Clique na imagem

*

*
Clique na logo para ouvir

*

*

sábado, 28 de fevereiro de 2009

Prefeitura esclarece sobre suspeita de dengue hemorrágica

Em Comunicado à Imprensa, o Governo Municipal, através da Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde, está esclarecendo seu papel, em razão da morte de Edvaldo da Silva Souza, registrada neste sábado, no Hospital Geral Clériston Andrade. Eis a nota:
Em razão da morte do montador Edvaldo Silva Souza, 43 anos, residente no bairro Conceição, com suspeita de dengue hemorrágica, a Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde de Feira de Santana iniciou uma imediata investigação e já constatou o seguinte:
Quando ele foi internado em estado grave, no dia 25, no Hospital Geral Clériston Andrade, em nenhum momento foi registrado no prontuário o exame de sorologia, indicado para se detectar ou não a dengue hemorrágica, embora conste que o paciente apresentava sangramentos pela boca e pelo nariz. Não foram feitas nenhuma investigação e notificação do caso.
No atestado de óbito, consta como possíveis causas da morte choque séptico, dengue hemorrágica e complicação hepática grave.
A Vigilância Epidemiológica do Estado, gestor do Hospital Geral Clériston Andrade, não fez a devida comunicação à Vigilância Epidemiológica do Município, que é referência no combate à dengue. Entretanto, ao tomar conhecimento do caso pela imprensa, o Governo Municipal providenciou imediatamente a realização do exame no laboratório da Secretaria Municipal de Saúde, além de remeter amostras para o Lacen. Até o final da tarde de hoje, deverá ser divulgado o resultado do exame.
Este ano, foram notificados (sem confirmação ainda) em Feira de Santana 23 casos de dengue com complicações e todos os pacientes evoluíram para cura, em razão do eficiente atendimento. Apesar da privilegiada situação do município no contexto da problemática da dengue na Bahia e no Brasil, a Secretaria Municipal de Saúde reforçou, desde quinta-feira, a luta contra a doença no município, inclusive com a Caravana de Combate à Dengue, com o objetivo de percorrer bairros recolhendo vasilhames descartados aleatoriamente pela comunidade e incrementando o ataque ao mosquito.
Janice Estrela
Diretora da Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde de Feira de Santana

Nenhum comentário: