Segunda semana

Segunda semana
No Orient Cineplace Boulevard - 15 - 19h15 - 21h30

*

*

terça-feira, 27 de junho de 2017

Clássico do mestre do suspense

James Stewart e Kim Novak em "Um Corpo Que Cai"
Fotos: IMDb

O clássico "Um Corpo Que Cai" (Vertigo), do mestre do suspense Alfred Hitchcock, 1958, tem roteiro de Alec Coppel e Samuel A. Taylor, baseado no livro "D'Entre les Morts", escrito em 1954 por Pierre Boileau e Thomas Narcejac.
A trama do filme é complexa com seus dramas psicológicos mas Hitchcock dosa o suspense com um romance que envolve. O diretor brinca com as aparências.
Kim Novak vive três personagens - o de Madeleine (loura), o de Judy Barton (morena) e o de Judy fazendo-se passar por Madeleine - e a reviravolta que acontece com elas é destaque da trama.
Além do roteiro e da direção de Hitchcock, que aparece, como sempre em seus filmes, em uma cena, "Um Corpo Que Cai" se destaca pela fotografia de Robert Burks e música de Bernard Herrmann.
"Um Corpo Que Cai" é de fato uma obra prima do cinema, sendo considerada por muitos a maior realização de Alfred Hitchcock, que com este filme criou o "zoom out", técnica que faz com que o espectador sinta a vertigem que o protagonista tem.
A sinopse: Em San Francisco, Scottie, um ex-detetive (James Stewart) com sentimento de culpa, perturbado pelo passado e com acrofobia (medo de alturas), mesmo aposentado, é contratado para vigiar a esposa, Madeleine (Kim Novak), de um amigo (Tom Helmore) com tendências suicidas. Após resgatá-la de uma queda na baía, ele fica obcecado pela bela e atormentada mulher. Mas, tudo fica mais complicado quando a situação se mostra infinitamente mais complexa do que parecia ser à primeira vista.
O crítico Leonard Maltin saudou "Um Corpo Que Cai" como "um filme excepcional que demanda múltiplas interpretações". 
Curiosidade: em Portugal, o título do filme é "A Mulher Que Viveu Duas Vezes".

Nenhum comentário: