Clique na imagem

*

*
Clique na logo para ouvir

*

*

sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

Balaio Político

Jogo de cena
As eleições municipais de 2020 só tem um candidato a prefeito até agora - Colbert Martins, que está no cargo desde abril de 2018. Os demais nomes especulados em programas de rádio são parte de jogo de cena, que sempre aparece bem antes da campanha.
Câmara
Na próxima sexta-feira, 1º de fevereiro, a Câmara Municipal reinicia seus trabalhos legislativos. 
Entrevista
O vice-presidente general Hamilton Mourão esteve até a madrugada desta sexta-feira, 25, no exercício da Presidência. Ele substituiu Jair Bolsonaro, que participou do Fórum Mundial Econômico, em Davos, em sua primeira viagem internacional após a posse.
J. R. Guzzo
Em sua coluna na revista "Veja" desta semana, J. R. Guzzo comenta: "(...) quem sabe se possa dizer que talvez haja um ou outro probleminha com a imprensa brasileira de hoje. Um deles é que a mídia está começando a revelar sintomas de Alzheimer ou de alguma outra forma de demência ainda mal diagnosticada pela psiquiatria."
J. R. Guzzo II
Diz mais: "É chato lembrar esse tipo de coisa, mas também não adianta fazer de conta que está tudo bem quando dizem para você dia e noite, 100 mil vezes em seguida, que o novo governo brasileiro provou ser o pior que a humanidade já teve desde Átila, o Huno. Não faz nexo."
J. R. Guzzo III
Conforme o jornalista, "Um governo só pode ser avaliado depois de se constatar se as coisas melhoraram ou pioraram em consequência das decisões que colocou em prática."
J. R. Guzzo IV
Ele continua: "(...) Está tudo errado, 100% errado, porque é assim que decretam os estados de alma dos proprietários dos veículos e dos jornalistas que empregam - e não porque mediram algum resultado concreto. Ou seja: ainda não aconteceu, mas o governo já errou. A condenação começou no dia da posse de Bolsonaro e dali até hoje não parou mais."
J. R. Guzzo V
O jornalista encerra: "(...) Os leitores, cada vez mais, estão percebendo que a imprensa é inútil. Não só eles. No dia em que o governo descobrir que não precisa mais prestar atenção à mídia, vai ver que está perdendo uma montanha de tempo à toa."
Coluna publicada na edição desta sexta-feira, 25, no jornal "NoiteDia"

Nenhum comentário: