#vaiterBRT

terça-feira, 22 de novembro de 2016

"A hora da torcida campeã"

Por José Antonio Gerheim
Não somos, nem nunca fomos a maior torcida do mundo em quantidade. Mas em qualidade e capacidade de superação nas horas mais improváveis, somos imbatíveis e capazes de alcançar o impossível. E sábado, dia 26 de novembro é um desses dias em que nossa presença e nosso canto, nosso grito do primeiro ao último minuto no jogo decisivo contra o bom time da Ponte Preta será fundamental para alcançar a vitória e a classificação, justa e merecida para a Libertadores de 2017.
Justa e merecida sim, pelo futebol que o time apresentou até aqui neste equilibradíssimo e dificílimo campeonato brasileiro de 2016. Como provou ainda neste domingo jogando uma bela partida contra o melhor time do campeonato, em seu campo, fato reconhecido tanto pelo técnico Cuca, como pelos dois melhores jogadores do Palmeiras, Gabriel Jesus e Dudu. E por comentaristas de verdade como o Carlos Lino, da Sportv. Perdemos de 1 a 0, mas poderíamos ter vencido também. Como vencemos o mesmo Palmeiras no primeiro turno por 3 a 1, em nossa casa.
Quem modestamente vos fala, torcedor do Botafogo, já viu o nosso time ser campeão desde 1948, com o Biriba e seu Carlito Rocha (tinha eu sete anos de idade)  e o jogo com o Vasco, o super Vasco nunca mais saiu da memória.
Por isso me sinto à vontade para dizer que temos novamente uma base de uma equipe que nos dará muitas alegrias já no próximo ano.Temos uma diretoria e um presidente que trabalha com os pés no chão, que vem, como o time em campo, superando todas as dificuldades para trazer de volta justamente aqueles tempos gloriosos de Garrincha, Didi , Nilton Santos, Jairzinho, Roberto, Marinho Chagas e tantos outros.
E para se aproximar ainda mais desse novo patamar de nossa história só falta uma vitória sobre a Ponte. Vitória que com toda a certeza virá com nossa presença sábado em nossa casa na Ilha. Eu acredito.
José Antonio Gerheim é colunista do Site Oficial
Fonte: http://www.botafogo.com.br/

Nenhum comentário: