#vaiterBRT

terça-feira, 8 de novembro de 2016

Atriz baiana Andréa Nunes estreia como protagonista no cinema em "A Finada Mãe da Madame"



A atriz e apresentadora baiana Andréa Nunes (Foto: Ricardo Prado) estreia sua primeira protagonista no cinema em "A Finada Mãe da Madame", de Bernard Attal. O filme integra a programação do XII Panorama Internacional Coisa de Cinema, com primeira exibição nesta sexta-feira,  11, no Itaú Glauber Rocha, em Salvador. 
Na história, Andréa dá vida a Terezinha, jovem que vive uma crise conjugal até que a notícia da morte de sua mãe, interpretada pela atriz Ângela Vieira, traz mudanças na vida do casal. 
A baiana que já foi premida como Melhor Atriz no cinema e no teatro, conheceu o diretor Bernard Attal durante as filmagens do seu último longa "Coleção Invisível", no qual ela fez uma participação. 
Para a construção de Terezinha, Andrea contou com o olhar atento de Bernard que lançou-lhe o desafio de uma personagem cômica. “Para mim foi um desafio grande também, porque foi o meu primeiro trabalho com comédia. Sempre me identifiquei com os dramas e até o filme, achava que não conseguiria atuar em outro gênero. Foi quando Bernard me chamou atenção para um jeito meu despretensioso de fazer graça. Lógico que no caso desse filme não se trata de uma comédia rasgada, aqui temos situações cotidianas que de tão absurdas se tornam engraçadas."
Ainda sobre as parcerias de cena a atriz faz questão de destacar a química com Rafael Medrado (ator vive o marido de Terezinha) e com a veterana Ângela Vieira, "uma atriz super generosa que veio somar seu talento e experiência. Foi uma honra criar, trocar e dividir a cena com ela."
O XII Panorama Internacional Coisa de Cinema acontece desta quarta-feira, 9, até 16 de novembro.
Prêmios da atriz: 
2013 - Melhor Atriz no III Festival de Cinema Baiano pelo curta-metragem "A Cartomante", dirigido pelo baiano Adriano Soares.
2008 - Melhor Atriz Coadjuvante no Prêmio Braskem de Teatro por dois espetáculos: "As Bruxas de Salem", dirigido pelo mestre Harildo Deda e "A Casa de Bernarda Alba", da diretora paulistana Fabiana Monsalú. 
SINOPSE
Na Bahia dos anos setenta, Lúcio (Rafael Medrado), um bancário de trinta anos, volta de madrugada, fantasiado e embriagado, de uma festa no Clube dos Fantoches. Ele deve enfrentar a ira da sua esposa, Terezinha (Andréa Nunes), que aproveita do momento para se queixar da falta de carinho e de delicadeza do seu marido e também da sua irresponsabilidade quanto as finanças da casa. A briga finalmente se esgota quando Prudêncio (João Lima) bate na porta. O mordomo vem anunciar a morte da mãe de Terezinha (Angela Vieira). A notícia joga Terezinha no desespero mas pode resolver alguns dos problemas de Lúcio.
(Com informações de Helerna Marfuz, gestora em Entretenimento e produtora cultural

Nenhum comentário: