#EsteBlogÉDemais!

#EsteBlogÉDemais!
Feira precisa continuar no caminho de progresso

Dê este livro - R$ 30,00 - de presente

Dê este livro - R$ 30,00 - de presente
Adquira no Boulevard Shopping (na Cappa Clara Tabacaria), Restaurante Flor do Maracujá (na Kalilândia), bancas Avenida, Cidreira e Status (na avenida Getúlio Vargas), em O Folheteiro (no Mercado de Arte Popular)

No Orient Cineplace Boulevard - Venda antecipada

No Orient Cineplace Boulevard - Venda antecipada
3 a 9 de outubro - 13 - 15h30 - 18 - 20h30 (Dublado)

No Orient Cineplace Boulevard - Venda antecipada

No Orient Cineplace Boulevard - Venda antecipada
17 a 23 de outubro - 10h40 (Sábado, 19) - 13 - 15h20 - 17h40 - 20 (Dublado)

domingo, 31 de março de 2019

Feito do Bahia de Feira


Com o triunfo contra o Vitória da Conquista por 2 a 1, na Arena Cajueiro, neste domingo, 31, o Bahia de Feira não só garantiu a disputa do Campeonato Baiano 2019 contra o Bahia. 
O time feirense também garantiu vagas na Copa do Brasil e na Série D do Campeonato Brasileiro de 2020.
O Bahia de Feira pode repetir o feito de 2011, quando foi campeão baiano contra o Vitória. Caso consiga o feito, empata com o Fluminense de Feira em número de títulos baianos.


"Brasil se alia à única democracia do Oriente Médio"


Desembarcando em Israel para sua visita oficial, o presidente Jair Bolsonaro cria a oportunidade de iniciar uma correção de rumo, após o erro grosseiro do Brasil de hostilizar o único país democrático no Oriente Médio, região dominada por regimes autoritários, da ditadura da Síria à teocracia do Irã, além as monarquias absolutistas. Israel democrático representa um incômodo e a denúncia dessas tiranias.

Anão diplomático

Na era PT, a política externa foi definida por figuras de triste memória, como Top-Top Garcia, e o Brasil foi declarado "anão diplomático".
Ditadura palestina
Ao contrário da democrática Israel, no regime de força dos palestinos, xodó do PT e PSDB, há censura, perseguições e violência política.
Tempos de insensatez
Por conveniência ideológica ou obtusidade córnea, como definiria Eça de Queiroz, o Brasil se ligou a um dos lados, e fez péssimas escolhas.
Mudança complicada
Mudar a embaixada para Jerusalém é complexo, o Brasil não fará isso agora. Os EUA levaram 18 anos para efetivar a decisão de Bill Clinton.
Timing
Cicerone do presidente Bolsonaro em Israel, o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu está no cargo desde 2009. Mas ele e o seu partido, Likud, lideram pesquisas com 41% das intenções de voto.
Fonte: Cláudio Humberto

Fachada do Cine Theatro Íris em 1946 ano de sua inauguração


Imagem do Cine Theatro Íris, no ano de sua inauguração, em 31 de março de 1946, há 73 anos. A grande sala de cinema, ainda sem as galerias e sem marquise em toda a fachada, foi inaugurada - existem as duas informações - com a exibição de "Eram Cinco Irmãos" (The Sullivans), de Lloyd Bacon, 1944, com Anne Baxter, Thomas Mitchell, Selena Royle e Ward Bond, ou com "Cinco Covas no Egito" (Five Graves To Cairo), de Billy Wilder, com Franchote Tone, Anne Baxter, Erich Von Strohem e Akim Tamiroff, ambos filmes sobre a Segunda Guerra Mundial. 
Depois, em 1958, o Cine Íris foi reformado e inaugurado - com "Trapézio" (Trapeze), de Carol Reed, 1956, com Burt Lancaster, Tony Curtis e Gina Lollobrigida -, com tela grande do CinemaScope em sua sala. Era o sistema de filmagem em 35mm e projeção panorâmica, baseada em lente anamórfica criada pelo professor e astrônomo francês Henri Chrétien (1879-1956)
A foto foi cedida por Walter Perdiz, que em 1966 trabalhou no Cine Madrid e depois no Íris. 

Nome de rua com data na história


Neste domingo, 31, 55 anos da Revolução de 1964 no Brasil, que derrubou o presidente João Goulart, representando a reação dos setores conservadores da sociedade brasileira à manutenção da política populista no país. Com isso, o início do regime militar do marechal Castello Branco, que durou até 1985, quando, indiretamente, foi eleito o primeiro presidente civil desde as eleições de 1960, Tancredo Neves, que morreu antes de assumir. 
Em Feira de Santana, existe a rua 31 de Março, na Brasília, transversal da avenida Maria Quitéria, que lembra a data histórica, que agora, com o presidente Jair Bolsonaro, tem orientação para comemoração nos quartéis.


O Dia na História; Há 196 anos

No dia 31 de março de 1823, há 196 anos, "O conselho interino do governo da província, reunido em Cachoeira, manda entregar uma espada à heroína feirense d. Maria Quitéria de Jesus Medeiros, natural de São José das Itapororocas."
Fonte: Crônica Feirense, de Arnold Silva, no livro "Memórias: Arnold Ferreira da Silva", de Carlos Mello e Carlos Brito, editado pelo Núcleo de Preservação da Memória Feirense Rollie E. Poppino

sábado, 30 de março de 2019

"Terceiro turno"


Não houve um só 31 de Março, desde a redemocratização, inclusive governos do PT, que o golpe de 1964 não tenha sido "rememorado" nos quartéis. Ninguém reclamou. Por isso soa oportunista a reação à recomendação de Bolsonaro para destacar a data.
Fonte: Cláudio Humberto


O Dia na História: Há 114 anos

No dia 30 de março de 1905, há 114 anos, "O conselho municipal vota uma moção de apoio à candidatura presidencial do cons. Ruy Barbosa."
Fonte: Crônica Feirense, de Arnold Silva, no livro "Memórias: Arnold Ferreira da Silva", de Carlos Mello e Carlos Brito, editado pelo Núcleo de Preservação da Memória Feirense Rollie E. Poppino

sexta-feira, 29 de março de 2019

Vitória da Conquista ganha novo aeroporto e voos diários para São Paulo

A inauguração do novo aeroporto de Vitória da Conquista e a implantação de voos diretos para São Paulo são algumas das metas traçadas para 2019 pela gestão do prefeito Herzem Gusmão (MDB). 
Ele não revelou a data de inauguração do Aeroporto Glauber Rocha, mas o prefeito garante que toda a obra já foi concluída, faltando apenas retoques finais em uma rotatória.
A partir do dia 8 de agosto, a Gol Linhas Aéreas passará a operar no novo Aeroporto Glauber Rocha, com voos diários para São Paulo (Guarulhos), utilizando aeronaves Boeing 773-700, cuja capacidade é de 138 passageiros. 
Atualmente, a rota Vitória da Conquista/São Paulo é feita pela Gol, em parceria com a Passaredo, em aeronaves com capacidade para até 70 passageiros. 
A construção do novo aeroporto deve ampliar para 500 mil a movimentação de passageiros ao ano. A obra é de responsabilidade da Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra). No total, estão sendo investidos R$ 124 milhões na construção do Aeroporto Glauber Rocha.

Morre cineasta Agnès Varda

A cineasta belga Agnès Varda (Foto: IMDb), radicada na França, faleceu nesta sexta-feira, 29, aos 90 anos. Era integrante na "Nouvelle Vague", movimento que marcou o cinema francês nos anos 60. Em 1985, com "Os Renegados", ganhou um Leão de Ouro no Festival de Veneza. Em Cannes, ganhou uma Palma de Ouro em 2015, pelo conjunto da obra. Em 2019, ela foi nominada ao Oscar de Melhor Realizadora da Documentário por "Visages Villages".
2017 Visages Villages (Documentário) 
1985 Os Renegados 
1981 Documenteur 
1969 Lions Love 
1967 Longe do Vietnã (Documentário) 
1966 As Criaturas 
Como atriz, apareceu nos filmes: O Segredo de Charlie (2002) e Duas Garotas Românticas (1967).

O Dia na História: Há 114 anos

No dia 29 de março de 1905, há 114 anos, "O conselho municipal vota uma moção de apoio à candidatura presidencial do cons. Ruy Barbosa."
Fonte: Crônica Feirense, de Arnold Silva, no livro "Memórias: Arnold Ferreira da Silva", de Carlos Mello e Carlos Brito, editado pelo Núcleo de Preservação da Memória Feirense Rollie E. Poppino

Balaio Político

Favorito

O procurador Vladimir Aras, que é feirense, está como favorito na disputa para suceder Raquel Dodge na chefia do Ministério Público Federal. Ele é alinhado com a força tarefa da Operação Lava Jato e atuou nos casos envolvendo verbas desviadas para contas bancárias no exterior.
João Banha
João Marcelo Azevedo Gomes, carinhosamente conhecido como João Banha, é o novo diretor do Departamento de Iluminação da Secretaria de Serviços Públicos. Decreto com sua nomeação foi assinado pelo prefeito Colbert Martins e publicado na edição de sábado, 23, do "Diário Oficial Eletrônico".
Convenção
Ocorreu ontem, quinta-feira, 28, na Câmara Municipal, a convenção municipal do Democratas Feira de Santana, partido presidido por João Marinho Gomes Júnior.
Convenção II
Na pauta do encontro, eleição dos membros titulares e suplentes do Diretório Municipal, eleição de delegados e suplentes para a Convenção Estadual mais eleição do Conselho Fiscal e do Conselho Consultivo, bem como outros assuntos de interesse partidário.
Bíblia
A Bíblia Sagrada foi declarada como Bem Imaterial e Cultural no município de Feira de Santana. O prefeito Colbert Martins sancionou lei aprovada pela Câmara Municipal, através de projeto de autoria do vereador Edvaldo Lima.
Banho-maria
Segundo nota na coluna "Satélite", no "Correio" de quarta-feira, 27, a escolha do futuro chefe do Detran está sendo mantida em banho-maria pelo governador Rui Costa.
Coluna publicada na edição desta sexta-feira, 29, do jornal "NoiteDia"

Marcha Mundial de Conscientização da Endometriose


Em marcha, mulheres de mais de 70 países estarão unidas em prol da sexta edição da EndoMarcha 2019 - Marcha Mundial de Conscientização da Endometriose,  doença que atinge uma em cada 10 mulheres, segundo a organização mundial da saúde.
Durante a EndoMarcha serão feitos esclarecimentos sobre a endometriose e será um momento de reivindicar os direitos da endomulher de ter seu tratamento correto e gratuito pelo SUS, e também leis efetivas de semanas de conscientização. Desde 2014 se tem um dia do ano, no mês de março, que é denominado março amarelo, para sair às ruas e não apenas reivindicar direito, que já deveria ser garantido por lei, mas também para conscientizar a sociedade de que a endometriose existe e que as mulheres atingidas precisam ser olhadas e cuidadas.
Como ainda há muito mito sobre a doença, somente espalhando os principais sintomas é que se pode ter o diagnóstico precoce e, consequentemente, salvar vidas femininas das dores e consequências da endometriose.
Um dos mitos é quando falam que a doença atinge apenas mulheres em idade reprodutiva. Se for consenso mundial que a idade reprodutiva inicia já na menarca, independente da idade da menina/mulher. Mas como ainda falam que a idade reprodutiva é dos 13, 15 aos 45 anos, ficaria fora desta estatística as meninas jovens. E é justamente essa camada da população - adolescentes - que precisam ser alertadas sobre os principais sintomas, pois cólica menstrual progressiva, que atinge grande número de adolescentes, é um dos sintomas da endometriose.
20 cidades brasileiras terão a EndoMarchasendo em Feira de Santana o segundo ano do movimento, capitaneado por Layane Cedraz, que é mãe de seis filhos, psicóloga, digital influencer e portadora da doença. Esse ano importantes apoios chegaram para reforçar essa luta, como da Ceigin, que é uma clinica de fertilização, através de Dr. Pedro Leitão, da Med Imagem com o Dr. Marcos Gomes, da Secretaria de Saúde e da vereadora Neinha, que abraça esta causa. Além desses, empresas também estão unidas em prol da Endomarcha: Lorena Modas, Top Bahia, Eafes, Artefeito,RG+, a Dreams que estará fazendo a cobertura fotográfica, além do importante apoio de toda imprensa.  
A EndoMarcha, neste sábado, 30, a partir das 9 horas, saindo do Espaço Marcus Moraes, na avenida Getúlio Vargas e seguindo para o estacionamento em frente da Prefeitura, onde ocorre um momento com a Secretaria de Saúde, médicos, profissionais, mulheres portadoras, para falar sobre a endometriose. 
As primeiras pessoas que chegaram para participar receberão camisa do movimento.
(Com informações de Margareth Cedraz Freire)

"Relator da reforma é um seguro contra traições"


De alguma maneira, a briga entre o presidente Jair Bolsonaro e Rodrigo Maia, presidente da Câmara, foi decisiva na escolha do relator da reforma da Previdência. O Planalto pretendia um deputado experiente, talvez do PSDB, e chegou a descartar qualquer um do PSL. Mas seguro morreu de velho, e o governo quis fazer uma opção à prova de traições. Além de ser filiado ao PSL e apesar do primeiro mandato, o deputado Delegado Marcelo Freitas é leal a Bolsonaro.
Esqueceu o que disse
Presidente da CCJ, Felipe Francischini garantiu à Rádio Bandeirantes, há dez dias, que o relator seria experiente. E descartou todos do PSL.
Não basta ser pai
Dirigente do PSL, o deputado Fernando Francischini, pai do presidente da CCJ, foi decisivo na opção do colega delegado da PF como relator.
PF como prioridade
Em sua atuação, até agora, o deputado Delegado Marcelo Freitas deu prioridade a iniciativas em favor de sua corporação, a Polícia Federal.
Crédito de confiança
Entre ser fiel ao projeto do governo ou às carreiras de Estado, cujos privilégios a reforma combate, o relator merece crédito de confiança.
Fonte: Claudio Humberto

quinta-feira, 28 de março de 2019

Exposição "Universo Feminino - Singular e Plural" encerra visitações neste domingo

30 imagens selecionadas por concurso podem ser vistas no  Boulevard Shopping Camaçari

Neste domingo, 31, será encerrada a exposição "Universo Feminino - Singular e Plural" montada na praça central do Boulevard Shopping em Camaçari.
A exposição é uma homenagem do Clube de Arte Fotográfica Camaçari ao mês da mulher e reúne 30 autores de todos os cantos do Brasil e dois outros países (França e Portugal).
Ultimas dias para apreciar a diversidade das imagens que ilustram o tema "A Presença Feminina, suas singularidades e pluralidades".
A exposição está também na web, tanto no site do evento, quanto na página do Facebook.
Link: https://singulareplural.wixsite.com/2019

Peixeiras contra sabres de luz


"Cine Holliúdy 2: A Chibata Sideral", do cearense Halder  Gomes,  em segunda semana no Orient Cineplace Boulevard, com sessões às 15h10, 17h20 e 19h30, é também falado em regionalíssimo "cearensês" - daí o filme ser legendado, para melhor entendimento do público. Esta continuação de "Cine Holliúdy", de 2012, mantém a mesma pegada de homenagear o cinema, brincando com a cultura local.
No fim de semana de estreia, entre 21 e 24, nos cinemas do Ceará, o filme suplantou o blockbuster "Capitã Marvel", sendo visto por mais de 31 mil cearenses.
O filme não deixa de ser um resgate histórico sobre o fim dos cinemas de interior. Como se sabe, o cinema foi grande influenciador na cultura popular do Nordeste.
Na trama, bem exagerada e que faz rir, Francisgleydisson (Edmilson Filho, Foto) é um homem apaixonado pela sétima arte, que com a chegada do videocassete, nos anos 80, se vê na iminência de fechar o seu Cine Holliúdy. Para salvar a situação, ele decide produzir um filme de ficção científica, com alienígenas - usando, como atores, os habitantes populares mais feios da cidade, personagens caricatos, exagerados -, onde Lampião e seus cangaceiros enfrentam os seres extra-terrestres. Peixeiras contra sabres de luz.
O universo do autor é expandido na trama com a corrupção da política e da religião, com piadas e trocadilhos bem chulos.
No elenco, o cantor Falcão continua como o cego Isaías. Conta ainda com Miriam Freeland como a esposa Maria das Graças, Samantha Schmütz como uma cafetina (Justina Ambrósio) casada com o corrupto prefeito Olegário (Roberto Bomtempo), que é candidata à sucessão dele, Milhem Cortaz como Zé Coveiro, o Lampião no filme rodado, Chico Diaz como Véi Góis, Ariclenes Barroso, o filho Francin, Gorete Milagres como a sogra, mais participações especiais de Sérgio Malheiros e Sophia Abraão.
No triste cenário do cinema brasileiro atual, recheado de comédias idiotas, os filmes de Halder Gomes são um alento.

Filmes em Exibição no Orient Cineplace Boulevard

Semana até quarta-feira, 28 de março a 3 de abril de 2019

PRÉ-ESTREIA
SHAZAM! (Shazam!), de David F. Sandberg, 2019. Com Zachary Levy, Asher Angel, Mark Strong e Djimon Hounsou. Ação, aventura, fantasia e ficção científica. Billy Batson tem apenas 14 anos, mas recebeu de um antigo mago o dom de se transformar num super-herói adulto chamado Shazam. Contudo, ele precisa aprender a controlar seus poderes para enfrentar o malvado Dr. Thaddeus Sivana. Pré-estreia na quarta-feira, 3. Cópia dublada. Duração: 132 minutos. Não recomendado para menores de 12 anos. Horários: 20 horas, na Sala 1 (240 lugares); e 20h30, na Sala 4 (261 lugares).
LANÇAMENTO MUNDIAL
DUMBO (Dumbo), de Tim Burton, 2019. Com Colin Farrell, Eva Green, Michael Keaton, Danny DeVito. Fantasia. O dono de circo Max Medici convoca a ex-estrela Holt Farrier e seus filhos Milly e Joe para cuidar de um elefante recém-nascido cujas orelhas enormes fazem dele motivo de piada em um circo que está passando por dificuldades. Somente quando eles descobrem que Dumbo pode voar o circo dá a volta por cima. Isso atrai o persuasivo empreendedor V. A. Vandevere, que recruta o peculiar animal para seu mais novo e gigantesco empreendimento, a Dreamland. Dumbo então alcança patamares ao lado de uma encantadora e incrível trapezista, Colette Marchant, até que Holt descobre que sob todo aquele glamour, Dreamland esconde vários segredos obscuros. Cópia dublada. Não recomendado para menores de 10 anos. Duração: 112 minutos. Horários: 13h10, 15h30, 18 horas e 20h30, na Sala 4 (261 lugares); e 19h40, somente na quarta-feira, 3 de março, na Sala 2 (158 lugares).
                                           CONTINUAÇÕES

CAPITÃ MARVEL (Captain Marvel), de  Ann Boden e Ryan Fleck, 2019. Com Brie Larson, Samuel L. Jackson, Ben Mendelsohn, Jude Law, Annette Bening e Djimou Hounsou. Ação, aventura e ficção científica. Carol Danvers se torna uma das heroínas mais poderosas do universo, a Capitã Marvel, quando a Terra é capturada no meio de uma guerra galáctica entre duas raças alienígenas. Quarta semana. Cópia dublada. Não recomendado para menores de 12 anos. Duração: 128 minutos. Horários: 14h50, 17h30 e 20h10, na Sala 1 (240 lugares); e 17h30 e 20h10, somente na quinta-feira, 28, na Sala 2.

O PARQUE DOS SONHOS (Wonder Park), de David Feiss, 2019. Animação. A jovem sonhadora June encontra escondido na floresta um parque de diversões chamado Wonderland, que é cheio de animais que falam, mas ela logo descobre que o parque veio de sua imaginação. Terceira semana. Cópia dublada. Classificação: Livre. Duração: 85 minutos. Horário: 13 horas. Sala 1.

CINE HOLLIÚDY 2: A CHIBATA SIDERAL, de Halder Gomes, 2019. Com Edmilson Filho, Samantha Schmutz, Falcão, Milhem Cortaz. Comédia. Com a chegada do videocassete, Francisgleydisson se vê obrigado a fechar o seu querido Cine Holliúdy, o que compromete o pagamento da faculdade de seu filho, agora com 18 anos. Para salvar a situação, ele decide produzir um filme de alienígenas usando, como atores, os habitantes da cidade. Segunda semana. Não recomendado para menores de 12 anos. Duração: 101 minutos. Horários: 15h10, 17h20 e 19h30. Sala 2.

CHORAR DE RIR, de Toniko Melo, 2019. Com Leandro Hassum, Monique Alfradique e Otávio Muller. Comédia. Nilo Perequê, estrela do programa "Chorar de Rir", após ganhar o prêmio de melhor comediante, decide mudar radicalmente sua carreira para dedicar-se ao drama. Mas o que parecia ser fácil, transforma-se em uma grande aventura. Segunda semana. Não recomendado para menores de 12 anos. Duração: 103 minutos. Horários: 13 horas e 21h40. Sala 2.

A CINCO PASSOS DE VOCÊ (Five Feet Apart), Justin Baldoni, 2019. Com Cole Sprouse, Haley Lu Richardson e Claire Forlan. Drama. Stella tem quase dezessete anos e, depois de viver a maior parte de sua vida no hospital, encontra Will, também um paciente com fibrose cística. Embora surja uma paixão instantânea entre os dois, suas condições de saúde impedem que eles cheguem muito perto um do outro, e Stella tenta ajudar Will, que se rebela contra seus tratamentos médicos. Segunda semana. Cópia dublada. Não recomendado para menores de 12 anos. Duração: 117 minutos. Horários: 13h40 e 18h30. Sala 3 (165 lugares).

NÓS (Us), de Jordan Peele, 2019. Com Lupita Nyong'o, Winston Duke e Elisabeth Moss. Terror. Adelaide retorna à casa de verão de sua infância com seu marido Gabe e seus dois filhos para descansar. Assombrada por um trauma inexplicável e não resolvido e agravada por uma série de coincidências estranhas, ela vê sua paranoia se elevar quando sente que algo ruim vai acontecer com sua família. Quando a escuridão cai, os Wilsons descobrem a silhueta de quatro figuras iguais a eles de mãos dadas. Segunda semana. Não recomendado para menores de 16 anos. Duração: 118 minutos. Horários: 16 e 21 horas. Sala 3.
                                       ENDEREÇO E TELEFONE
Orient Cineplace Boulevard - Multiplex do Boulevard Shopping, telefax 3225-3185 e telefone 3610-1515, para informações sobre programas e horários.(Com informações do Departamento de Marketing de Orient Cinemas)

O Dia na História: Há 118 anos

No dia 28 de março de 1901, há 118 anos, "O grande júri, em sessão que se reveste de extraordinária importância, absolve Cândido Lessa. Cabe à defesa ao acadêmico Theódulo Prazeres. A promotoria, não se conformando com a decisão, apela da sentença" 
Fonte: Crônica Feirense, de Arnold Silva, no livro "Memórias: Arnold Ferreira da Silva", de Carlos Mello e Carlos Brito, editado pelo Núcleo de Preservação da Memória Feirense Rollie E. Poppino

"O papel revolucionário da baixaria"

Por Percival Puggina

Eu entendo que pessoas fortemente influenciadas e manipuladas se deixem seduzir por uma mentalidade revolucionária incumbida de promover a derrubada geral da história, da civilização, da família, da religião. Assumem que, para o bem da revolução, seja qual for, tudo deve ser posto abaixo sem sutileza nem gentileza. De início, havia vigorosos arroubos intelectuais nesse labor. Com efeito, desde a primeira metade do século passado, autores consagrados, filósofos sociais, psicólogos, sociólogos, antropólogos, economistas e historiadores, entre outros, se dedicavam a um sofisticado trabalho de desconstrução cultural. Era a Teoria Crítica e eram outros os tempos.
Agora, já em sua terceira geração, as deformações "genéticas" dessa teoria se expressam com maior evidência. Em crescente proporção, o pensar e o agir revolucionário estão sendo tomados por uma espécie de proletariado do intelecto. Sua indigência intelectual opera muito aquém das necessidades mínimas inerentes a essa ação humana.
Frequentemente, por exemplo, a corroborar tais afirmações, me chegam imagens colhidas em universidades públicas. Por vezes, mostram paredes de sala de aula e ambientes acadêmicos ostentando pichações, pinturas e mensagens que lembrariam porta de banheiro de estação rodoviária não fosse aquele odor substituído por uma catinga revolucionária. Outra vezes, são performances, título sob o qual são reivindicados inviolabilidade e reconhecimento devidos a quem estivesse promovendo uma flamejante alvorada renascentista.
O que relato sem exibir, por resistência estética, é clara comprovação de uma descoberta destes tempos culturalmente bicudos: em parcela do ambiente universitário brasileiro desenvolveu-se a teoria do papel revolucionário da baixaria. Revolução é palavra quase sempre presente nessas manifestações e na respectiva - digamos assim - produção cultural. Fica inequívoco nas mensagens e no grafismo que as acompanha, o intuito de virar o mundo de cabeça para baixo. Um mundo onde o homem, especialmente o infeliz agraciado com o rótulo "homem burguês", será o grande derrotado. Daí a sexualidade "instrumental" e a sexualidade por outros meios, que cativa, por exemplo, o numeroso público nacional da peça 'Macaquinhos', cujos atores aguardam, de quatro, a revolução começar.
Havia por aqui uma filósofa e política que avançou bastante nesse suposto progressismo. Quando seu conceito mais famoso viralizou na Internet, seu partido arrepiou (ela era candidata ao governo do Rio de Janeiro). Ou negava ou bancava. O partido preferiu afirmar que as frases destacadas haviam sido tomadas "fora de contexto".
Se eu fosse revolucionário, preferiria Trotsky. Preferiria Fidel. Preferiria até Lênin, desde que lhe servissem uma boa dose de Red Bull. Acho desrespeitoso que ideias sejam combatidas em linguagem de drogados, com argumentos de quem faz política porque não resolveu sua sexualidade. E o que é pior, como se seus problemas fossem um kantiano imperativo categórico universal.
Percival Puggina, membro da Academia Rio-Grandense de Letras, é arquiteto, empresário e escritor e titular do site www.puggina.org, colunista de dezenas de jornais e sites no país. Autor de "Crônicas Contra o Totalitarismo"; "Cuba, a Tragédia da Utopia"; "Pombas e Gaviões"; "A Tomada do Brasil". Integrante do grupo Pensar+.
Fonte: https://diariodopoder.com.br

quarta-feira, 27 de março de 2019

Lembrando "O Diabo e os Dez Mandamentos"


A comédia dramática "O Diabo e os Dez Mandamentos" (Le Diable et les Dix Commondements), co-produção franco-italiana, realizada em 1962, com direção de Julien Duvivier e distribuição no Brasil da Art Flms, foi exibida em Feira de Santana no Cine Madrid em meados dos anos 60.
Com classificação de não recomendável para menores de 18 anos, tinha a orientação moral de condenado. Tinha o título alternativo de "Fruto Proibido".
Trata-se de um filme em episódios.
I - "Amar a Deus Sobre Todas as Coisas" (Un Seul Dieu Tu Adoreras), com Fernandel, Germaine Kerjean, Gaston Modot, Claudine Maugey e Josette Verdier;  
II - "Não Tomar Seu Santo Nome em Vão" (Dieu en Vain Ne Jureras) e "Santificar os Domingos e Dias de Guarda" (Les Dimanches Tu Garderas), com Michel Simon, Lucien Baroux e Claude Nollier;
III - "Honrar Pai e Mãe" (Tes Père et Mère Honoreras) e "Não Levantar Falso Testemunho" (Tu Ne Jureras Point), com Alain Delon, Danielle Darrieux, Madaleine Robinson, Georges Wilson e Armontel;
IV - "Não Matar" (Homicide Point Ne Seras), com Charles Aznavour, Henri Vilbert e Maurice Teqnac;
V - "Não Pecar Contra a Castidade" (Tu Ne Tueras Point), com Dany Saval, Henri Tisot e Roger Nicolas;
VI - "Não Furtar" (Bien d'Autrui Ne Prendras), com Jean Claude Brialy, Louis De Funes, Armande Navarre e Noel Roquevert;
VII - "Não Desejar a Mulher do Próximo" (L'Oeuvre de Chair Ne Désireras Qu'en Mariage Seulement) e "Não Cobiçar as Coisas Alheias" (Luxurieux Point Ne Sera), com Mel Ferrer, Françoise Arnoul, Micheline Presle e Claude Dauphin.
O entrecho é de Michel Audiard, Henri Jeanson e René Barjavel e fotografia de Roger Fellous.
A comédia dramática gira em torno das transgressões humanas às dez leis sagradas. O filme foi grande sucesso de bilheteria na França. "Os vários episódios são tratados com certa irreverência, conseguindo alguns inteiro agrado, enquanto outros primam pela monotonia, vale apena apreciar-se um elenco de famosos nomes, a par de algumas boas gargalhadas, enquanto em outras situações o bom humor escasseia, sem que, todavia, o espetáculo chegue a decepcionar", foi o comentário no "Cine-Repórter".

Atenção na programação


Orient Cinemas informa:
Nesta quinta-feira, 28, não serão exibidas as sessões de 14h50, 17h30 e 20h10 de "Capitã América", na Sala 1 do Orient Cineplace Boulevard, para realização de evento no espaço.
Ainda no dia 28, na Sala 2, as sessões de 17h20 e 19h30 de "Cine Holliudy: A Chibata Sideral" e a sessão de 21h40 de "Chorar de Rir" não serão exibidas para exibição com sessões às 17h30 e 20h10 do filme "Capitã Marvel".
Na quarta-feira, 3 de abril, não será exibida a sessão de 20h10 de "Capitã Marvel" para a pré-estreia de "Shazam!" às 20 horas, na Sala 1.
    Também no dia 3, não serão exibidas as sessões de 19h30 de "Cine Holliudy: A Chibata Sideral", e de 21h40 de "Chorar de Rir", na Sala 2, para a exibição de "Dumbo", às 19h40.
Ainda na próxima quarta-feira, não será exibida a sessão de 20h30 de "Dumbo" para a pré-estreia de "Shazam!", no mesmo horário, na Sala 4.


O Dia na História: Há 135 anos


No dia 27 de março de 1884, há 135 anos, "No 'Jornal da Feira', diário que se edita nesta cidade, muitos eleitores lembram, para vereador, o nome do advogado Miguel Ribeiro." 
Fonte: Crônica Feirense, de Arnold Silva, no livro "Memórias: Arnold Ferreira da Silva", de Carlos Mello e Carlos Brito, editado pelo Núcleo de Preservação da Memória Feirense Rollie E. Poppino


Centro de Educação Complementar no Feira Tênis Clube

Imóvel desapropriado em regime de urgência
O imóvel onde funcionou o Feira Tênis Clube será destinado ao funcionamento de um Centro de Educação Complementar para a Rede Municipal de Ensino, com foco no esporte e na cultura. A área é de propriedade da empresa 3B Feira SPE Ltda.
Através de Decreto, publicado na edição de quarta-feira, 27, do "Diário Oficial Eletrônico", o prefeito Colbert Martins declara de utilidade pública de imóvel para fins de desapropriação em regime de urgência.

Santa Casa mais que sesquicentenária

A comemoração dos 160 anos de fundação da Santa Casa de Misericórdia, em 25 de março de 1859, ocorreu na segunda-feira, 25, com missa comemorativa na Capela do Hospital D. Pedro de Alcântara, e na terça-feira, 26, com sessão solene na Câmara Municipal, quando José Ronaldo de Carvalho (Foto), ex-provedor da Santa Casa, proferiu palestra sobre a mais que sesquicentenária instituição.

"Anistia beneficiou até o 'Coronel Nunes' da CBF"

Entre os casos suspeitos de "indenização de perseguido político" na auditoria da Controladoria Geral da União (CGU) está o de Antonio Carlos Nunes de Lima, o "Coronel Nunes", presidente da CBF. Ele era cabo da FAB por engajamento, com prazo para sair, mas alegou que sua "baixa" foi "perseguição política" e ganhou da Comissão de Anistia a bolada de R$ 243 mil em 2003, e pensão vitalícia de quase R$ 15 mil mensais. Curiosamente, após a FAB, Nunes entraria depois na Polícia Militar do Pará, onde se destacou no combate à guerrilha do Araguaia.

Olha quem foi o padrinho
A indenização ao coronel Nunes ocorreu sob empenho pessoal do advogado Márcio Thomaz Bastos, ministro da Justiça do governo Lula.
Memórias do nosso bolso
Há suspeitas de treta na Comissão de Anistia como os R$ 26 milhões já gastos no "Museu da Memória", em BH, que não saiu do papel.
Imagens da esperteza
À vontade para meter a mão no bolso do contribuinte, a Comissão de Anistia gastou R$ 7 milhões em um HD com fotos.
Fonte: Cláudio Humberto

terça-feira, 26 de março de 2019

Bolsonaro e Michelle assistem pré-estreia de "Superação, o Milagre da Fé"

Michelle Bolsonaro se emociona ao ver surdos no cinema 
e agradece a 360 WayUp pela inclusão

Na manhã desta terça-feira, 26, o presidente Jair Bolsonaro esteve no Park Shopping , em Brasília, para a pré-estreia do filme "Superação: O Milagre da Fé", que será lançado nos cinemas brasileiros em 11 de abril.
A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, acompanhou o presidente e pode falar com o público após o filme, dizendo que a história de Joyce Smith tem muita ligação com o que o presidente passou.
"Nós temos muito em comum com este filme, pelo momento difícil que o Jair passou, eu creio que todos aqui oraram pela recuperação dele. Eu fico muito emocionada de ver que o Deus que fez milagre no passado, continua fazendo hoje, o Deus que fez milagre em 2015, fez milagre em 2018", disse ela se referindo à facada que seu esposo levou.
Michelle também agradeceu a 360 WayUp, e a Fox por disponibilizar o filme com legenda para a comunidade surda, dando a eles a possibilidade de acompanhar a história.
Os surdos presentes se emocionaram e também agradeceram por essa inclusão.
Fonte: Gospel Prime

Trailer de "Dumbo"


Assista

Trailer de "Dumbo", que tem lançamento nesta quinta-feira, 28, no Orient Cineplace Boulevard.

Lançamento mundial de "Dumbo" e pré-estreia de "Shazam!"

1 e 2. Eva Green em "Dumbo"
2. Asher Angel e Zachary Levy em "Shazam!"
Fotos: IMDb

Na última semana de março com a primeira de abril, a partir desta quinta-feira, 28, uma das novidades no Orient Cineplace Boulevard, em lançamento mundial, é a novíssima aventura "Dumbo" em sua versão live-action, que aborda a clássica história em que as diferenças são celebradas, a família valorizada e os sonhos ganham asas. Trata-se de uma produção Disney com direção do visionário diretor Tim Burton. O elenco junta Colin Farrell, Eva Green, Michael Keaton e Danny DeVito.
A outra novidade, em pré-estreia, na quarta-feira, 3 de abril, com sessões às 20 horas e 20h30, com cópia dublada, nas duas maiores salas, é "Shazam!", filme de ação, aventura, fantasia e ficção científica, que conta o surgimento do herói da DC Comics. Está com venda antecipada de ingresso.
No mais, são seis continuações: o blockbuster "Capitã Marvel", entrando em quarta semana de sucesso, com ação, aventura e ficção científica, sobre a heroína Carol Danvers; a animação "O Parque dos Sonhos", em terceira semana; mais a imperdível comédia cearense "Cine Holliúdy 2: A Chibata Sideral"; o thriller de terror "Nós", a comediota brasileira "Chorar de Rir", e o drama "A Cinco Passos de Você", os quatro em segunda semana.

O Dia na História: Há 181 anos

No dia 26 de março de 1838, há 181 anos, "A Câmara Municipal felicita o governo da província pela vitória da legalidade." 

Fonte: Crônica Feirense, de Arnold Silva, no livro "Memórias: Arnold Ferreira da Silva", de Carlos Mello e Carlos Brito, editado pelo Núcleo de Preservação da Memória Feirense Rollie E. Poppino


segunda-feira, 25 de março de 2019

Há 60 anos: A bem da ordem pública

Assistindo a uma sessão cinematográfica o homem não pôde pôr o braço nos ombros da mulher (mesmo que esta seja sua, esposa)
Em Araçatuba, um cidadão impetrou uma ordem de habeas-corpus singular. Pois, segundo afirmou, estava ameaçado com sua liberdade física por ato da autoridade policial daquela cidade, que proibira a permanência, nos cinemas locais, durante a projeção, de casais enlaçados. Acrescentou o impetrante que com isso ficara ele impedido de assistir às sessões de cinema como era seu costume. Isto é com o braço nos ombros de sua própria esposa, ou, até mesmo, no espaldar da cadeira.
O juiz da comarca julgou prejudicado o pedido que o impetrante e paciente lhe dirigira, não só à vista das informações prestadas pela autoridade policial, como por considerar o decidido em outro processo. Dessa decisão recorreu o impetrante para o Tribunal da Alçada. Declarando, inicialmente, que o juiz incorrera num defeito de técnica ao negar a ordem, quando deveria ter considerado prejudicado o pedido, o Tribunal, no seu acórdão, relatado pelo juiz Oliveira Noronha, tomando conhecimento do recurso, apreciou o caso em todos os seus aspectos, para concluir que falecia razão ao impetrante. Não era isenta de críticas - observou o relator - a assertiva de que constitui cerceamento à liberdade física proibir que um cidadão fique à vontade, como lhe convenha, em locais frequentados pelo público, desde que isso não constitua um ilícito penal. Mas o frequentador de casas de diversões é obrigado a observar os regulamentos de tais estabelecimentos, estando, por outro lado, sujeito à fiscalização policial. Assim. não era possível que. para ficar à vontade, pudesse o espectador fumar, despojar-se de seus sapatos, de seu paletó, de sua gravata. sentar-se de maneira inconveniente etc. etc. E não se poderia negar também à polícia o direito de fiscalizar, impor ordem e respeito em lugares frequentados pelo público, coibindo abusos e fazendo respeitar os regulamentos das próprias empresas particulares que exploram casas de diversões. O acórdão acentuou ainda que não era de se cogitar se certas atitudes são morais. amorais ou imorais: são apenas proibidas a bem da ordem pública, no interesse de todos, para evitar abusos, inconveniências. atritos e reclamações. Aliás, os proprietários das casas de diversões da cidade não se haviam insurgido contra a determinação da autoridade policial: aceitaram-na e, assim, adotando-a, parecia evidente que aquele que assistisse às sessões estava também obrigado a observá-la. E a medida, abrangendo todos os espectadores, tinha por finalidade evitar inconvenientes e abusos como assinalara a autoridade policial em suas informações ao juiz. A rigor disse finalmente o acórdão - seria o caso de não se ter tomado conhecimento do pedido em primeira instância. Porque a suposta coação de que se dizia ameaçado o paciente, não afetava diretamente o seu direito de locomoção. E nem teria cabimento conceder-se habeas-corpus para alguém deixar de observar regulamentos de empresas particulares, impondo ao público certas condições para a permanência no recinto de exibições.
Fonte: "Cine-Repórter", edição de 3 de janeiro de 1959