*

*

*

*

sexta-feira, 8 de abril de 2016

Mais um balão de ensaio?

A novidade no cenário político de Feira de Santana é a anunciada pré-candidatura a prefeito do professor José Raimundo Pereira de Azevedo, pelo PDT. Até outro dia, ele afirmava que não queria mais saber de política. Pela conversa mantida com ele, não deu para sentir se é para valer. Parece que não passa de um balão de ensaio como tantos outros nesse período pré-eleitoral.
Lembrar que a última eleição que disputou foi para a Câmara Municipal, em 2008, há quase oito anos. Como candidato a vereador pelo PR, José Raimundo obteve 1.131 votos.
José Raimundo tem o que outros pré-candidatos de oposição ao prefeito José Ronaldo não têm: a experiência de ter sido prefeito de Feira de Santana. E por duas vezes. Uma, na condição de vice-prefeito assumiu o Executivo com a renúncia de Colbert Martins para ser deputado estadual. Ele governou por 245 dias, quase nove meses, de 18 de maio de 1982 a 31 de janeiro de 1983.
Em 1992 voltou a compor chapa majoritária na condição de vice-prefeito, dessa vez com João Durval Carneiro. Em março de 1994 substituiu o prefeito, que renunciou para ser candidato a governador. José Raimundo governou mais tempo que da primeira vez, de 30 de março de 1994 a 31 de dezembro de 1996.
Em seus dois governos, como valoriza, priorizou a educação. Como educador, "objetivei uma política educacional voltada para a melhoria da qualidade a do ensino".
Ele sempre lembra que deixou sua marca nas reformas do Teatro Municipal Margarida Ribeiro e da Câmara Municipal, na implantação do Museu de Arte Contemporânea (MAC) Raimundo de Oliveira e em parceria com o Governo do Estado abriu a rua Olímpio Vital, do centro até a Rua Nova.
Antes das experiências como prefeito, em 1970, aos 21 anos de idade, elegeu-se vereador, sendo o mais votado do MDB (precursor do PMDB) e o mais jovem da história de Feira de Santana. Dois anos depois foi reeleito pelo mesmo partido, mas não assumiu a vaga, optando por ocupar a Secretaria da Educação, a convite do então prefeito José Falcão da Silva.
José Raimundo além de secretário de Educação nos governos de Falcão (1973-1976), João Durval (1993-1994) e Tarcízio Pimenta (2011-2013), foi secretário Extraordinário para Assuntos Interinstitucionais e secretário de Cultura, Esporte e Lazer no governo de Clailton Mascarenhas, quando foi responsável pela mudança da Micareta da avenida Getúlio Vargas para a avenida Presidente Dutra.
Como tanta gente, ele não é natural de Feira de Santana - nasceu em Salvador e neste mês, no dia 18, completa 67 anos. Mas é feirense de coração. Veio para Feira de Santana em 1961, para continuar os estudos.
Artigo publicado no jornal "NoiteDia", edição desta sexta-feira, 8

Nenhum comentário: