o líder petista figura em seis processos. Sentença de condenação também não falta: quase dez anos de cadeia o aguardam por um único dos malfeitos que cometeu. A ficha corrida do ex-presidente não é para qualquer um e sim digna de criminosos de alta estirpe. 
Mesmo assim ele insiste em posar de injustiçado, perseguido da lei. A lorota caiu por terra quando o parceiro de todas as horas, Antônio Palocci, deu com a língua nos dentes e relatou os esquemas nos quais Lula teria recebido a bolada de R$ 300 milhões como reserva técnica. Isso de apenas uma das empresas que lhe fazem gentilezas. Dinheirama sem fim além - é claro - de benesses imobiliárias e reformas na qualidade de mimos extras. Palocci figurava como homem da mais estreita relação e confiança de Lula. E nessa condição relatou com requintes de detalhes o caudaloso fluxo de corrupção em torno do antigo chefe e aliado. Haja lambança. 
Lula, por sua vez, para não fugir ao figurino habitual, comportou-se como um dissimulado de marca maior. Em escala ascendente, as suas reações contra quem o acusa - e já somam mais de 30 delatores entre empreiteiros, correligionários, operadores e amigos do calibre de Bumlai, Delcídio e quetais - soam inverossímeis, espetaculosas. Estariam todos mentindo, menos ele. Quem não se condói de tamanha crueldade? 
Há poucos dias disse ao juiz Moro, em mais um dos enésimos depoimentos, que prefere "a morte" a passar por mentiroso. Por essa ótica, o enterro já deveria ter ocorrido faz tempo. Lula mente com a cara de pau de um Pinóquio incorrigível. 
Na semana passada, quando confrontado com as evidências de propina dada a seu instituto, chegou ao limite de dizer que não participava da direção executiva da organização. Figurava somente como "presidente de honra". Em outras palavras, deixou entender que o Instituto Lula não é propriedade dele, Lula. Saibam todos de antemão. 
O cacique do pau oco debocha de qualquer circunstância. Mesmo as mais constrangedoras a ele. Cria ao seu redor espetáculos deprimentes. As passeatas recentes, organizadas durante as suas andanças pelos currais do Nordeste, reuniram meia dúzia de áulicos seguidores. Nada além. Situações anedóticas foram registradas. Tome-se, por exemplo, o comentário da presidente da agremiação petista e senadora, Gleisi Hoffman, ao tratar da devastadora paulada do antes festejado quadro partidário, Palocci. Ela alegou que o ex-ministro estava a serviço da CIA, agência de investigações americana. Patético, para dizer o mínimo. Os petistas perderam o senso de ridículo. Apegam-se a qualquer lorota em busca da única tábua de salvação que enxergam: a candidatura presidencial de Lula como saída para livrá-lo do xilindró. Lula quer travestir-se de candidato e dessa maneira fugir da condição de investigado. 
Seria deveras inacreditável a situação de uma chapa a presidente encabeçada por um dos mais encalacrados malfeitores políticos de que se tem notícia, o "chefe da quadrilha", como denominam procuradores federais. Imagine, caro leitor, o bizarro contexto desse personagem concorrendo, repleto de processos, condenações em vias de segunda instância, provas de corrupção em profusão (quatro discos rígidos referentes a pagamentos clandestinos na Suécia em seu nome também acabam de ser entregues à PF) e novas falácias em campanha? 
Mais grave: na eventualidade de sair vencedor das urnas, Lula teria de apresentar-se ao Planalto com a sua ficha corrida que, entre outras razões a impedi-lo de tomar posse, esbarra diretamente na Constituição. Em um dos artigos está prevista a proibição a qualquer brasileiro de assumir a presidência da República tendo pendências com a Justiça. Surrealismo além da conta. É aconselhável acreditar no bom senso dos senhores magistrados para evitar tamanha patacoada. 
Lula, pela ordem natural das coisas, já está fora da corrida a Brasília - a não ser que escolha a Papuda. O próprio partido estuda alternativas. Quanto ao faroleiro-mor dos contos da carochinha, nada mais restará que o cumprimento de penas por tantos desvios que colecionou.

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Governador também desinformado



Está no relise da Secretaria de Comunicação Social do Governo da Bahia: "Hoje nós completamos uma grande obra, que é a Noide Cerqueira, essa maior avenida feita em Feira de Santana (...)", afirmou Rui.
Como o jornal "Folha do Estado", edição desta sexta-feira, 15, o governador Rui Costa não deve saber da existência da avenida Fróes da Motta, o Anel de Contorno, com mais de 20 quilômetros de extensão.

"Uma Viagem a Cavalo a Feira de Santana"



"Uma Viagem à Bahia da Segunda Metade do Século XIX", texto, pesquisa e seleção de imagens de Osvaldo Augusto Teixeira, da série "Viagem de Naeher".
Em 1878, Julius Naeher (1824-1911), engenheiro alemão, passou quatro meses na Bahia, visitando Salvador, Santo Amaro, cidades do Recôncavo e fez "Uma Viagem a Cavalo a Feira de Santana", que é um dos capítulos do livro, publicado em 2011 pela Fundação Pedro Calmon.
Trata-se da contextualização histórica dos relatos de viagem de Julius Naeher. Sua estadia na Bahia, a maior parte desse período, no Recôncavo Baiano, foi como hóspede do seu concunhado Pedro Ferreira de Vianna Bandeira, barão e depois visconde de Ferreira Bandeira, que era senhor do Engenho Subaé, que ficava próximo a Santo Amaro, e membro das famílias Bandeira, Vianna e Moniz, pertencentes a aristocracia açucareira baiana. Entre os anos de 1864 e 1869, estudara Filosofia na Universidade de Heidelberg, Alemanha, onde conheceu e se casou com a alemã Marie Sophie Franzinger Schmidt, uma irmã da esposa de Naeher.

Poema da Feira de Sant'Ana

Escrito em Salvador, em março de 1926, "Poema da Feira de Sant'Ana", de Godofredo Filho, foi publicado em livro em 1977, com capa ilustrada por Carybé, sob os auspícios da Fundação Cultural do Estado da Bahia, como parte da edição das Obras Completas do autor.

Trecho do longo poema

Feira de Sant'Ana do grande comércio de gado
nos dias poeirentos batidos de sol compridos
Feira de Santa’ Ana
Das segundas feiras de agitações mercenárias
correrias de vaqueiros encourados
tabaréus suarentos abrindo chapéus enormes
barracas esbranquiçadas à luz
e as manadas pacientes que vêm para ser vendidas
de bois do Piauí de Minas do Sertão brabo
                                    até de Goiás
(meu bisavô Zé carneiro era o bicho em negócio e gado
meus parentes todos ricos que hospedaram o Imperador
quando ele foi à Feira ver a feira
seu Pedreira
meu tio Cerqueira)
ali eu tive tudo
meus cinco anos
meus brinquedos todos
o automovinho que papai trouxe quando veio na Bahia
a roça de meu avô com os carneiros as cabras os tanques
[...]
meus tios engraçados
casa da Rua Senhor dos Passos da minha meninice
que fontes eu cavei nos fundo do teu quintal
[...]
também a casa da minha tia Pombinha com corredor escuro
lá eu morei
a vizinha era D. Olívia professora
o sobrinho dela Genaro
tinha um outro que esqueci do nome
[...]
minhas primas filhas de meu tio que eu tinha medo dele
deslumbramento do meu primeiro beijo escondido
                          gostinho quente da primeira namorada
                                                                  prima
foi numa volta de picula
                           você lembra?
Feira de Sant'ana
a de hoje tão diferente
também é boa
riscadinha de eletricidade
torcida esticada retesada de fios aéreos longos
Fords estabanados raquíticos
levando no bojo viajantes de xarque
ó Fords arados desvirginadores de sertão
horizontes da minha terra que me educaram
Ainda quero ser limitados por eles
minha terra boa boa
minha terra minha
É lá que eu quero dormir ao acalento daquele céu tão manso
dormir o meu grande sono sem felicidade ou tortura de
                                                                   sonho