No Aprisco

No Aprisco

sábado, 17 de junho de 2017

Feira de Santana tem "A Mulata" há 50 anos



Feira de Santana tem "A Mulata", de Di Cavalcanti, há 50 anos. Óleo sobre tela, 73,5 x 60,3, 1967, integra o acervo do Museu Regional de Arte.
"Este ai pintou e bordou". Assim o escritor Rubem Braga se referia a Di Cavalcanti.
"Um dos maiores pintores brasileiros do século XX. Fez na época uma corajosa e inovadora afirmação da arte brasileira", considera Arno Leocádio Schleder.
Ao lado de Anita Malfatti e Tarsila do Amaral, Di foi um dos precursores da geração de pintores modernistas. 
Sua obra é de um sensualismo cálido, domínio do desenho, além do uso muito elegante da cor.

Nenhum comentário: