#vaiterBRT

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Editorial da primeira edição do "Feira Hoje" há 46 anos

"Chegamos
Qualquer pessoa de sã consciência, que mora nesta terra, sente que a lacuna existe. Todos indagam: Por que não temos um – ou mais de um – jornal à altura do progresso de Feira de Santana? Um grupo de jovens, incomodado de tanto ouvir esta pergunta, resolveu tomá-la como um desafio. O resultado está aí em suas mãos.
Nós que fazemos este Jornal estamos decididos a dar o melhor da nossa capacidade e da nossa inteligência que não é lá essas coisas, reconhecemos... – para levar a você uma imprensa realmente sadia e baseada em princípios sérios e honestos. Sabemos que pequenos enganos serão aqui cometidos. Injustiças, não! Falhas técnicas poderão ser observadas. Mas estaremos, sempre, procurando acertar. Na maioria das vezes, a pressa da notícia e o corre-corre da redação são os responsáveis por ocasionais erros de um jornal.
Desejamos ter uma ativa e constante participação política, equidistante, todavia, das paixões políticas, das lutas partidárias e de interesses outros que não reflitam os mais elevados anseios da comunidade. Também não seremos governistas bajuladores, nem opositores sistemáticos. Um objetivo nos apaixona e nos obrigará sempre a ficar na primeira linha de ataque: o desenvolvimento de Feira de Santana – município e região – em todos os sentidos, seja econômico, social, político ou cultural.
As críticas destrutivas, as futricas dos mal intencionados e a defesa de interesses contrários à coletividade receberão – em qualquer época e circunstância – o nosso maior repúdio e todo o vigor do nosso combate. Os que lutam pela industrialização, os que querem a Universidade feirense e os que desejam o progresso social podem contar com o nosso apoio entusiástico e integral.
Quando tivemos a ideia de enfrentar esse empreendimento, o fizemos, em grande parte, movidos pelo idealismo, o que aliás é próprio dos jovens. Nenhum de nós, contudo, tem a ingenuidade de pensar que no mundo que vivemos somente o ideal basta. Todos os participantes da nossa empresa possuem experiência jornalística e estão conscientes de que a imprensa é, também, um negócio. Garantimos que aquela mentalidade empresarial, imprescindível ao êxito dos bons negócios, está presente em nós. Agiremos, entretanto, dentro da linha de que o dinheiro é importante, mas não compra a dignidade. Sabemos das dificuldades que encontraremos pela frente. Temos a quase certeza de que surgirão uns poucos  "inimigos". Os mesmos inimigos da tranquilidade, do desenvolvimento, da ordem e da justiça. Com esses não transigeremos.
Anima, a todos nós, a certeza de que você não nos faltará com o seu incentivo e com a sua necessária crítica construtiva. Não temos compromisso com o passado. Queremos ter os olhos sempre voltados para o futuro, porém partindo da realidade concreta. A realidade do progresso que experimentamos na atualidade é que permite antever o grandioso destino que nos aguarda. A realidade de FEIRA HOJE ".
Editorial da primeira edição do jornal  "Feira Hoje", publicada em 5 de setembro de 1970.
Coluna publicada no jornal "NoiteDia", edição desta sexta-feira, 18

Nenhum comentário: