*

*

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Itacaré investe em turismo de aventura e desenvolvimento sustentável

Município é um dos pólos que atendem à demanda do turismo em geral.  O de aventura se destaca pela região da APA Itacaré Serra Grande que constitui um quadro perfeito para o Ecoturismo

 Foto: Setur

Uma experiência física e sensorial recreativa que envolve desafio, esta é a definição do Turismo de Aventura, hoje entendido como uma atividade do Ecoturismo, que proporcionam sensações incríveis, como liberdade, superação e prazer.
Em Itacaré, o Ecoturismo vem crescendo, um segmento de turismo que atualmente possui características e consistência de mercado própria e, consequentemente, uma nova oportunidade de ofertas e possibilidades devido ao crescimento que vem adquirindo. Em poucos lugares do mundo a natureza foi tão generosa oferecendo um conjunto de atrativos diversos, concentrados em um único espaço.
Um complexo de matas, rios, cachoeiras, manguezais e praias que permitem a prática de várias atividades memoráveis, que vão do simples banho de mar nas águas límpidas, passando por tranquilos passeios de canoa pelo Rio de Contas, até as experiências inesquecíveis com esportes radicais.
Conhecida como o reduto dos sufistas, Itacaré tem praias urbanas e rurais que atraem gente de todo o mundo para praticar o esporte que foi o primeiro grande atrativo da região. Além do surf, parapente, rafting, rapel, mountain bike, stand-up, caiaque e off-road são atrações que oferecidas na cidade.
As trilhas levam a caminhos inusitados, ao cruzar a Mata Atlântica, passando por lindas cachoeiras e praias virgens. São roteiros especiais para o trekking - chamado percurso pedestre -  como para o moutain bike.  
A praia da Ribeira, é o local ideal para quem quer se aproximar ainda mais da natureza, a altura das árvores, principal característica da Mata Atlântica, permite a prática do arvorismo, que consiste na travessia de trilhas suspensas interligando as copas das árvores.
Com fácil acesso, a praia que fica na zona urbana da cidade, é conhecida pelas belas paisagens. Lá o turista pode praticar arvorismo e tirolesa, uma ótima oportunidade para apreciar a fauna e a flora.
O percurso do arvorismo é feito através de pontes que interligam as árvores. Atividades como trapézio, teia de aranha, tirolesas e alguns desafios para os amantes de aventura.
Localizado em uma área de 20 mil m² de Mata Atlântica, é o primeiro percurso do Nordeste. São 20 atividades suspensas, sendo sete tirolesas que variam de dois a 50 metros de altura. A maior delas é a da Ribeira com 280 metros de extensão por 40 de altura com um visual imperdível para as águas salgadas da praia da Ribeira.
O turismo de aventura ou ecoturismo vem se apresentando como importantes ferramentas para o desenvolvimento sustentável de Itacaré. Proporcionando uma utilização responsável dos recursos naturais, respeito às tradições culturais, associando a conservação da natureza com a geração de renda e melhoria da qualidade de vida para a comunidade.
Hoje é possível curtir Itacaré com muita adrenalina, contato com o apoio de guias especializados. Na cidade existem várias operadoras de turismo que oferecem uma variedade de roteiros de aventura.
Sabores de Itacaré
Depois de aventuras alucinantes, a melhor pedida para o turista é se deliciar com um dos pratos do Festival Gastronômico Sabores de Itacaré. Pelo 42 restaurantes do evento, que vai  até sábado, 17 de dezembro. Além da programação gastronômica, o Festival oferece Feira de Artesanato, Feira de produtos da Agricultura Familiar, e um cronograma de shows. Vale à pena conferir!
(Com informações de Karlo Dias, da LK Comunicação)

Nenhum comentário: