#vaiterBRT

sábado, 1 de outubro de 2016

"Herança de Dilma: uma Bolívia de desempregados"



O IBGE anunciou na sexta-feira, 30, os números do desemprego no Brasil, em 2016: oficialmente são 12 milhões de desempregados, equivalente à população da Bolívia. Quando foi afastada do cargo em maio, a ex-presidente Dilma Rousseff deixou ao sucessor Michel Temer o País com a economia destroçada e 11,1 milhões de pessoas sem empregos. Em apenas 4 meses, mais 800 mil ficaram desempregados.
Ritmo Dilma
Em fevereiro deste ano o IBGE apontou que o desemprego havia ultrapassado a marca dos 9,1 milhões; aumento de 42% em um ano.
Derrocada
Entre fevereiro e abril deste ano o Brasil perdeu mais de 2 milhões de empregos com carteira assinada, ainda sob o governo Dilma.
Golpe 'se colar, colou'
Ministros do Supremo Tribunal Federal reagiram entre irritados e irônicos à nova tentativa dos advogados de Dilma. "Eles já deveriam ter percebido que o Supremo não vai se meter no impeachment”, afirmou um dos mais experientes. O STF já mandou para o lixo 16 tentativas.
Fim da d. Dúvida
Dilma é sinônimo de dúvida: após a destituição definitiva, a confiança da indústria atingiu maior nível desde julho de 2014.
Fonte: Cláudio Humberto

Nenhum comentário: