#vaiterBRT

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

"Após Cunha, prisão de Lula será 'cereja do bolo'"



Mais do que demolir o discurso de "perseguição" ou "caçada judicial", a prisão do ex-deputado Eduardo Cunha abre caminho para a prisão do ex-presidente Lula, que, iminente, será "a cereja no bolo" da Lava Jato, segundo expressão de um dos investigadores. Preso por ordem do juiz Sérgio Moro, que Lula acusa de parcialidade, Cunha é para o PT o seu "inimigo nº 1". Agora, os petistas terão de procurar outra explicação para as três ações de corrupção em que Lula é réu, na Justiça Federal.
A hora vai chegar
A tendência, na Lava Jato, é "esgotar" o caso Eduardo Cunha, explorando todas as suas possibilidades, antes da "cereja do bolo".
Justiça para todos
Lula e petistas repetiram tanto a lorota de "caçada judicial" que ontem ficaram mudos, surpresos com a prisão do inimigo Eduardo Cunha.
Material robusto
As alegações para a prisão de Eduardo Cunha, acatadas por Sérgio Moro, são "café pequeno" comparadas às acusações contra Lula.
Monitoramento
Para cumprir a ordem de prisão expedida por Sergio Moro, policiais estudaram minuciosamente a rotina de Cunha, no Rio e Brasília.
Era conversa fiada
A prisão de Eduardo Cunha desautorizou, de vez, a fantasia de que ele negociava delação premiada. Cunha é considerado alvo final, por isso a força-tarefa não se interessa por acordo que o livre de longa punição.
O chefe já foi
Deve ter sido em claro a noite do ex-deputado Henrique Alves, o maior parceiro de Eduardo Cunha em Brasília. São muito ligados, mas Cunha tinha ascendência sobre Alves, mesmo quando este presidia a Câmara.
Medo do escuro
Na Câmara, o clima é de apreensão com a prisão de Eduardo Cunha. Consta que ele tinha o hábito de gravar conversas com aliados. Estima-se que cerca de duzentos deputados deviam favores a ele.
De Curitiba não sai mais
Na Câmara, deputados fizeram bolão sobre o tempo de prisão de Eduardo Cunha. A impressão geral é que ele será condenado, como o ex-senador Gim Argello, antes mesmo de deixar a carceragem da PF.
Pensando bem...
...se Dilma caiu, Cunha caiu, inflação caiu, dólar caiu e os juros caíram, o tombo de Lula não deve estar muito distante.
Fonte: Cláudio Humberto

Nenhum comentário: