#vaiterBRT

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Paulo Azi diz que Wagner não tem limites para inverdade


"Envergonhados, o ex-governador Jaques Wagner e o PT não lançaram candidato próprio à Prefeitura de Salvador. Mas Wagner continua a insistir na desinformação e sem limites para as inverdades", afirmou o deputado federal Paulo Azi (Democratas-BA) diante da obstinação do ex-ministro de propagar que o legítimo e constitucional processo de impeachment da presidente deposta Dilma Rousseff é golpe e tentar imputar a pecha de golpista aos adversários.  
"Golpe é querer rasgar a Constituição Federal e não respeitar o que a nossa Lei Magna prevê para quem a desrespeita, seja o cidadão comum ou o presidente da República", assinala Azi. Para o deputado baiano, em vez de ficar repetindo uma mentira na tentativa de transformá-la em verdade, o ex-ministro de Dilma precisa explicar por que está atrás de uma boquinha no governo de Rui Costa. "Será que Wagner está buscando um jeito de se esquivar do juiz Sérgio Moro?", indaga.
Quanto às críticas de Jaques Wagner às decisões judiciais que proibiram o uso de conteúdo inverídico e calunioso na propaganda da candidata Alice Portugal contra o prefeito ACM Neto, o deputado Paulo Azi afirma: "A Justiça Eleitoral está cumprindo a lei ao proibir que a discussão política vire um festival de calúnias, difamações e injúrias. O embate eleitoral deve ser pautado pela verdade para o bem do eleitorado, mas Wagner, pelo jeito, pensa diferente".  
(Com informações de imprensa.democratas.bahia@gmail.com)

 

Nenhum comentário: