#vaiterBRT

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

"Do Diário do Olavo: o charlatanismo da grande mídia, Donald Trump e outras rápidas considerações"

Escrito por Olavo de Carvalho
Uma mídia que nas suas previsões se orienta antes por estereótipos de propaganda eleitoral rasteira - machão = fascista = belicista = fim do mundo - em vez de se guiar pelas declarações EXPLÍCITAS do governo russo de que o risco de guerra vinha da Hillary TEM DE SER EXTINTA A TODO PREÇO.
*
Todos os jornais e canais de TV brasileiros devem ser processados por ludibriar os consumidores persistentemente.
*
Jabores, Arruinaldos e Blinders raciocinam por estereótipos visuais, como cachorros, gatos e jumentos. Eles vêem um homem fortão falando grosso e associam com a imagem de Mussolini, tirando daí umas conclusões infalíveis. Raciocinam por reflexos condicionados. O Bigmac é mais inteligente do que os três juntos. Não estou exagerando. É exatamente isso.

*

Assim como os cretinos interpretam o "pensamento do Olavo de Carvalho" por uma ou outra frase que colheram no Facebook, eles analisam a política internacional mediante frases soltas do Trump ou do Putin. E o consumidor ainda paga para que façam isso.

*
O Arruinaldo Azevedo vem agora com a historinha de que não estava prevendo, apenas torcendo. Pior ainda: o jornalista que disfarça a torcida mediante uma aparência de previsão é um VIGARISTA.
*
No ano de 2000 o Brent Bozell III me explicou que a grande mídia americana estava em vias de perder todo o seu poder. Já perdeu.
*
O Carl Bernstein, encarnação viva da empáfia e onissapiência da grande mídia, disse ontem que o Drudge Report vivia "num universo paralelo".
*
Hoje sabemos quem estava no universo paralelo.
*
É só você ler o que mídia brasileira diz dos EUA para perceber o quanto essa conversa de "cultura global" é ilusória. Nunca as fronteiras entre culturas nacionais foram tão intransponíveis.

*
A Monalisa Perrone querendo forçar o repórter a dizer que o Trump havia declarado ódio aos negros foi uma das cenas mais abjetas que já apareceram numa TV que bate todos os recordes de abjeção. Essa dona tem de ser posta para fora da profissão.
*
Não deixem de ver "The Deceivers". com Pierce Brosnan. É uma história real sobre quanto custa acabar com uma quadrinha de satanistas.
*
A vitória do Trump significa, na mais modesta das hipóteses, PAZ MUNDIAL. Deve ser uma coisa muito errada mesmo.
*
Putin on Trump victory: Russia is ready to restore relations with US -
É o fantasma da III Guerra Mundial que se desfaz no ar. Exatamente o oposto do que imagina a midia brasileira, os Jabores e Arruinaldos.

*
Os esquerdinhas estão putos dentro das calças e calcinhas porque o Trump salvou suas porcas vidas:
*
Uma coisa a vitória do Trump demonstrou de uma vez para sempre: Todo o dinheiro do mundo nada pode contra a estrutura da realidade.
*
Ninguém reclama do que o Giuliani fez em Nova York. Daqui a quatro anos ninguém reclamará do Trump.

*

Confissão sincera:

A insuportável presunção da imprensa

Tudo isso é sintoma do grande fracasso moral e intelectual do jornalismo moderno: sua insuportável presunção. Se Hillary Clinton tivesse vencido, haveria um piscar de olhos do tipo "nós fizemos isso" na imprensa, uma sensação de que éramos corajosos, chamamos Trump de mentiroso e salvamos a república.

*
Tchau, queridos!

Celebridades que disseram que deixariam os EUA caso Trump vencesse


*


"Ainda acho que o Donald Trump é o único candidato republicano viável e que, se eleito, pode vir a ser um grande presidente, INCLUSIVE por sua experiência de negócios com a Rússia. Repito: só o seu próprio partido pode derrotá-lo."

07 março 2016

*

A esta altura a Hitlery Clintoris não deve estar triste, e sim aliviada, pensando: "Quem sabe agora o Trump está todo contentinho e se esquece de mim."
*
A Márcia Tiburi escreveu todo um livro sobre o fascismo sem jamais ter lido uma só linha de doutrina fascista. Um autêntico milagre brasileiro.
*
Nos anos 30 o fascismo já tinha duas décadas de doutrina explícita acumulada em livros, jornais, teses universitárias etc. As pessoas SABIAM o que era fascismo, seja para combatê-lo ou para reforçá-lo. Hoje em dia, "fascismo" é uma fantasia etérea construída com frases soltas, impressões subjetivas e lendas urbanas de uma idiotice sem par.
*
Cabeça de esquerdista é uma máquina onde entra uma frase solta e sai uma cosmovisão inteira em dois segundos.

*
Uma aliança EUA-Rússia, hoje uma possibilidade efetiva, será a maior força politico-militar que o mundo já viu. A elite globalista, perto disso, será um peido de mico. Não sei o curso que as coisas vão tomar, mas É ÓBVIO que Trump e Putin estão pensando exatamente nisso.
*
Tem um sujeito na CNN dizendo que a vitória do Trump foi a revolta da zé-lite branca.
*
A passagem da "era industrial" para a "era da informática" é uma das ilusões mais letais criadas pela verborreia universal. Baseados nessa cretinice, os americanos permitiram que suas indústrias saíssem do país, acreditando poder controlar tudo de longe pelos computadores. Quem ganhou com isso foram os chineses, que sabem que ninguém pode comer megabytes.
*
Se você está perdido no mato, não adianta nada ter toda a informação do mundo estocada na sua cabecinha. Nessas horas é melhor ter uma boa Winchester modelo 1895, produto da pré-histórica era industrial.
*
O mantra "Informação é poder" é puro pensamento metonímico. Se você tem os meios materiais de agir, a informação ajuda, é claro. Mas, sem eles, ela serve apenas como medida de aferição da sua impotência.
*
Noventa por cento dos erros de previsão estratégico-política provêm do desprezo pelo conceito de MEIOS DE AÇÃO.
*
Se eu sei exatamente onde está o petróleo, mas não tenho a porra da broca, só o que posso fazer é vender conhecimento a quem tenha uma.
*
Em princípio, toda interpretação dos acontecimentos políticos que dependa só de informações de domínio público (mídia e pronunciamentos oficiais) é superficial, quando não manipulada e falsa. Em compensação, toda aquela que dependa de “inside information” tem o risco de ser pura desinformação. Daí que, em geral, o comentário político do dia-a-dia não valha coisa nenhuma. “Veritas filia temporis”. Só a passagem do tempo separa o joio do trigo.
*
A coisa que MAIS me dá no saco é gente pedindo minha opinião sobre fatos que mal acabam de acontecer. Em geral minha opinião nesses casos é: Nenhuma. Leio as notícias, passo-as adiante quando me parecem relevantes, e deixo qualquer conclusão para depois. Minha profissão NÃO É a do Arruinaldo Azevedo.
*

Reproduzo aqui as notícias e comentários que me parecem relevantes, sem me pronunciar sobre a sua veracidade ou falsidade no momento. Vamos precisar de tempo para saber o que realmente aconteceu. Não esqueçam que, em todas as previsões acertadas que fiz sobre o Brasil, nunca me baseei no noticiário do dia, mas em materiais testados pelo tempo, como as atas do Foro de São Paulo, discursos presidenciais, etc. Nunca pretendi ser o “The Flash” do comentário político. Deixo isso aos Arruinaldos.

*

(Imagem no destaque: Cortesia do Douglas de Quadros :  - com Roberta Beta Moura.)
(Seleção e organização: Edson Camargo, editor-executivo do MSM)
Fonte: "Mídia Sem Máscara"

Nenhum comentário: