No Aprisco

No Aprisco

domingo, 9 de abril de 2017

Filme que é uma pregação sobre fé

Sam Worthington ladeado por Avraham Aviv Alush, Octavia Spencer e Sumire Matsubara em "A Cabana"
Foto: IMDb


Escrito pelo canadense William P. Young, o livro "A Cabana" (The Shack) foi lançado em 2007 nos Estados Unidos. No Brasil, chegou um ano mais tarde. Em 2009, ganhou o prêmio Diamond Awards, para obras da literatura que ultrapassam a marca de 10 milhões de cópias vendidas.
Agora, chega o filme baseado no best-seller, com roteiro de John Fusco, Andrew Lanham e Destin Creton. A direção é de Stuart Hazeldine. É um produto de pregação da fé cristã, que atinge em cheio o objetivo de emocionar aos cristãos com a mensagem edificante, uma pregação de fé e perdão.
Mas, é preciso ter discernimento, para reter o que é bom do filme, que tem elementos místicos, cujas fantasias podem confundir.
Está em cartaz em todo o país - em Feira de Santana no Orient Cineplace Boulevard, sessões às 15h30 e 18h10 com cópia dublada e às 20h50 com cópia legendada.
Na trama, a família Phillips acampa num lago e ocorre o sumiço da pequena Missy (Amelie Eve). Mack (Sam Worthington), o pai, fica desesperado. Com as investigações policiais, a conclusão de que a menina foi assassinada em uma cabana nas redondezas, por um maníaco fugitivo da lei.
Mack entra em depressão, que beira a obsessão e loucura, pois se sente culpado pelo fato. Ele recebe uma carta e volta para a cabana onde ocorreu o crime. No local, descobre que tudo está reestruturado e é a casa de moradores muito especiais. Ele aprende a se desprender de todo apego humano e de sentimentos como culpa, raiva e vingança.
Assim, "A Cabana" é um drama espiritual onde a perda da fé é um tema bem colocado. Como lidar com a dor? Com o perdão vem a paz interior.
"Você nunca está sozinho" diz o slogan. E o personagem passa a ter a companhia da Santíssima Trindade: Deus - interpretado por Octavia Spencer (Papa), de Jesus Cristo (Avraham Aviv Alush) e do Espírito Santo - feito por Sumire Matsubara (Sarayu). Ainda tem a Sabedoria - interpretada pela brasileira Alice Braga (Sophia).

Nenhum comentário: