*

*

domingo, 1 de janeiro de 2017

50 anos da visão de "Quando Voam as Cegonhas" no cinema

1. Poster original do filme soviético

2. Tatiana Somoilova em "Quando Voam as Cegonhas"

Há 50 anos, em 1967, com 19 anos, assisti no Cine Santanópolis, em matinal - única exibição então programada -, ao filme "Quando Voam as Cegonhas" (Letyat Zhuravli), de Mikhail Kalatozov, 1957. Fui ao cinema depois de estar em reveillon no Feira Tênis Clube. Foi o 687º filme visto, anotado em caderno.
Trata-se de drama romântico, que tem como pano de fundo, a Segunda Guerra Mundial. Veronika (Tatiana Somoilova) e Boris (Alexei Batalov) estão apaixonados. Eles caminham pelas ruas de Moscou até o amanhecer. Mas a Segunda Guerra Mundial está começando e Boris, que trabalha numa fábrica, alista-se voluntariamente às forças armadas. Para a tristeza de sua família e de Veronika, ele parte para a frente de batalha. Cansada de esperar pela volta do amado, ela se casa com Mark (Aleksandr Shvorin).
Este filme é um dos marcos da história do cinema soviético. Pela sua qualidade, obteve sucesso internacional e venceu a Palma de Ouro do Festival de Cannes de 1958. Naturalmente, tenho "Quando Voam as Cegonhas" em DVD na minha coleção.

Nenhum comentário: