*

*

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Rotary Club e filmes


Assista

Na sequência final do drama romântico e musical "O Guarda-Costas" (The Bodyguard), uma reunião de Rotary Club.
Na trama, depois de deixar a equipe de segurança de Rachel Marron, personagem de Whitney Houston, Frank Farmer (Kevin Costner) aparece trabalhando para um novo cliente e o cenário é uma reunião de Rotary Club no Baltimore Hotel, em Los Angeles.
Os personagens são fictícios, mas os símbolos do Rotary são genuínos. Foram montados por equipe Rotary International, com pins de lapela e emblemas de identificação, como bandeira e sino.
Com a permissão do Departamento de Serviços Jurídicos do RI para aparição em espetáculos, a roda rotária e os outros símbolos rotários têm sido usados para compor um ambiente com imagem positiva em filmes de Hollywood, teatro, programas de televisão e comerciais.
Além de "O Guarda-Costas", outros filmes que utilizam símbolos do Rotary são: "Part Wire", 1935 - Lee Phelps toca piano em reunião de Rotary Club; "Sargento York", 1941 - Gary Cooper aparece em Rotary Club Nashville; "De Volta Para o Futuro 2", 1985 - Placa do Rotary no início; "Aracnofobia", 1990 - Símbolo do Rotary em placa; "Un Week-End Sur Deux", 1990 - Jantar no Rotary Club em Vichy; também em "Mal Posso Esperar", 1998, e "Grandes Sonhos", 2007. Em "Terremoto: A Falha de San Andreas", 2015, aparecem barracas do Shelter Box, programa em parceria com o Rotary.

Nenhum comentário: