Dê este livro - R$ 30,00 - de presente

Dê este livro - R$ 30,00 - de presente
Adquira no Boulevard Shopping (na Cappa Clara Tabacaria), Restaurante Flor do Maracujá (na Kalilândia), bancas Avenida, Cidreira e Status (na avenida Getúlio Vargas), no Espaço Cultural e O Folheteiro (no Mercado de Arte Popular)

Venda antecipada de ingresso no Orient Cineplace Boulevard

Venda antecipada de ingresso no Orient Cineplace Boulevard
11 (sábado, 29) - 13 - 15h10 -17h20 - 19h30

Venda antecipada no Orient Cineplace Boulevard

Venda antecipada no Orient Cineplace Boulevard
10h30 (sábado, 6) - 13 - 15h40 - 18h20 (dublado) - 21 (legendado)

terça-feira, 8 de janeiro de 2019

O dia em que Schiaparelli esteve em Feira de Santana, vestiu roupa de couro e montou um cavalo

Importante nome da alta-costura mundial

"Expressivas homenagens foram prestadas pela sociedade baiana à Madame Schiaparelli (Foto) em sua visita à Bahia. Integrando uma comitiva da qual faziam parte o sr. Assis Chateaubriand, a sra. Yolanda Penteado Matarazzo, sra. Maria Frias, da Embaixada do Brasil em Paris, advogado José Rabello e o pintor português Pedro Leitão. Nenhuma, porém, tocou tão de perto ao coração da grande lançadora de modas parisiense como a que lhe foi prestada na cidade de Feira de Santana, onde teve oportunidade de receber, numa autêntica vaquejada nordestina, a Ordem do Vaqueiro. Ostentando soberba roupa de couro, que lhe fora presenteada pelo sr. Pedro de Freitas, governador do Piauí, e tendo ao seu lado, vestido de vaqueiro, o sr. Assis Chateaubriand e mais oitenta vaqueiros, cavalgando um cavalo da Fazenda Provisão do sr. Vicente Grillo, Madame Schiaparelli, a famosa mestra da alta costura francesa, desfilou pelas ruas de Feira de Santana, rumo aos Currais Modelo, onde se realizou o cerimonial, presidido pelo sr. Almaquio Boaventura, prefeito municipal."
Este o relato dos meios de comunicação sobre o importante nome da alta-costura, Elsa Schiaparelli, em sua visita a Feira de Santana.
Quem é
Elsa  Schiaparelli nasceu em 10 de setembro de 1890 em Roma, Itália. Morreu em 13 de novembro de 1973 em Paris, na França. 
Formada em filosofia e dedicada à poesia, ela sempre frequentou os círculos mais intelectualizados, tanto dos Estados Unidos como da Europa. Na América, frequentou os mais sofisticados círculos de artes, dadaístas e surrealistas, nos quais conheceu Marcel Duchamp, o barão de Meyer e Man Ray. Em junho de 1922, seguiu para Paris, quando iniciou sua carreira de estilista, incentivada pelo papa da moda, Paul Poiret (1879-1944), um dos primeiros designers de moda a estabelecer trocas com artistas de vanguarda. Além de detentora do cetro da alta costura por muitos anos em Paris, sua inteligência e seu charme cativam a amizade de grandes artistas e escritores, muitos dos quais frequentadores assíduos de sua casa.
Avó da atriz Marisa Berenson. Ganhou o Prêmio Neiman-Marcus em 1940.  Publicou sua autobiografia, "Shocking Life", em 1954. 
Promoção da moda
O empresário Assis Chateaubriand, chamado de "O Rei do Algodão", promoveu a moda brasileira no início dos anos 50. Ele buscava associar matéria-prima nacional com a alta-costura francesa. Nesse sentido, entre 1951 e 1952, ele foi responsável pela vinda ao Brasil de três importantes nomes da alta-costura: Elsa Schiaparelli, Jacques Fath e Marcel Rochas.
No período, "O Cruzeiro" a revista era a mais lida do Brasil, e sua tiragem média na década de 1950 chegava a 500 mil exemplares.
O roteiro cultural preparado por Chateaubriand  para  Schiaparelli  é repleto de visitas a lugares que se coadunavam com os estereótipos do Brasil  propagados  no  exterior,  e  especialmente  pelos  filmes  de  Walt Disney realizados no âmbito da política da "Boa Vizinhança", como "Alô Amigos" e "Você Já Foi à Bahia". A costureira é levada pelo empresário, por exemplo,  à  favela  carioca  Morro  do  Pinto,  onde ocorreu uma cerimônia na qual foram exibidas três obras de Amadeo Modigliani  (1884-1920) - ela foi paraninfa da tela "Retrato de Madame Hanka Zborowsk" - então recém-adquiridas  pelo  Museu de Arte de São Paulo (Masp),  seguida  de uma apresentação de samba. Schiaparelli  também  esteve  em  São  Paulo e no Recife, mas  foi  a  Bahia  que lhe chamou a atenção. A italiana gostou das igrejas incrustadas de ouro, do Mercado Modelo, visitou praias soteropolitanas e se encantou com o que denominou "balé dos pescadores".
Sua estadia em Feira de Santana foi no segundo semestre do ano de 1952, quando recebeu de Chatô a Ordem do Vaqueiro, uma condecoração criada por Assis  Chateaubriand  para homenagear  pessoas  ilustres.  No ato da homenagem o  condecorado  deveria  vestir gibão  e  chapéu confeccionados  em  couro  cru  de  bode.  Entre outras personalidades agraciou Winston  Churchill, Getúlio  Vargas e Lomanto Júnior  com  a  referida  ordem.  Chateaubriand entendia que os vaqueiros nordestinos  eram um  dos  principais  signos  indentitários  do  País. Para estudiosos, a presença de Schiaparelli foi um compromisso de conotações surrealistas.
No cinema
Ela é conhecida no cinema por seus trabalhos como figurinista nos filmes "Túnel Transatlântico" (1935), com Richard Dix; "O Amado Vagabundo" (1936), com Maurice Chevalier; "Amor no Exílio" (1936), com Clive Brook e Helen Vinson; "Larápio Encantador" (1937), com Douglas Fairbanks Jr.; "A Vida É uma Festa" (1937), com Mae West; "No Turbilhão Parisiense" (1938), com Joan Bennett; "Não Sei Quem Sou" (1940), com Rex Harrison; "Como Damas do Bois de Bologne" (1945), com Maria Casares; "Topaze" (1951), com Fernandel; e "Moulin Rouge"  (1952), com Jose Ferrer e Zsa Zsa Gabor. 
Citações de  Schiaparelli 
"Em tempos difíceis, a moda é sempre escandalosa." 
"Nunca coloque um vestido no corpo, mas treine o corpo para encaixar no vestido." 
"As mulheres se vestem do mesmo jeito em todo o mundo: elas se vestem para incomodar outras mulheres." 

3 comentários:

Simone Sampaio disse...

Um marco essa visita!
Elsa Schiaparelli foi uma grande mulher!
Não sabia que havia estado em Feira.
Agora sei.
Obrigada Dimas!

Simone Sampaio disse...

Um marco essa visita!
Elsa Shiaparelli foi uma grande estilista e figurinista. Mulher à frente de seu tempo!
Não sabia de sua visita à Feira de Santana. Agora sei.
Obrigada Dimas!

Genival Macêdo disse...

"As mulheres se vestem do mesmo jeito em todo o mundo: elas se vestem para incomodar outras mulheres."

Shiaparelli sabia das coisas.. heheh