#vaiterBRT

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Jairo fala sobre os 11 dias que faltam para "a grande vitória"


Candidato não despreza compromissos e fica com agenda lotada
Faltando exatos 11 dias para as eleições municipais, o candidato, Jairo Carneiro (PP), da coligação "Feira Agora Tem Opção" amanheceu esta quarta-feira, 21, com uma certeza: a de que a população de Feira de Santana está cada vez mais interessada nas propostas que ele tem para administrar a cidade a partir de janeiro do ano que vem.
Jairo está empolgado com os resultados dos encontros que vem tendo com lideranças comunitárias de bairros e da zona rural que ele visita. "São manifestações de total apoio aos nossos compromissos de campanha, mesmo com o pouco tempo que tivemos em divulgar o nosso projeto", diz o candidato.
Os 11 dias restantes da sua campanha serão aproveitados com muito trabalho e com uma agenda repleta de encontros, debates e entrevistas em emissoras de rádio e TV. Nesta quarta-feira, por exemplo, Jairo foi recebido por alunos da Universidade de Feira de Santana (Uefs), em um debate com outros candidatos.
"Encontro com jovens inteligentes e formadores de opinião como são os estudantes da Uefs, sempre dão a chance de detalhar projetos e fazer as ideias se espalharem com bastante clareza", explicou Jairo.
Disse mais que "está reservado no nosso programa de governo, um espaço muito importante sobre a atividade que a mulher vai desenvolver na Prefeitura. Para começar, vamos criar uma secretaria especialmente para ela, pois entendemos que a igualdade dos direitos deve ser plenamente respeitado”, enfatizou Jairo, que aproveitou para dizer que o número de secretarias vai mesmo diminuir quando ele for prefeito da cidade".
"Ficaremos com 12 secretarias, número suficiente para que possamos fazer um ótimo trabalho. Faremos um enxugamento completo na estrutura municipal e isso vai representar economia. Vamos decretar o fim do apadrinhamento político e o ingresso no serviço público, só poderá ser feito através de concurso. O dinheiro que sobrar vai ser usado em obras de interesse da sociedade", concluiu Jairo.
(Com informações de Genildo Lawinscky, da Coordenação de Rádio e TV)

Nenhum comentário: