*

*

Rede Orient - A partir de quinta-feira, 14

Rede Orient - A partir de quinta-feira, 14
Orient Cineplace Boulevard - 15 - 18 (Dub) - 21 (Leg)

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

"Estados Unidos: Por um retorno a Deus e à Constituição"

Por Paul Bremmer
A posse de Donald Trump está a apenas duas semanas de distância, e inúmeros americanos estão ansiosos para ver as mudanças que esperam com o novo presidente eleito. O ex-líder da maioria da Câmara, Tom DeLay (Rep -Texas), tem um desejo para a próxima presidência de Trump, mas é um enorme desejo.
"O que eu quero ver da administração Trump é o foco em Deus e na Constituição", disse DeLay ao WND. "É muito simples. A implementação é muito difícil, mas o que eu quero ver é uma compreensão audaciosa de que a fé é o núcleo deste país e a Constituição é o núcleo do nosso governo".
O ex-líder da maioria pede uma revolução que transformará o núcleo da América, em seu novo livro "Revival! Revolution! Rebirth! ". Ele garante aos americanos que ele não quer uma revolução violenta, mas espiritual, semelhante ao Primeiro Grande Despertar dos anos 1730 e 1740”.
"Os Estados Unidos da América necessitam urgentemente de um renascimento", escreve DeLay no prólogo do livro. "Esta renovação só pode vir da mesma maneira do nascimento original da nação: o reavivamento espiritual deve conduzir à revolução que reproduziria mais uma vez a república constitucional excepcional em sua liberdade, oportunidade, paz, e segurança. Assim como o Primeiro Grande Despertar precedeu e ajudou a conduzir à Declaração de Independência e à Constituição, então este é o processo que deve ocorrer agora".
DeLay acredita que um fracasso em passar por esse processo significará o fim da América.
"Sem a revolução que restaura Deus como o núcleo da Declaração de Independência e da Constituição, e a Constituição como o núcleo da governança americana, os Estados Unidos enfrentarão a dissolução", adverte. "Isso não significa que haverá um voto para dissolver a nação, mas que o ácido das visões de mundo, movimentos, filosofias, comportamentos e políticas contrárias ao governo constitucional pio, temente a Deus, consumirá a América até que se desintegre".
Portanto, é imperativo que os americanos voltem a entrar em contato com a Constituição, disse ao WND.
"Precisamos fazer este navio do Estado dar a volta e voltar a seguir a Constituição e entender que a Constituição nunca vislumbrou um  governo que nos concedesse nossos direitos, o governo cuidando de nós, do berço ao túmulo", DeLay insistiu. "O governo foi criado para proteger os direitos que nos foram dados por Deus".
No estado atual, a América está cercada de ilegalidade, de acordo com DeLay. O presidente Obama baseia-se fortemente em ações executivas para implementar sua agenda, enquanto a Suprema Corte "minou nossas liberdades religiosas, permitiu que nossa sociedade matasse 65 milhões de bebês e minou nosso conceito de família e matrimônio glorificando a imoralidade sexual", nas palavras de DeLay.
Ele disse que tudo precisa mudar para os Estados Unidos experimentarem a necessária renovação.
Do WND.
Tradução e divulgação: Papéis Avulsos - www.heitordepaola.com
Fonte: "Mídia Sem Máscara"

Nenhum comentário: