*

*

*

*

quarta-feira, 15 de junho de 2016

Passados quase nove anos de promessa petista

Em julho de 2007 se fez estardalhaço - com certeza, muito barulho por nada - com o compromisso firmado entre a Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) e a Fundação Cultural do Estado da Bahia, que previa a recuperação da parte física do Centro de Cultura Amélio Amorim, em especial a parte que envolve o restaurante Carro-de-Boi e a boate Jerimum, que estão abandonados e em ruínas, quase caindo os pedaços.
Foi até anunciado o prazo estimado para alocação de recursos, que era de um ano.
A espera é tão longa e já se passaram quase nove anos. Era promessa de um governo que suspendeu as obras do Teatro e Centro de Convenções, complexo que já era para estar em funcionamento, sob várias alegações absurdas.

Nenhum comentário: