*

*

*

*

quarta-feira, 22 de junho de 2016

"A República do Mangue": Depois da Flip a 24ª Bienal de São Paulo





No dia 28 de junho, o jornalista e escritor Jorge Magalhães  (Foto: Arivaldo Públio) embarca para o Rio de janeiro, ao lado dos seus filhos  Clara Morena e Jorge Mahatma, e da sua esposa e dublê de agente literária Selma Magalhães.
O destino é a 14ª Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), que transcorrerá entre os dias 29 de junho e 3 de julho, quando  estará dando continuidade ao lançamento de "A República do Mangue", romance de estreia, editado em Lisboa, pela Chiado Editora e lançado sexta-feira passada, 17, numa noite cultural memorável, no Mercado de Arte Popular.
Este ano a homenageada da Flip é a poeta Ana Cristina Cesar (1952-1983), expoente da geração Poesia Marginal, que também se dedicou à crítica literária, tendo traduzido Emily Dickinson, Sylvia Plath e Katherine Mansfield.
A exemplo das edições anteriores, a expectativa da curadoria da Flip é de que, para a histórica e bucólica cidade litorânea da Linha Verde fluminense, milhares de visitantes brasileiros e estrangeiros, entre autores e literatas, editores e editoras se façam presentes na mostra.  
Com o aporte logístico da Chiado, Jorge Magalhães buscará participar do maior número possível de exposições, oficinas e palestras, "interagindo com os principais atores e protagonistas que circulam à farta neste importante evento da cultura nacional, sempre evidenciando o nome de Feira de Santana, sempre levando na mais alta conta o nome da Bahia".
24ª Bienal de São Paulo
A convite da Chiado Editora,  Jorge Magalhães também estará presente  na 24ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo. A mostra ocorrerá entre os dias 26 de agosto a  4 de setembro, no Pavilhão  Anhembi.
A sessão de autógrafos de "A República do Mangue", tem  previsão de uma hora de duração, e ocorrerá no dia 3 de setembro, no pavilhão 10,  a partir das 11 horas.   
Entre os autores internacionais confirmados estão Jennifer Niven, "Por Lugares Incríveis", Companhia das Letras; Ava Dallaira, "Cartas de Amor aos Mortos", Editora Seguinte;  Amy Ewing, escreveu a trilogia "A Cidade Solitária", publicada pela editora Leya; Tarryn Fisher, autora best-seller do "The New York Times", escreveu a "Trilogia Amor & Mentiras" (Love Me With Lies): "A Oportunista", "A Perversa" e "O Impostor". 

Nenhum comentário: