#EsteBlogÉDemais!

#EsteBlogÉDemais!

Segunda semana

Segunda semana
17h50 (Dublado) - 21 (Legendado)

Dê este livro - R$ 30,00 - de presente

Dê este livro - R$ 30,00 - de presente
Adquira no Boulevard Shopping (na Cappa Clara Tabacaria), Restaurante Flor do Maracujá (na Kalilândia), bancas Avenida, Cidreira e Status (na avenida Getúlio Vargas), em O Folheteiro (no Mercado de Arte Popular)

quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

Ano de Conquistar: 360 WayUp realiza II Connect e apresenta novos projetos para 2019

Empresa está no mercado há três anos e meio e já conquistou números expressivos no mercado cinematográfico
1. Ygor Siqueira, CEO da 360 WayUp
2. Participantes do encontro anual
Fotos: Divulgação

Assessores de diversos estados participaram, nos últimos dias, do segundo encontro anual da 360 WayUp. O evento foi realizado na sede da 360, no Rio de Janeiro, e recebeu representantes de São Paulo, Manaus, Belém do Pará, Fortaleza, São Luis do Maranhão, Recife, Natal, Salvador, Rio de Janeiro, Curitiba, Goiânia e Brasília, locais denominados "praças", em que os filmes são divulgados com engajamento de líderes, parceiros regionais e pré-estreias. 
A convenção deste ano também proporcionou para a equipe um treinamento pessoal e profissional com os coaches Tânia Zambon e Michael Lopes, fundadores do Instituto Tânia Zambon e que estão no topo do ranking dos melhores na área. A proposta da programação foi aproximar a equipe nacional, apresentar os novos projetos e o Line Up 2019, assim como traçar novas metas, como ratifica Ygor Siqueira, CEO da empresa. 
"Na minha visão, o 360 Connect deste ano serviu para ajustar a nossa visão, alinhar processos, nos capacitar e, principalmente, nos fortalecer como equipe, como família. Este encontro é essencial para que cada praça, cada peça da empresa esteja caminhando na mesma direção e com eficiência para os projetos que temos conquistado", afirma o gestor.
A cada projeto lançado pela 360 WayUp em parceria com as distribuidoras o resultado é surpreendente e supera as expectativas. Por meio do trabalho realizado com essa parceria já foram lançados 19 filmes com princípios cristãos nos cinemas do Brasil. Mais de 17 milhões de espectadores foram às salas de cinema em todo o país, foram realizadas mais de 160 pré-estreias com mais de 46 mil convidados em inúmeros estados e traz a marca de mais de 16 milhões de pessoas que foram influenciadas em eventos realizados pela 360. Só em 2018, os projetos levaram aproximadamente 2 milhões de brasileiros em frente às telonas dos cinemas.
Quando foi fundada, em 2015, a proposta da 360 WayUp era impulsionar os lançamentos de filmes cristãos que chegavam aos cinemas. De lá para cá, muitas mudanças e atualizações foram feitas, e hoje atua não somente na assessoria e planejamento das campanhas de lançamentos de filmes, mas também ingressou no ramo de produção audiovisual. Em parceria com produtoras nacionais e internacionais, a empresa já iniciou novos projetos que devem chegar aos cinemas nos próximos anos. 
No decorrer de 2019, o público pode esperar muitas novidades, uma delas é que em abril já será lançado o primeiro filme do catálogo de 2019: "Superação: O Milagre da Fé", distribuído pela Fox Film do Brasil, produzido por DeVon Franklin, de "Milagres do Paraíso", e encenado por um elenco de nomes já conhecidos mundialmente, como Chrissy Metz, de "This Is Us", e Mike Colter, de "Luke Cage". Outro título que em breve se une às estreias é o  "Eu Acredito" (I Believe) que retrata a fé pura e inocente de Brian (Rowan Smyth), um garotinho de apenas nove anos que traz revelações extraordinárias do poder de Deus.
(Com informações de Paloma Furtado, da Assessoria de Imprensa de 360 WayUp)


Trailer de "Cine Holliúdy 2: A Chibata Sideral"


Assista ao trailer
Já está passando, no Orient Cineplace Boulevard, o trailer da comédia "Cine Holliúdy 2: A Chibata Sideral", de Halder Gomes, que tem lançamento marcado para o mês de março. Depois de "Cine Holliúdy", 2012, e "O Shaolin do Sertão", 2016, o humor cearense está de volta.
Na trama, em Pacatuba, interior do Ceará, 1980, a popularização da TV e a chegada do videocassete obriga Francisgleydisson (Edmilson Filho) a fechar seu adorado Cine Holliúdy e ir morar na casa da sogra, ao lado da esposa Maria das Graças (Miriam Freeland) e do filho Francin (Ariclenes Barroso), agora com 18 anos
Após passar por uma experiência alienígena, na qual um amigo foi abduzido, ele tem a ideia de rodar um longa-metragem de ficção científica onde Lampião enfrenta os seres extraterrestres. Ele usa as pessoas mais feias da população local. Para tanto, consegue o apoio do prefeito Olegário (Roberto Bomtempo) e de sua esposa Justina (Samantha Schmütz), candidata às próximas eleições.
Ainda no elenco: Falcão, Milhem Cortaz, Chico Diaz e Sophia Abrahão.

Lembrando a atriz Jean Willes

A atriz Jean Willes é mais conhecido por seus papéis em vários filmes B nas décadas de 1950 e 1960, bem como na televisão.  Teve uma carreira de mais de três décadas e mais de uma centena de filmes.
Nascida Jean Donahue em Los Angeles em 15 de abril de 1923, ela foi criada em Utah e em Seattle, Washington. Interessada em uma carreira de atriz, ela retornou à cidade em que nasceu e, em 1942, começou a aparecer em filmes de comédia para a Columbia com o nome de nascimento
Jean Willes se tornou um prato de queijo em Hollywood, e o trabalho no cinema e na TV era constante. Mas quando teve a sorte de conseguir um papel em um filme "A", ela mal conseguia ser vistas, como no drama romântico de guerra "A Um Passo da Eternidade" (1953). Ela teve mais tempo de tela como a enfermeira que sucumbiu aos alienígenas no clássico cult de ficção científica "Vampiros de Almas" (1956) e como uma das quatro mulheres que disputavam as atenções de Clark Gable em "Esse Homem É Meu". Seus últimos filmes foram "Cheyenne" (1970) e "O Risco de uma Decisão" (1975). Depois de mais alguns papéis na TV, ela se aposentou em 1976.
Willes morreu de câncer no fígado em 3 de janeiro de 1989, aos 65 anos.

Janeiro com 12 lançamentos e sete filmes que não entraram


Christian Bale em "Vice"
Foto: IMDb

Janeiro vencido, o balanço dos filmes lançados no primeiro mês do ano no país. Sete deles não foram programados no Orient Cineplace Boulevard, enquanto 12 entraram em cartaz.
Não entraram nas telas do complexo da Orient Cinemas: os dramas "A Esposa" (The Wife), de Bjorn Runge, com Glenn Close - com uma indicação ao Oscar; "Amigos Para Sempre" (The Upside), de Neil Burger, com Bryan Cranston; "O Peso do Passado" (Destroyer), de Karyn Kusama, com Nicole Kidman; "Green Book: O Guia" (Green Book), de Peter Farrelly, com Viggo Mortensen - com cinco indicações ao Oscar; "A Favorita" (The Favourite), de Yorgos Lanthimos, com Emma Stone - com 10 indicações ao Oscar; "Vice" (Vice), de Adam McKay, com Christian Bale - oito indicações ao Oscar; mais a comédia "Uma Nova Chance" (Second Act), de Peter Segall, com Jennifer Lopez.
Enquanto isso, foram lançados: "WiFi Ralph: Detonando a Internet", "O Manicômio" (Heilstatten), de Michael David Pate, com Farina Fiebbe; e "Dragon Ball Super: Broly", na primeira semana; "Máquinas Mortais" e "Homem-Aranha no Aranhaverso", na segunda semana; "Como Treinar Seu Dragão 3" e "Vidro", na terceira semana; "Creed II", "Eu Sou Mais Eu" e "Sou Carnaval de São Salvador", na quarta semana; e "A Sereia: Lago dos Mortos" e "O Menino Que Queria Ser Rei", que entram nesta quinta-feira, 31.

Filmes em Exibição no Orient Cineplace Boulevard

Semana até quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

 LANÇAMENTOS NACIONAIS
A SEREIA: LAGO DOS MORTOS (Rusalka: Ozero Myortvykh/The Mermaid: Lake of the Dead), de Svyatoslav Podgaevskiy, 2018. Com Viktoriya Agalakova, Efim Petruniv eNikita Elenev. Terror. La Sirena é uma jovem que se afogou séculos atrás e se tornou uma sereia malvada que se apaixona por Roman, noivo de Marina. La Sirena insiste em mantê-lo longe de Marina em seu reino da morte debaixo d'água. Cópia dublada. Duração: 88 minutos. Não recomendado para menores de 12 anos. Horários: 15h15 e 19h45. Sala 2 (158 lugares).  
O MENINO QUE QUERIA SER REI (The Kid Who Would Be King), de Joe Cornish, 2019. Com Rebecca Ferguson, Tom Taylor, Patrick Stewart. Aventura e fantasia. Alex acha que é um Zé Ninguém, até que ele se depara com a mítica espada Excalibur. Agora, ele deve unir seus amigos e inimigos em um bando de cavaleiros e, junto com o lendário mago Merlin, enfrentar a perversa e encantadora Morgana. Com o futuro em jogo, Alex deve se tornar o grande líder que ele nunca sonhou que poderia ser. Cópia dublada. Classificação: Livre. Duração: 120 minutos. Horários: 11 horas (sábado, 2), 14 horas, 16h30 e 19 horas. Sala 1 (240 lugares).
CONTINUAÇÕES
MINHA VIDA EM MARTE, de Susana Garcia, 2018. Com Monica Martinelli e Paulo Gustavo. Comédia. Com a ajuda de sua melhor amiga, Fernanda agora tem que lidar com as vantagens de ser casada, ou talvez solteira. Sexta semana. Não recomendado para menores de 12 anos. Duração: 93 minutos. Horário: 21h30. Sala 1.
SOU CARNAVAL DE SÃO SALVADOR, de Márcio Cavalcanti, 2018. Documentário. O Carnaval de Salvador, que é mais que uma festa, é um estado de espírito. É singular e é plural: são milhões de pessoas que são de verdade Carnaval. Um mergulho profundo para tentar entender o porquê de tanta loucura. Que histeria coletiva é essa? Existe explicação? Segunda semana. Não recomendado para menores de 12 anos. Duração: 110 minutos. Horário: 13 horas. Sala 2 (158 lugares).
CREED II (Creed II), de Steven Caple Jr., 2018. Com Michael B. Jordan, Sylvester Stallone, Tessa Thompson e Dolph Lundgren. Drama. O ex-campeão mundial dos pesos-pesados ​​Rocky Balboa serve como treinador e mentor de Adonis Johnson, filho de seu falecido amigo e ex-rival Apollo Creed. Ele saiu mais forte do que nunca de sua luta contra Ricky Conlan e segue sua trajetória rumo ao campeonato mundial de boxe. Na sua próxima luta ele precisa enfrentar um adversário que possui uma forte ligação com o passado de sua família. Segunda semana. Cópia dublada. Não recomendado para menores de 12 anos. Duração: 129 minutos. Horários: 17h10 e 21h40. Sala 2.
WIFI RALPH: QUEBRANDO A INTERNET (Ralph Breaks the Internet: Wreck It Ralph 2), de Rich Moore e Phil Johnson, 2019. Animação. Ralph e Vanellope, agora amigos, descobrem um roteador wi-fi em seu fliperama, levando-os a uma nova aventura para recuperar uma peça capaz de salvar o jogo. Quinta semana. Cópia dublada. Classificação: Livre. Duração: 113 minutos. Horários: 11h40 (sábado, 2), 14 horas e 16h20. Sala 3 (165 lugares).
HOMEM-ARANHA NO ARANHAVERSO (Spider-Man into the Spider-Verse), de Bob Persichetti, Peter Ramsey e Rodney Rothman, 2018. Animação. Miles Morales se torna o Homem-Aranha após a morte de Peter Parker. Em uma de suas ações para salvar o mundo, ele acaba afetando dimensões paralelas, consequentemente atraindo diferentes versões do super-herói para sua própria realidade. Quarta semana. Cópia dublada. Não recomendável para menores de 10 anos. Duração: 116 minutos. Horário: 18h40. Sala 3.
EU SOU MAIS EU, de Pedro Amorim, 2018. Com Kéfera Buchmann, João Côrtes e Giovanna Lancellotti. Comédia. Camilla, uma estrela da música pop, vê todo o sucesso que conquistou desaparecer misteriosamente ao voltar no tempo. Quando acorda em 2004, ela precisa lidar com os dramas da adolescência, o bullying da inimiga Drica, as provas e trabalhos da escola: tudo de novo. Além disso, precisa ainda convencer seu melhor amigo, Cabeça, de que ela veio do futuro e precisa de sua ajuda para descobrir como voltar. Segunda semana. Não recomendado para menores de 12 anos. Duração: 98 minutos. Horário: 21h10. Sala 3.
COMO TREINAR SEU DRAGÃO 3 (How To Train Your Dragon: The Hidden World), de Dean DeBlois, 2019. Animação. Soluço e Banguela descobrem seus verdadeiros destinos: chefe da aldeia como governante de Berk ao lado de Astrid e o dragão como líder de sua própria espécie. À medida que os dois ascendem, a ameaça mais sombria que enfrentaram testará os laços de seu relacionamento como nunca antes. Terceira semana. Cópia dublada. Classificação: Livre. Horários: 11h30 (sábado, 2), 14h20, 16h40 e 19 horas. Sala 4 (261 lugares).
AQUAMAN (Aquaman), de James Wan, 2018. Com Jason Mamoa, Patrick Wilson, Amber Heard e Nicole Kidman. Ação, aventura, fantasia e ficção científica. Arthur Curry descobre que é o herdeiro do reino subaquático de Atlântida e deve dar um passo adiante para liderar seu povo e ser um herói para o mundo. Oitava semana. Cópia dublada. Não recomendado para menores de 12 anos. Duração: 143 minutos. Horário: 21h20. Sala 4.
ENDEREÇO E TELEFONE
Orient Cineplace Boulevard - Multiplex do Boulevard Shopping, telefax 3225-3185 e telefone 3610-1515, para informações sobre programas e horários.
(Com informações do Departamento de Marketing de Orient Cinemas)

quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

Aniversário da deputada federal Dayane Pimentel


A professora Dayane Pimentel (PSL), primeira deputada federal da história de Feira  de Feira de Santana, completa idade nova nesta quarta-feira, 30. Professora Dayane toma posse na sexta-feira, 1 de fevereiro, para seu primeiro mandato de deputada federal e já está em Brasília.
Ela foi citada por Jair Bolsonaro, no período pré-eleitoral como possível candidata a vice-presidente, sendo impedida por ainda não ter a idade mínima exigida pela lei eleitoral que é 35 anos. A deputada feirense completa 33 anos. 

O Dia na História: Há 178 anos

Em 30 de janeiro de 1841, há 178 anos, "O orçamento da receita da Câmara Municipal desta vila, para o ano financeiro de 1º de outubro de 1841 a 30 de setembro de 1842, atinge a rs. 2:200$, (...) Assinam o dito orçament6o os vereadores Francisco Gonçalves Pedreira França Júnior, Joaquim Pedreira de Cerqueira, Raymundo da Silva Pinto, Manoel Simão Victoria e Manoel Rodrigues do Nascimento Júnior".
Fonte: Crônica Feirense, de Arnold Silva, no livro "Memórias: Arnold Ferreira da Silva", de Carlos Mello e Carlos Brito, editado pelo Núcleo de Preservação da Memória Feirense Rollie E. Poppino

TV Brasil está sob intervenção do governo

A TV Brasil, emissora de TV pública, suspendeu um de seus programas mais antigos, o "Sem Censura", em meio à intervenção da gestão Jair Bolsonaro (PSL) na Empresa Brasil de Comunicação (EBC), administrada pelo Governo Federal. A equipe foi avisada na terça-feira, 29, sobre o cancelamento das edições ao vivo do programa de entrevistas.
A emissora, via assessoria, diz que "o programa ao vivo foi interrompido na atual temporada, devendo ser reavaliado para a próxima grade junto com a nova programação". A permanência do "Sem Censura" na nova grade, que deve estrear em 11 de março, é incerta.
O governo decidiu reestruturar a EBC, o que inclui cortes e mudanças na TV Brasil. O ministro-chefe da Secretaria de Governo, Carlos Alberto dos Santos Cruz, é o responsável por coordenar a tarefa. Em entrevista ao jornal “Folha de S. Paulo” neste mês, o ministro disse que estuda uma fusão da grade de programação da TV Brasil e da TV NBR (agência oficial do governo). 
A atração era produzida no Rio de Janeiro e estava no ar desde 1985, quando estreou pela TVE Brasil. O governo já havia anunciado o corte de cargos comissionados para "otimizar despesas" nas quatro unidades da TV Brasil, em Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro e Maranhão.


Durante a campanha, Bolsonaro prometeu extinguir ou privatizar a emissora, jocosamente apelidada de "TV do Lula", já que foi criada pelo ex-presidente, em 2007. 
Em nota divulgada na segunda-feira, 28, a direção da EBC comunicou que a reorganização da empresa incluiria a diminuição de cargos comissionados. No mesmo dia, foram publicados em seu site 45 atos dispensando funcionários que exerciam funções desse tipo. "O objetivo das mudanças é adequar a empresa à meta de otimizar despesas, com vistas à sustentabilidade até 2022, conforme estabelecida no Planejamento Estratégico da Empresa", disse o comunicado.
Fonte: "Folhapress"

"Bolsonaro em Davos"

"Os setores que nos criticam têm, na verdade, muito o que aprender conosco. Queremos governar pelo exemplo e que o mundo restabeleça a confiança que sempre teve em nós." (Presidente Bolsonaro, em Davos)

Por Percival Puggina
Quem esperava Bolsonaro lecionando Comércio Internacional e Ciência Política em Davos e manifesta frustração por ele não haver feito isso está em situação mais desfavorável do que a dele. Simplesmente desconhece a realidade. Dorme à margem dos fatos. Isso não chega a ser problema se for opinião de um cidadão comum à mesa do bar da esquina, ou de alguém convencido de que a carceragem da Polícia Federal de Curitiba hospeda um mártir da luta pela democracia e pela moralidade da gestão pública. No entanto, se a opinião negativa for emitida por quem se dedica a formar a opinião dos outros, bem, aí estamos perante um caso a cobrar adjetivos que não escrevo para que o leitor não imagine que estou invadindo a privacidade de seus pensamentos.
O Brasil inteiro sabe que Jair Bolsonaro é um homem simples, embora sua formação possa ser até mesmo considerada sofisticada em comparação com a de Lula, por exemplo. A diferença entre ambos é a honestidade. Enquanto Bolsonaro não finge ser o que não é, Lula tem um caráter poliédrico, com uma face para cada circunstância. É capaz de ir a Davos e prometer que vai acabar com a fome no Brasil e no mundo, jurar que extinguiu a miséria e descrever o paraíso nacional enquanto o tiroteio corre solto nas cidades do país. A diferença entre Bolsonaro e Dilma é que enquanto esta pensa que sabe muito, mas pensa pouco e errado, ele tem consciência do que não sabe e, por isso, se cerca de pessoas que sabem muito.
Foram essas virtudes, que se erguem acima do saber humano, que colocaram o novo presidente em sintonia com a maior parte do eleitorado brasileiro. Foram elas, também, que o fizeram compor o governo menos político-partidário da nossa democracia. A prudência é uma característica das almas simples. Foram essas virtudes que o levaram a exaltar em seu discurso a companhia dos ministros Paulo Guedes, Sérgio Moro e Ernesto Araújo.
Não, Bolsonaro não é o rei do camarote. Li, há pouco, que, durante o voo, a bordo do avião presidencial, não quis usar a suíte e a cama reservada ao presidente. Ficou em uma poltrona, como os demais viajantes, porque "um comandante não abandona sua tropa; tem que dar o exemplo". Aquela suíte e aquela cama eram assiduamente ocupadas pelo comandante Lula, o santo da carceragem de Curitiba, para folguedos extraconjugais a grande altitude, enquanto sua tropa, de tantos escândalos, já não se surpreendia. Assistiam de camarote as traquinagens do rei.
Em seu discurso, Bolsonaro foi polido e afirmativo. Deu as grandes diretrizes do que fará, falou das reformas, expôs seus valores, afirmou que o Brasil é o país que mais preserva o meio ambiente no mundo. E faz isso malgrado a carência de recursos e à custa de uma menor produção de riqueza (quem mais assume tais sacrifícios?). Enfatizou a gigantesca obra educacional exigida pela realidade brasileira, assaltada pelos encolhedores de cabeças. Falou em Deus e em família. E quem não gostou vá assistir a Globo.
Percival Puggina, membro da Academia Rio-Grandense de Letras, é arquiteto, empresário e escritor e titular do site www.puggina.org, colunista de dezenas de jornais e sites no país. Autor de "Crônicas Contra o Totalitarismo"; "Cuba, a Tragédia da Utopia"; "Pombas e Gaviões"; "A Tomada do Brasil". Integrante do grupo Pensar+.
Fonte: https://diariodopoder.com.br

terça-feira, 29 de janeiro de 2019

Morre ator Antônio Pompêo

Somente agora sabendo do falecimento, no dia 5 de janeiro, do ator Antônio Pompêo, aos 62 anos. Ele era paulista de São José do Rio Pardo e morreu no Rio de Janeiro.
Pompêo atuou em novelas e seriados na televisão. Estreou em "A Moreninha", em 1975. No cinema, seu primeiro papel foi em "Xica da Silva", em 1976. Seu principal trabalho foi como Zumbi dos Palmares em "Quilombo", 1984 (Pôster para o Festival de Cannes).
Filmografia

Trailer de "O Menino Que Queria Ser Rei"


Assista
Trailer de "O Menino Quer Queria Ser Rei", que tem lançamento nacional nesta quinta-feira, 31, no Orient Cineplace Boulevard.

Quanto custa pegar uma tela

No Orient Cineplace Boulevard, os preços dos ingressos são: R$ 16,00 inteira e R$ 8,00 meia, de segunda-feira a quarta-feira; e R$ 20,00 inteira e R$ 10,00 meia, de quinta-feira a domingo mais feriado e véspera de feriado.

Trailer de "A Sereia: Lagos dos Mortos"


Assista

Trailer de "A Sereia: Lagos dos Mortos", que tem lançamento nacional nesta quinta-feira, 31, no Orient Cineplace Boulevard.

Filme de terror russo e fantasia para público infanto-juvenil

 1. Viktoriya Agalakova em "A Sereia: Lago da Morte"
 2. Louis shbourne Serkis em "O Menino Que Queria Ser Rei"
Fotos: IMDb

A quinta semana do ano, com o último dia do primeiro mês e os primeiros seis dias de fevereiro conta com duas novidades nas tela do Orient Cineplace Boulevard, a partir desta quinta-feira, 31. Um filme de terror, com romance e fantasia, de produção da Rússia, "A Sereia: Lago da Morte", baseado em folclore russo; e o filme de aventura e fantasia "O Menino Que Queria Ser Rei", destinado ao público infanto-juvenil.
Enquanto isso, oito filmes continuam em cartaz.
São o filme de ação, aventura, fantasia e ficção científica "Aquaman", que chega à oitava semana; a comédia brasileira "Minha Vida em Marte", em sexta semana; s animações "WiFi Dalph: Quebrando a Internet”, em quinta semana, "Homem-Aranha no Aranhaverso"; em quarta semana, e "Como Treinar Seu Dragão 3", em terceira semana.
Em segunda semana, as continuações do drama "Creed II", com Michael B. Jordan e Sylvester Stallone; a comédia brasileira "Eu Sou Mais Eu", e o documentário "Sou Carnaval de São Salvador", dirigido pelo feirense Marcio Cavalcante, que conta com cerca de 500 entrevistas, além de imagens do Carnaval de Salvador, gravadas em cinco anos, entre 2014 e 2018.
No sábado, em matinal, sessões de "O Menino Que Queria Ser Rei" (11 horas); "Como Treinar Seu Dragão 3" (11h30); e "Homem-Aranha no Aranhaverso" (11h40). 

Faculdade Baiana de Direito inaugura cursos de pós graduação de Direito em Feira de Santana


Maior núcleo de pós graduação de Direito da Bahia chega 
à Princesa do Sertão em abril

Com o selo de qualidade da Faculdade Baiana de Direito, os cursos de Direito Penal e Processo Penal e Direito do Trabalho e Previdenciário serão ofertados na nova unidade, localizada no centro da cidade, que já está com matrículas abertas e tem previsão de início das turmas no dia 5 de abril.
Com encontros uma vez por mês, sexta-feira (tarde e noite) e sábado (manhã e tarde), o novo núcleo, em Feira de Santana, irá oferecer conforto e excelente estrutura para os alunos. Os cursos de pós graduação serão ministrados na sede da Fluxo Desenvolvimento Profissional e Cultural, na rua Equador, número 29, Centro, que é parceira da Faculdade Baiana de Direito.
Desde a fundação, há 12 anos, o diferencial da Faculdade Baiana de Direito é ser administrada por um grupo de conhecidos professores da área jurídica, com carreiras profissionais consolidadas, que fazem da educação um projeto de vida.
Gamil Föppel, Nestor Távora e Roberto Gomes serão os coordenadores do curso de Direito Penal e Processo Penal. Juliane Facó e Anna Carla Fracalossi coordenam o curso de Direito do Trabalho e Previdenciário.
Carolina Mascarenhas, coordenadora geral da Faculdade Baiana de Direito, explica que levar a marca da instituição, referência em qualidade acadêmica, para o interior da Bahia sempre esteve nos planos da faculdade.
"É um projeto antigo: permitir que a educação alcance outras cidades, levando a marca da Faculdade Baiana de Direito, específica, diferente e inteligente, aos profissionais da área", pontua Carolina.
As matrículas, que estão com preços promocionais, podem ser feitas no site posbaiana.com.br ou pelo telefone 75 98109-8986.
Sobre os cursos:
Direito Penal e Processo Penal
A dinâmica de uma pós-graduação é um grande desafio. Estimular a pesquisa, celebrar o dissenso, despertar a crítica, construir a prática aliada ao embasamento teórico aplicado aos novos tempos, são alguns dos objetivos de um curso que pretende ser inovador. Os crimes cibernéticos, as novas ferramentas investigativas, a negociação e a renúncia à sanção penal, a criminalidade difusa, a biotecnologia e tantos outros institutos que irrigam o dia a dia do Direito Penal e do Processo Penal, servem de combustível para a montagem de uma matriz acadêmica dinâmica, moderna, multidisciplinar, irreverente e que aponta os olhos para o futuro, sem esquecer da realidade forense atual.
Direito do Trabalho e Previdenciário
A Pós-Graduação em Direito do Trabalho e Previdenciário promovida pela Faculdade Baiana de Direito em Feira de Santana visa oferecer uma qualificação diferenciada na área Previdenciária e Trabalhista, mediante vivência de experiências práticas, em articulação com estudos teóricos, possibilitando o desenvolvimento de competências no dia-a-dia do Direito e Prática Previdenciária/Trabalhista. Busca assim, atualizar, informar, discutir, desenvolver e aprimorar conhecimentos sob a perspectiva prática e especializada tanto em Direito Previdenciário quanto em Direito e Processo do Trabalho.
(Com informações de LK Comunicação)