No Aprisco

No Aprisco

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Salvador recebe evento internacional "Outside Comfort Zone"

Novo método de coaching será apresentado em evento gratuito
O cineasta e coach baiano radicado na Suécia, Ricardo Koanuka (Foto: Divulgação), traz para Salvador a primeira edição do evento internacional "Outside Comfort Zone" (Fora da Zona de Conforto), com o tema "Propósito de Vida - Identifique o Seu!". Durante a palestra interativa, haverá demonstração do Uniqueness Processmétodo de coaching criado por Koanuka e aplicado em alguns países da Europa. O evento ocorrerá no dia 26 de janeiro, das 19 às 22 horas, no auditório do Salvador Shopping Business. A entrada é gratuita, mediante doação de um quilo de alimento, que será doado para a Associação Baiana de Pessoas com Doenças Falciforme. Inscrições pelo site goo.gl/tN4gST.    
O Outside Confort Zone é um evento que já ocorre na Suécia, voltado ao desenvolvimento pessoal e empreendedorismo, e chega pela primeira vez ao Brasil. "Para você ser um grande empreendedor, seja em qualquer profissão, o desenvolvimento pessoal deve estar alinhado ao seu objetivo. Você não vai ter sucesso em seu negócio se não tiver persistência, visão, clareza e motivação. Sem isso, nada vai fazer o seu negócio acontecer! O fator psicológico é fundamental para que tudo dê certo, e deve ser treinado", explica Ricardo.
Antes de criar o método Uniqueness Process, que também será introduzido pela primeira vez no Brasil, Ricardo Koanuka se especializou com os melhores profissionais da área, criadores da Programação Neurolinguística (PNL), e especialistas internacionais como John Grinder, Richard Bandler, Janet Attwood e Anthony Robbins. "Busquei conhecimento com os melhores do mundo para desenvolver o meu método e ajudar pessoas. Acredito que, quanto mais vivermos alinhados com o nosso propósito de vida, com a nossa uniqueness, que é a nossa originalidade, viveremos melhor e faremos melhores escolhas na vida", avalia.   
O método - Em uma sessão de duas horas, trabalhando de forma individual ou em grupo, Ricardo garante que é possível decodificar as crenças limitantes e identificar as paixões pessoais que motivam cada um de nós por meio do seu método, o Uniqueness Process. "Essas paixões existem por algum motivo. Se você descobrir quais são as suas, isso já representa um indicador essencial ao seu propósito de vida. Se você seguir essas paixões no seu dia a dia, é certeza de que terá um nível de vida melhor. Isso faz você acordar pela manhã e querer fazer acontecer!", defende o coach.
Ele também pontua que o seu objetivo ao criar o método é fazer com que as pessoas se mobilizem e se valorizarem. "As pessoas que conseguem chegar a um nível de visibilidade como ícones, são pessoas que conseguiram descobrir o que elas são, que entraram em contato com a sua unicidade". O método, que já foi aplicado em diversas pessoas na Europa, tem garantido bons resultados. "Ela entra em contato consigo, com as suas paixões, e vai ter respostas. Já tive clientes em que os resultados foram visíveis já no dia seguinte. O teste libera a motivação das pessoas e isso é incrível. É fora da zona de conforto que a gente cresce!", defende.
Documentário - O retorno de Ricardo a Salvador ocorre após a sua participação em diversos festivais de cinema pelo mundo com o documentário "Resiliência" (confira o trailer: https://vimeo.com/koanuka/resilience). De acordo com o coach, para falar sobre o Uniqueness Process, é importante mencionar o documentário. Com 27 minutos, o filme foi rodado em Salvador, com edição e finalização na Suécia, e conta a história de Meia Lua, um homem que, apesar de todas as dificuldades que a vida lhe impôs, enfrentou todos os obstáculos e deu a volta por cima. "O filme fala um pouco de como nos tornamos donos da nossa mente, de como devemos administrar os nossos pensamentos para que possamos viver de forma motivada e feliz. Esse trabalho abriu portas para que eu começasse a palestrar sobre o tema", conta. 
Sobre Ricardo Koanuka -  Coach, cineasta e emprenededor, há oito anos o soteropolitano Ricardo Koanuka resolveu viver fora do Brasil. Trocou o seu emprego estável numa empresa norueguesa para levar o seu trabalho como coach para a Suécia, quando montou a produtora Koanuka Films, começou a investir na produção audiovisual e, paralelo a isso, passou a atuar como coach. "Hoje em dia eu dou palestras para suecos, mas não foi fácil. Treinei muito a minha mente para acreditar que seria possível fazer isso num pais de primeiro mundo. E venci outro desafio esse ano, que foi proferir a minha primeira palestra em sueco", finaliza.
(Com informações do jornalista Marcos Paulo Sales, do Clube Press – Assessoria de Comunicação)

Nenhum comentário: