Venda antecipada de ingressos no Orient Cineplace Boulevard

Venda antecipada de ingressos no Orient Cineplace Boulevard

Em lançamento mundial no Orient Cineplace Boulevard

Em lançamento mundial no Orient Cineplace Boulevard
13 - 15h40 - 18h25 (Dub) - 21h10 (Leg) no Orient Cineplace Boulevard

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Drama, comédias e animação


1. César Troncoso e Dan Stulbach em "O Vendedor de Sonhos"
2. Jennifer Aniston em "A Última Ressaca do Ano"
3. Leandro Soares e Sophie Charlotte em "Tamo Junto"
4. Animação russa "Masha e o Urso"
Fotos: Divulgação

Adaptação do best-seller homônimo do psicoterapeuta e escritor Augusto Cury, "O Vendedor de Sonhos" é a principal das quatro novidades desta 50ª semana cinematográfica do ano, a partir desta quinta-feira, 8, no Orient Cinemas Boulevard.
As outras novidades são as comédias "A Última Ressaca do Ano", com Jennifer Aniston e Jason Bateman e "Tamo Junto", esta brasileira, mais a animação russa "Masha e o Urso".
Continuam em cartaz: a comédia brasileira "O Último Virgem", em segunda semana; o filme de ação "Jack Reacher: Sem Retorno", em terceira semana; e a fantasia "Animais Fantásticos e Onde Habitam", em quarta semana.
Em "O Vendedor de Sonhos", de Jayme Monjardim, Júlio César (Dan Stulbach), um psicólogo decepcionado com a vida em geral, tenta o suicídio, mas é impedido de cometer o ato final por intermédio de um mendigo, o "Mestre" (César Troncoso). Uma amizade peculiar surge entre os dois e, logo, a dupla passa a tentar salvar pessoas ao apresentar um novo caminho para se viver. Ainda no elenco tem Leonardo Medeiros, Thiago Mendonça e Dani Antunes.
Trata-se da primeira adaptação de livro de Augusto Cury para o cinema. O autor publicou mais de 20 livros e ultrapassa a marca de 20 milhões de livros vendidos no Brasil.

Um comentário:

Simone Mires disse...

O filme rende alguns bons momentos e referências interessantes. Talvez consiga inclusive funcionar melhor na estrutura do roteiro que diz respeito ao cerne da trama, do que nas gags e piadas em si. Amei ver a Kate Mckinnon no filme, ela sempre achei o seu trabalho excepcional, sempre demonstrou por que é considerada uma grande atriz, desfrutei do seu talento neste filme: Rough Night faz uma grande química com todo o elenco, vai além dos seus limites e se entrego ao personagem.