*

*
Clique na logo para ouvir

*

*

quinta-feira, 25 de outubro de 2018

"Candidatos continuam mentindo, mas TSE ignora"


Empenhada no combate a fake news e às "ameaças" à democracia, a Justiça Eleitoral não se incomoda com a maior fonte de falsidades da campanha de 2018: os próprios candidatos, que estão autorizados a usar o horário eleitoral, público, para mentir sem repercussão. A maioria mente quando se elogia e quando ataca seus adversários. Pode-se mentir, prometer sem não cumprir e até inventar histórias.
Pinóquio ao vivo
Haddad começou entrevista no Jornal Nacional, a primeira do 2º turno, dizendo representar a "socialdemocracia". Seu nariz deve ter crescido.
Candidato pode tudo
Candidato até comete crime ao mentir sobre o rival, como em Brasília, mas a Justiça Eleitoral só tem olhos para fake news de anônimos.
'Verificação' fake
Vídeo de Haddad de agosto é considerado "fake", mas vídeo do filho de Bolsonaro de julho é tido como verdadeiro. E considerado "ameaça".

Nenhum comentário: