Venda antecipada de ingressos no Orient Cineplace Boulevard

Venda antecipada de ingressos no Orient Cineplace Boulevard

Em lançamento mundial no Orient Cineplace Boulevard

Em lançamento mundial no Orient Cineplace Boulevard
13 - 15h40 - 18h25 (Dub) - 21h10 (Leg) no Orient Cineplace Boulevard

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Morre fotógrafo Elydio Azevedo



Um dos fotógrafos mais antigos e em atividade de Feira de Santana, Elydio Azevedo Lopes (Foto), faleceu nesta sexta-feira, 28, aos 83 anos, em Salvador, por problemas cardíacos. Seu sepultamento ocorrerá neste sábado, 29.
No auge de sua atividade, ele possuía o Foto Universo, uma marca nos eventos sociais e culturais de Feira de Santana. Uma série de fotos sobre esta cidade nos anos 1960 e 1970, que faz parte do Acervo dos Municípios Brasileiros do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), é de sua autoria.
Em sua página no Facebook, o prefeito José Ronaldo lamentou. "Meus profundos sentimentos pela morte do amigo, pessoa muito querida na sociedade". Foi concedida a ele, em Dia da Cidade, a Ordem do Mérito de Feira de Santana.
De acordo com Antônio Carlos Bastos Magalhães, presidente do Sindicato dos Fotógrafos Profissionais de Feira de Santana (Sinfofs), Elydio  engrandeceu muito a profissão e por muitos anos na cidade.
Para o jornalista Antônio José Laranjeira, ele era "um dos mais respeitados fotógrafos da Bahia, representa uma das enciclopédias da fotografia  baiana".
Em 2012, ele nominou o Prêmio do Concurso Feirense de Fotografias, pelo Dia Mundial do Fotógrafo, 19 de agosto.
Ele foi vice-presidente, em 1976, na primeira diretoria da Associação dos Fotógrafos Profissionais de Feira de Santana, entidade antecessora ao Sindfofs.Junto ao cineasta Olney São Paulo e com uma filmadora Kodak 16mm antiga filmou em 1955 o curta-metragem "Um Crime na Rua", com dez minutos de duração. Foi o primeiro filme realizado em Feira de Santana.

2 comentários:

Anônimo disse...

Elydio Azevedo, fotógrafo de tantos e tantos marcantes registros de Feira de Santana.Meus sentimentos pelo seu falecimento. Artur Renato Brito de Almeida, um feirense, de São Paulo.

Marçó de Almeida disse...

Um orofissional admirável, e uma pessoa íntegra e exemplar! Tive o prazer de ter o trabalhi dele em meu album de normalista...