#vaiterBRT

sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Quando as cortinas se fechavam no Cine Íris


Quem é da minha faixa etária deve lembrar de "Dorinha! Meu Amor", samba de José Francisco de Freitas (Freitinhas), composto em 1928, interpretado por Mário Reis, conhecido como Bacharel do Samba, na Era do Rádio.
A canção tocava sempre depois do "Fim" nas sessões de cinema no Cine Íris, nos anos 50 e 60.
Letra de Freitinhas
Dorinha, meu amor
Porque me fazes chorar?
E sou um pecador
E sofro só por te amar!
(bis)
Não sei qual a razão
Que eu sofro tanto assim
Castigo sim, castigo sim
Imploro a Deus
Para vencer o teu amor
O teu amor, amor
Dorinha, meu amor...
Dorinha, juro que
Só pensarei em ti
Somente em ti
Somente em ti
Só tu que podes dar
Alívio a esta dor

Nenhum comentário: