Terceira semana

Terceira semana
No Orient Cineplace Boulevard - 18h50

No Orient Cineplace Boulevard

No Orient Cineplace Boulevard

*

*

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Outro film noir clássico visto

Richard Basehart e Audrey Totter em "Tensão"
Fotos: IMDb 
Drama criminal, "Tensão" (Tension), de John Barry, 1949, contido no "Film Noir - Vol. 7", de minha coleção de DVD, foi visto na noite desta quarta-feira, 5. O filme mistura thriller e romance.
Na trama, um pacato farmacêutico, Warren Quimby (Richard Basehart), cria uma identidade alternativa - Paul Sothern (ele vê revista com a atriz Ann Sothern na capa e usa o nome - sob a qual planeja assassinar o vendedor de bebidas alcoólicas, Barney Deager (Lloyd Gough) que se tornou o amante de sua mulher, Claire (Audrey Totter), uma femme fatale.
Ele elabora um plano complexo, que envolve assumir uma nova identidade, para que pareça que outra pessoa assassinou seu rival. As coisas se tornam inesperadas quando alguém comete o assassinato primeiro e ele se torna o principal suspeito.
A investigação é feita pelo detetive Collier Bonnabel (Barry Sullivan). O farmacêutico se envolve com outra mulher, a fotógrafa Mary Chandler (Cyd Charisse).
Interessante como o filme começa. Com o detetive olhando para o espectador e falando:
Eu sou um policial. Eu sou um tenente detetive. Trabalho com homicídio. Este é um nome chique para assassinato. Nós recebemos muitos casos difíceis. Resolvemos a maioria deles. Mas como?
Começa a esticar e a relaxar um elástico (borrachinha)
Eu só conheço um jeito, uma coisa que os quebra - tensão. Trabalho com suspeitos. Jogo com eles. Jogo com seus pontos fortes e suas fraquezas. Pressiono-os. Mas seja como for, continuo esticando-os.
Agora estende o elástico ao extremo sem relaxá-lo
Tudo, todo mundo tem um ponto de ruptura. E quando eles se esticam tão apertados, não podem aguentar mais.
O elástico se parte e aparece como o título do filme - "Tension" - na tela pontuada com trilha dramática.

Nenhum comentário: