*

*

*

*

quinta-feira, 14 de julho de 2016

Visão de "A Grande Beleza"


Isabella Ferrari e Toni Servillo em "A Grande Beleza"
Foto: Divulgação

Mais um filme visto no NetFlix, o muito bom "A Grande Beleza" (La Grande Bellezza), de Paolo Sorrentino, 2013, que não foi exibido em cinema em Feira de Santana. Um belo e provocante filme. Drama existencial que reflete sobre a condição humana.
Ganhou o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2014, assim como o Globo de Ouro e o Bafta.
Faz referências a filmes de Federico Fellini, principalmente a "A Doce Vida" (1960), "Oito e Meio" (1963) e "Roma de Fellini" (1972).
Citações a Andre Breton, Fiodor Dostoiévsky, Gustave Flaubert e Louis-Ferdinand Céline. Uma homenagem a Roma. Com nostalgia, trata sobre o tempo, mundanismo, vazio, tédio, superficialidade, morte e religiosidade.
Não se deve perder tempo fazendo coisas que não se quer. É uma constatação tardia do protagonista.
Em Roma, durante o verão, o escritor Jap Gambardella (Toni Servillo) reflete sobre sua vida. Ele tem 65 anos e desde o sucesso do romance "O Aparelho Humano", escrito décadas atrás, ele não concluiu nenhum outro livro. Desde então, a vida de Jep se passa entre as festas da alta sociedade, os luxos e privilégios de sua fama. Quando se lembra de um amor inocente da sua juventude, ele cria forças para mudar sua vida, e talvez voltar a escrever.
No elenco feminino, belas atrizes como Anita Kravos, Galatea Ranzi, Giorgia Ferrei, Isabella Ferrari, Pamela Villaloresi, Sabrina Ferilli, Serena Grandi, Sonia Gessner e Fanny Ardant como ela mesma.

Nenhum comentário: