#vaiterBRT

sábado, 19 de novembro de 2016

Filmes que não foram lançados em Feira de Santana em 2016

Jennifer Lawrence em "Joy - O Nome do Sucesso"
Ewan McGregor como Jesus em "Últimos Dias no Deserto"
Fotos: Divulgação

A cada semana são lançados no Brasil cerca de dez filmes novos. Nem todos chegam a Feira de Santana, no único complexo de exibição, o Orient Cinemas Boulevard, com quatro salas. Os lançamentos que chegam, muitos arrasa-quarteirões, duram várias semanas em cartaz, o que acaba impedindo a exibição da maioria dos filmes.
Neste ano, como nos demais, vários filmes não chegaram nas telas. Assim, seis deles adquiri DVDs para ter a oportunidade de visão: "Os Oito Odiados" (The Hateful Eight), de Quentin Tarantino; "Spotlight - Segredos Revelados" (Spotlight), de Thomas McCarthy; "Joy - O Nome do Sucesso" (Joy), de David O. Russell; "Trumbo - Lista Negra" (Trumbo), de Jay Roach; "Ave, César!" (Hail, Caesar!), de Joel Coen e Ethan Coen; e "Milagres do Paraíso" (Miracles From Heaven), de Patricia Riggen. 
Outros dois, acabei assistindo pelo NetFlix: "A Grande Aposta" (The Big Short), de Adam McKay; e "Suíte Francesa" (Suite Française), de Saul Dibb.
Filmes - reconhecidos como de qualidade acima da média - que não foram lançados em Feira de Santana em 2016: "Steve Jobs" (Steve Jobs), de Danny Boyle; "Horas Decisivas" (The Finest Hours), de Craig Gillespie; "Um Homem Entre Gigantes" (Concussion), de Peter Landesman; "Ressurreição" (Risen), de Kevin Reynolds; "Conspiração e Poder" (Truth), de James Vanderbilt; "O Jovem Messias" (The Young Messiah), de Cyrus Nowrasteh; "Decisão de Risco" (Eye in the Sky), de Gavin Hood; "O Maior Amor do Mundo" (Mother's Day), de Garry Marshall; "A Vingança Está na Moda" (The Dressmaker), de Jocelyn Moorhouse; "Jogo do Dinheiro" (Money Monster), de Jodie Foster; "Elvis e Nixon" (Elvis and Nixon), de Liza Johnson; "Florence - Quem É Essa Mulher?" (Florence Foster Jenkins), de Stephan Frears; "A Intrometida" (The Meddler), de Lorene Scafaria; "Negócio das Arábias" (A Hologram For the King), de Tom Tykwer; "Amor & Amizade" (Love and Friendship), de Whit Stillman; "Perfeita É a Mãe" (Bad Moms), de Jon Lucas e Scott Moore; "Águas Rasas" (The Shallows), de Jaume Collet-Serra; "Café Society" (Café Society), de Woody Allen; "Aquarius", de Kleber Mendonça Filho; "Últimos Dias no Deserto" (Last Days in the Desert), de Rodrigo García; "Sete Homens e um Destino" (The Magnificient Seven), de Antoine Fuqua; "O Bebê de Bridget Jones" (Bridget Jones's Baby), de Sharon Maguire; "O Contador", de Gavin O'Connor; e "O Mestre dos Gênios" (Genius), de Michael Grandage.

Nenhum comentário: