#EsteBlogÉDemais!

#EsteBlogÉDemais!

Segunda semana

Segunda semana
17h50 (Dublado) - 21 (Legendado)

Dê este livro - R$ 30,00 - de presente

Dê este livro - R$ 30,00 - de presente
Adquira no Boulevard Shopping (na Cappa Clara Tabacaria), Restaurante Flor do Maracujá (na Kalilândia), bancas Avenida, Cidreira e Status (na avenida Getúlio Vargas), em O Folheteiro (no Mercado de Arte Popular)

segunda-feira, 21 de maio de 2018

"Tempo de ‘vacas obesas’ acabou para MDB e PT"


Nos tempos de vacas obesas da corrupção da JBS/J&F e Odebrecht, que não se repetirão, o MDB recebeu R$ 90,1 milhões em doações na campanha para deputados federais de 2014. O PT, R$ 89,8 milhões. Este ano é proibida a doação eleitoral de empresas e também há limite sobre o total que poderá ser gasto nas campanhas. Quem quiser ser eleito deputado federal só poderá gastar no máximo R$ 2,5 milhões.
Grana fácil
Deputados do PT e MDB levaram R$ 2,35 milhões e R$ 4,12 milhões (da JBS) e R$ 488 mil e R$ 878 mil (da Odebrecht) respectivamente.
Valores 2017
O PT embolsou em 2017 mais de R$ 98 milhões do Fundo Partidário. O MDB faturou quase R$ 79 milhões, um pouco menos que o PSDB.
Total
O Fundo Partidário banca os partidos mensalmente e distribuiu mais de R$ 740 milhões em 2017. Ultrapassará R$ 1 bilhão em 2019.
Com a sua grana
O Partido dos Trabalhadores, que teve três ex-presidentes presos por corrupção, já embolsou do "fundo partidário" mais de R$ 34,5 milhões somente em 2018. É o partido que mais fatura no Fundo.
Fonte: Cláudio Humberto

Nenhum comentário: